Perguntas essenciais para quem está pensando no divórcio!

Resultado de imagem para processo de divorcioImagem – Direito Familiar – JusBrasil

Entrar em crise no relacionamento e pensar em separação é cada vez mais comum. Contudo, por se tratar de decisão que tem grande impacto, é importante que a opção pelo divórcio esteja bem resolvida e a pessoa esteja convenientemente preparada para evitar alguma precipitação.

Por conta disso, reproduzo excelente postagem feita pela jornalista Mariza Tavares, no blog Longevidade: Modo de Usar, com perguntas essenciais para subsidiar um processo de preparação para o divórcio.

Vale a pena saber e, quem sabe, compartilhar a publicação com alguém que esteja precisando de ajuda a esse respeito. Leia a seguir:

“Perguntas a serem feitas antes do divórcio

Normalmente as pessoas se preocupam com as perguntas que devemos nos fazer para garantir um casamento feliz: se há afinidades, se as diferenças de temperamento poderão se tornar um problema no médio prazo e por aí vai. No entanto, mesmo depois de anos de convivência, na hora em que o relacionamento parece estar indo para o vinagre, pouca gente se dispõe a fazer um levantamento desapaixonado de prós e contras sobre a situação antes de partir para a separação. Será que há também um roteiro para se chegar a um diagnóstico mais isento sobre a relação? Foi o que o jornal americano “The New York Times” fez na semana passada, ouvindo especialistas de diferentes áreas. Das 11 perguntas selecionadas pela publicação, separei cinco que merecem uma boa dose de reflexão. Antes de procurar um advogado, vale se debruçar sobre esses temas, principalmente porque o estresse causado por uma separação só perde para a morte de um cônjuge.

 1)    Você tem certeza de que suas preocupações e queixas sobre o relacionamento foram devidamente comunicadas? – a terapeuta de casal Sherry Amatenstein afirma que a maioria só ouve mesmo de 30% a 35% do que lhes é dito. E muitas vezes a pessoa prefere se calar e alimentar o ressentimento em vez de pôr todas as cartas na mesa. Isso inclui as expectativas em relação ao papel de cada um, como, por exemplo, quem vai ser o provedor da casa. Talvez ainda dê tempo de dizer ao outro o que está entalado na garganta.

 2)    Se há um meio de salvar o casamento, qual seria? – o exercício é proposto pelo reverendo Kevin Wright: faça uma coluna com a lista do que seria preciso para salvar a relação; e outra com o que sua mulher (ou marido) deveria fazer. Os dois têm que realizar o mesmo exercício separadamente. Talvez vocês descubram que concordam mais do que discordam e possam trabalhar nisso.

 3)    Você tem certeza de que será mais feliz sem a pessoa que está a seu lado? – a convivência é feita de inúmeros fatores. Às vezes o sexo está deixando a desejar, mas a companhia e a família superam a falta de intimidade física. A questão é: o que é mais importante na sua vida? Eventualmente, pode até existir amor, mas o dia a dia é um inferno e a separação pode ser o melhor caminho.

 4)    Qual é o seu maior medo ao terminar o relacionamento? – será que é ficar sozinho pelo resto da vida? Afastar-se dos filhos? Ser prejudicado profissionalmente? Ter clareza sobre os temores também influencia a decisão. De novo, trata-se de saber o que é mais relevante. É claro que a perspectiva de um divórcio aumenta o sentimento de fracasso, mas o pior é seguir em frente numa vida miserável a dois.

 5)    Você está preparado para o estresse financeiro e as mudanças na rotina que um divórcio traz? – a psicoterapeuta Nancy Colier diz que aconselha aos pacientes que pensem logo na questão material e façam uma previsão realista do baque nas finanças. De um dia para o outro você pode ter que se responsabilizar por pagamentos que nem acompanhava; ou ter que monitorar a vida escolar dos filhos.

 Por último, mas não menos importante: quanto mais você souber sobre os motivos por que está se separando, mais chances terá de não repetir o erro numa próxima.

Fonte – http://g1.globo.com/bemestar/blog/longevidade-modo-de-usar/

Anúncios
Publicado em Sem categoria | 2 Comentários

Rita Lee – Genial – inspiração musical em dose dupla!

Trago neste sábado, para inspirar (e apimentar) o seu fim de semana, dois sucessos, em vídeo, da genial cantora e compositora Rita Lee, considerada a Rainha do Rock Brasileiro, que começou sua trajetória artística no final dos anos 1960, participando dos Mutantes e outros grupos, até seguir com carreira solo.

