“Permita-se ser improdutivo – pelo menos por um tempo” – Esse artigo lhe fará refletir!

Tenho feito muitas postagens aqui (e até falado por aí) sobre autoconhecimento, evolução pessoal e profissional, planejamento para o futuro, hábitos saudáveis, necessidade de mudança e coisas afins, bem no espírito da proposta deste blog.

Nessa esteira, já trouxe interessantes abordagens sobre a importância das “paradas estratégicas” (momentos de ociosidade no ritmo do dia a dia), o que inclui a incorporação de hábitos diferentes e mais suaves, os períodos sabáticos, entre outras técnicas e recursos.

É exatamente nessa perspectiva, de “quebrar rotinas” e do “pensar fora da caixa” para que necessárias e importantes mudanças individuais aconteçam, que destaco hoje o provocativo e bem elaborado artigo “Permita-se ser improdutivo – pelo menos por um tempo“, do executivo e escritor norte-americano Peter Bregman, publicado dois dias atrás no portal eletrônico da revista Harvard Business Review – Brasil.

E as provocações levantadas no texto indicam estratégias comportamentais, talvez impensadas pela maioria das pessoas, como adotar momentos de improdutividade para chamar soluções e outros modos de ser produtivo. O autor traz a abordagem da ‘coragem emocional’ para a implementação de mudança em momentos de grande abalo pessoal, ante a excelente sacada de que “não estamos no controle e não temos as respostas.”

No “como fazer”, o autor apresenta dicas em relação ao uso do tempo, ao uso da mente e aos relacionamentos.

Uma leitura que, a meu juízo, instiga reflexões essenciais e pode mesmo contribuir para o aprimoramento individual, desaguando positivamente nas diversas dimensões da nossa vida e do nosso estilo de viver. Confira:

Permita-se ser improdutivo - pelo menos por um tempo

Leia o conteúdo clicando no link a seguir:

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir ao próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (levar música ao vivo para casas de idosos é uma das frentes de atuação, iniciada em 2007), além de assegurar espaços na agenda para o exercício do autoconhecimento e para a meditação, no caminho da evolução pessoal permanente . Gosto de ler, de aprender coisas novas, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Meditação e Espiritualidade, Motivação e crescimento humano, O ser humano no contexto das organizações, Psicologia e comportamento. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s