O primeiro é a belíssima canção Ovelha Negra, de sua autoria, com vídeo do show Rita Lee MTV Acústico, publicado no YouTube por MysticPieces. Sensacional!

O outro sucesso, selecionado entre os mais recentes da artista, mostra vídeo clip publicado por ObservadorOculto, com Rita Lee e a bem bolada canção Amor e Sexo, uma composição de autoria tripla, feita por ela juntamente com Roberto de Carvalho e o também genial Arnaldo Jabor!

Confiram (e curtam) a seguir: 

 

Publicado em Músicas | 4 Comentários

Como usar o tempo livre para aumentar a sua criatividade

De volta hoje com o tema CRIATIVIDADE, para enfatizar que pesquisas seguem, cada vez mais, comprovando que períodos de ócio, ou melhor, de paradas “estratégicas” fazem bem para a saúde física e mental, além de ensejar a obtenção de respostas que na pressão e ocupação plena normalmente não acontecem. Assim, esses estudos têm demonstrado, reiteradamente, que estar mais relaxado, despreocupado, facilita e oportuniza a criatividade. É na linha da conhecida tese do “ócio criativo”, trazida décadas atrás pelo sociólogo italiano Domenico de Masi, que na época chocou muita gente e mereceu interpretações equivocadas por aí afora.

A propósito, reproduzo o artigo “Como usar o tempo livre para aumentar a sua criatividade“, de Ana Prado, publicado esta semana no blog da revista Super Interessante.

Por essas e outras vamos entendendo, com maior clareza, que precisamos permanentemente estar atentos ao nosso ritmo de vida e, principalmente, fugir de muita pressão e ocupação exacerbada da nossa mente. Como evidenciado, a saúde e a capacidade criativa vão agradecer. Na verdade, essa pesquisa comprova que uma vida equilibrada, sem excessos, é sempre melhor. Isso é diferente de largar tudo e ficar “com a boca escancarada, cheia de dentes, esperando a morte chegar”, como dito naquela canção de Raul Seixas!

Leia, reflita e confira as dicas apresentadas no texto, a seguir:

 

“Como usar o tempo livre para aumentar a sua criatividade

Acredite: ficar horas vendo TV não vai te ajudar aqui

Você pode gostar do seu trabalho, mas provavelmente passa por fases em que não consegue ter ideias novas e sente que está só cumprindo ordens sem pensar em muita coisa, certo? E essa falta de criatividade não atinge só a vida profissional – ela pode fazer com que nos sintamos meio sem rumo de modo geral. Se você está vivendo isso, a culpa pode ser de como tem usado o seu tempo livre.

Emma Seppälä, diretora de ciências do Centro para Pesquisa e Educação em Compaixão e Altruísmo da Universidade de Stanford, defende que as melhores ideias vêm do relaxamento. E há muitas provas para isso. “A criatividade acontece quando sua mente está sem foco, sonhando acordada ou ociosa”, escreveu ela em um artigo para o site Quartz. O problema é que temos impedido nossa mente de vaguear por aí. “No trabalho, estamos intensamente analisando problemas, organizando dados, escrevendo – atividades que requerem foco. Durante o tempo de inatividade, mergulhamos em nossos telefones enquanto estamos em uma fila ou nos perdemos na Netflix por horas”, completa.

A menção à Netflix é importante: é comum associarmos esse programa caseiro a descanso, mas a verdade é que ficar vendo séries sem parar exige que nossa mente esteja constantemente processando informações, assim como ficar mexendo no celular. Nesses casos, nós nunca nos permitimos ficar ociosos. Para ajudar a resolver esse problema, Seppälä listou algumas dicas:

Faça todos os dias uma caminhada – sem levar seu celular

Além de ser bom para a saúde física, caminhar regularmente favorece a criatividade – desde que você não fique o tempo todo no celular. “Um estudo de 2014 (…) descobriu que as pessoas que faziam caminhadas diárias obtiveram maior pontuação em um teste que mede o pensamento criativo do que as pessoas que não o fizeram”, escreve a pesquisadora. E tem mais: aqueles que passeavam ao ar livre mostraram-se mais criativos do que outros que haviam caminhado em esteiras. Ou seja: tem que sair de casa, mesmo.

Saia de sua zona de conforto

Faça coisas para fugir da rotina: desenvolva uma nova habilidade, viaje para novos lugares e socialize com pessoas de fora da sua bolha social. “Estudos mostram que a diversificação de suas experiências irá ampliar seu pensamento e ajudá-lo a pensar em soluções inovadoras”, diz ela.

Dedique mais tempo para a diversão

E aqui estamos falando de diversões mais “bobinhas” mesmo, como brincar com seu cachorro, juntar amigos para algum jogo clássico tipo Twister ou mesmo jogar umas partidas de futebol amador. “Os humanos são os únicos mamíferos que não brincam mais na idade adulta. Isso é uma vergonha, porque um estudo da psicóloga Barbara Fredrickson, autora do livro Positivity [Positividade], mostra que a diversão, impulsionando o bom humor, nos faz sentir mais felizes e mais inventivos”, explica.

Legal, mas e quem está tão cheio de coisa para fazer que parece impossível parar por um minuto? Bem, primeiro, lembre-se de que só pegar o celular ou ficar lendo notícias inúteis – algo que você talvez faça vez ou outra mesmo durante o expediente – não é descanso. Faça pausas que são realmente pausas para o seu cérebro, tomando um cafezinho ou indo falar pessoalmente um oi para um colega de trabalho.

Em segundo lugar, organize suas tarefas de modo a sempre alternar entre uma mais simples, que permita à mente vaguear, e outra mais complexa. Isso já pode ser o suficiente para não deixar sua mente sobrecarregada.

(foto: Dulla | lettering: Thales Molina/Superinteressante)

P.S.: Neste blog, eu costumo explorar com frequência as várias formas como a ciência pode nos ajudar a alcançar objetivos e usar melhor nosso tempo – e tenho o enorme de orgulho de anunciar que esse projeto virou livro. “Seja mais produtivo. Agora” está nas bancas e livrarias de todo o Brasil!

Fonte – http://super.abril.com.br/blog/como-pessoas-funcionam/como-usar-o-tempo-livre-para-aumentar-a-sua-criatividade/

 

Publicado em Saúde | 2 Comentários

Boas reflexões para você entender o que é intuição e o que é insight (vídeo)!

Reproduzo mais um interessante vídeo de Caroline Calaça, Coach Executiva e de Negócios, com oportuna e rica reflexão sobre o que são as INTUIÇÕES e os INSIGHTS. O vídeo tem duração de apenas 4:16 e é muito agradável.

A propósito, lembro agora de alguns estudos, divulgados nos últimos anos, dando conta de que decisões tomadas com base na intuição têm nível de acerto maior do que imaginamos, conforme publiquei em 29/9/2015 (https://obemviver.blog.br/2015/09/29/decisoes-tomadas-com-base-na-intuicao-sao-mais-confiaveis-do-que-voce-imagina/). Logo, precisamos estar cada vez mais atentos às nossas intuições.

Vejam o vídeo a seguir:

 

Publicado em Meditação e Espiritualidade, Vídeos diversos | 2 Comentários

Invictus: o poema que inspirou Nelson Mandela em seus 27 anos de prisão

Já fiz algumas publicações aqui sobre o grande líder sul-africano Nelson Mandela (o “Madiba”), uma permanente fonte de inspiração para mim, pelas suas elevadas qualidades como líder e, sobretudo, por demonstrar, como poucos, uma impressionante clareza de propósito e determinação para servir a uma causa tão nobre, como foi a luta contra o apartheid, mesmo tendo que enfrentar uma longa reclusão.

A propósito, reproduzo hoje publicação feita no portal da Revista Pazes, com o impactante poema Invictus, de William Ernest Henley, escritor britânico do Século XIX, que inspirou Mandela e deu título ao famoso filme de mesmo nome. As palavras, retratadas nessa poesia, nos ajudam a entender  a força e a capacidade de resiliência que esse imortal líder demonstrou diante de tanta adversidade.

Leiam abaixo e, na sequência, assistam ao vídeo (disponível no YouTube) com declamação do poema, que conta com o recurso da legenda em português.

 “Invictus: o poema que inspirou Nelson Mandela em seus 27 anos de de prisão

Willian Ernest Henley, ao escrever o poema abaixo, jamais sonharia que os seus versos poderiam inspirar um homem com grandeza de Nelson Mandela a suportar, por vinte e sete anos, o cativeiro, condenado por sua luta contra o apartheid.

Foi esse mesmo poema que deu o título ao filme de 2009 com Morgan Freeman e Matt Damon.

Declamado por Alan Bates e legendado em Português para uso da Academia Ubuntu.

INVICTUS

William Ernest Henley

Out of the night that covers me,
Black as the Pit from pole to pole,
I thank whatever gods may be
For my unconquerable soul.

In the fell clutch of circumstance
I have not winced nor cried aloud.
Under the bludgeonings of chance
My head is bloody, but unbowed.

Beyond this place of wrath and tears
Looms but the Horror of the shade,
And yet the menace of the years
Finds and shall find me unafraid.

It matters not how strait the gate,
How charged with punishments the scroll
I am the master of my fate:
I am the captain of my soul.

***

INVICTO

William Ernest Henley

Da noite escura que me cobre,
Como uma cova de lado a lado,
Agradeço a todos os deuses
A minha alma invencível.

Nas garras ardis das circunstâncias,
Não titubeei e sequer chorei.
Sob os golpes do infortúnio
Minha cabeça sangra, ainda erguida.

Além deste vale de ira e lágrimas,
Assoma-se o horror das sombras,
E apesar dos anos ameaçadores,
Encontram-me sempre destemido.

Não importa quão estreita a passagem,
Quantas punições ainda sofrerei,
Sou o senhor do meu destino,
E o condutor da minha alma.

Tradução: Thereza Christina Rocque da Motta

William Ernest Henley (23/08/1849 – 11/07/1903)

Nelson Mandela (18/07/1918 – 05/12/2013)

Fonte das tradução: A Magia da Poesia 

Publicado em – http://www.revistapazes.com/invictus-o-poema-que-inspirou-nelson-mandela-em-seus-27-anos-de-de-prisao/

Publicado em Livros e leitura, Motivação e crescimento humano | 1 Comentário

Sabedoria para a vida – Os 20 Princípios Ancestrais dos Povos Nativos!

Diante de tanta agitação e descaminho comportamental que estamos vivenciado nos dias atuais, uma pausa para conhecermos – ou refletirmos – sobre a Sabedoria Antiga, vinda dos Xamãs, mais precisamente sobre os Princípios Ancestrais (Princípios da Naturalidade em Harmonia), parece-me oportuna, necessária e bem-vinda.

É momento, portanto, para uma mais atenta – e intensa – conexão e harmonia com as forças/seres superiores, com a natureza, mas, em especial, com os princípios elementares da ética e da convivência sadia que devem pautar as relações com as outras pessoas. Não tenho dúvida de que precisamos, sem exceção, recuperar (e ampliar) essa consciência para uma vida em equilíbrio físico, mental e espiritual e, em suma, para o bem viver!

Conheça estes princípios, vendo o vídeo a seguir (Youtube – duração 5:46), e mais abaixo confira o texto divulgado pelos Xamãs das Montanhas, que pode ser facilmente encontrado em busca pela Internet:

 

“Os 20 princípios Ancestrais dos Povos Nativos:

01. Levante com o Sol para orar. Reze sozinho. Reze com frequência. O Grande Espírito escutará se você apenas falar.

02. Seja tolerante com aqueles que estão no seu caminho. A ignorância, o convencimento, a raiva, o ciúme e a avareza, nascem quando a alma se perde. Orem para que eles encontrem orientação.

03. Procure a si mesmo, por si mesmo. Não permitam que outros façam seu caminho por você. É a sua estrada, somente sua. Outros podem andar ao seu lado, mas ninguém pode andar por você.

04. Trate os convidados em seu lar com muita consideração. Sirva-os o melhor alimento, dê a eles a melhor cama e trate-os com respeito e honra.

05. Não tome o que não lhe pertence, seja de uma pessoa, da comunidade, da natureza ou de uma cultura. Não foi ganho, nem dado. Não é seu!

06. Respeite todas as coisas que foram colocadas na Terra – sejam elas pessoas, plantas ou animais.

07. Respeite os pensamentos, desejos e palavras de outras pessoas. Nunca interrompa ou ridicularize os outros. Permita a cada pessoa o direito da expressão pessoal.

08. Nunca fale dos outros de uma maneira ruim. A energia negativa que você coloca para fora, no Universo, se multiplicará quando retornar para você.

09. Todas as pessoas cometem “erros”. E todos os erros podem ser perdoados.

10. Pensamentos maus causam doenças da mente, do corpo de do espírito. Pratique o otimismo.

11. A natureza não é para nós, é parte de nós. Ela é parte de sua família terrena.

12. As crianças são as sementes do nosso futuro. Plante amor nos seus corações e regue com sabedoria e lições de vida. Quando estiverem maiores, dê-lhe espaços para crescerem.

13. Evite machucar os coração dos outros. O veneno da dor, irá retornar para você.

14. Seja sincero e verdadeiros em todos os momentos. A honestidade é o teste da força de vontade no Universo.

15. Mantenha-se equilibrado. Seu mental, Espiritual e Físico necessitam ser fortes. Exercite o corpo para fortalecer a mente. E enriqueça seu espírito para curar problemas emocionais.

16. Tomamos decisões conscientes sobre como será e como você vai reagir. Seja responsável por suas próprias ações.

17. Respeite a privacidade e o espaço pessoal dos outros. Não toque em nada que os objetos pessoais de outras pessoas, especialmente artefatos sagrados. Isso é proibido.

18. Seja verdadeiro consigo em primeiro lugar. Você não pode nutrir os ajudar os outros sem ajudar a si mesmo em primeiro lugar.

19. Respeite as crenças religiosas. Não force suas crenças, sobre os outros.

20. Compartilha sua fortuna com os outros. Pratique a caridade!

Para que possamos absorver essa sabedoria antiga e expressá-la com nossa presença em todas nossas relações.

Lembre-se: PRESENTEAR É ESTAR PRESENTE!”

Publicado em Bom comportamento, Meditação e Espiritualidade, Saúde | 2 Comentários

“Mudando sempre” – Veja neste artigo o que é um mindset de vencedor!

Reproduzo hoje o belo artigo “Mudando sempre”, publicado no LinkedIn, escrito por Luiza Helena Trajano, personalidade de destaque no meio empresarial brasileiro e, há décadas, principal liderança do Magazine Luiza.

 Mais do que trazer breve panorama da história de sucesso dessa rede de lojas que ganhou projeção (e atuação) pelo Brasil afora, quero destacar, observando os registros do texto, mais essa demonstração de que a liderança faz toda a diferença em qualquer organização e, ainda de forma mais evidente, que a mentalidade (o mindset) das pessoas é fator absolutamente determinante para as colheitas futuras. De tal narrativa, vemos, claramente, a presença de fatores (ou valores) como disposição para a mudança, coragem, inconformismo com o “status quo”, inovação permanente, espírito de equipe, valorização do capital humano, desafiar e ser desafiado, entre outros.

Ao fazer a leitura do artigo você, por certo, terá a sua análise e identificação mais acentuada com alguns aspectos que poderão ser diferentes dos que destaquei acima, mas muito provavelmente concordará comigo que o êxito pessoal e profissional, inclusive de um negócio, não é fruto do acaso. Ao contrário, resulta, fundamentalmente, de bons propósitos, muita determinação com transpiração, de uma mentalidade aberta e crenças positivas, a demonstrar que o universo sempre conspira a favor das causas nobres.

Leia a seguir:

“Mudando sempre

Por Luiza Helena Trajano – Presidente na Magazine Luiza

Em março, o Magazine Luiza realizou sua convenção de líderes, com mais de 1.500 pessoas de 16 Estados. No evento, também abrimos as comemorações dos 60 anos da empresa, e o tema não poderia ser mais propício: “O que muda é que a gente sempre muda”.

Olhando o passado e o estágio atual da empresa, acredito que esse sempre foi um diferencial no Magazine Luiza, ou seja, ficarmos inconformados mesmo nos momentos em que estamos indo muito bem, com o objetivo de não nos acomodarmos.

Logo após assumir a superintendência do Magazine Luiza, em 1991, comecei a receber pedidos de inúmeros prefeitos do interior, pois uma grande rede varejista estava fechando lojas em cidades pequenas. Na época, éramos uma rede regional, e a lógica seria somente agradecer a procura e não atender aos pedidos, pois não tínhamos investimentos que possibilitassem sequer pensar no assunto.

Aí entra o inconformismo. Decidimos tentar achar uma equação para resolver o problema e formamos uma equipe bem diversa para pensar como podíamos aproveitar aquela oportunidade. Dessas reuniões, formatamos a Loja Eletrônica Luiza, que era uma loja física pequena, sem produtos, e as vendas eram realizadas com o vendedor mostrando aos clientes cartazes, catálogos e imagens por meio de fitas VHS. Era o começo da década de 90 e não existia internet. Computadores também eram raríssimos.

Com isso, antecipamos a fórmula de vendas em que o cliente não toca no produto e ganhamos incrível experiência no assunto muito antes das vendas via internet. Seria novamente cômodo ficarmos comemorando o sucesso que alcançamos e estacionarmos, mas a Loja Eletrônica evoluiu, incorporando sempre novas tecnologias disponíveis, mudou para Loja Virtual e continuou crescendo sempre inconformada, com a equipe incentivada a imaginar o que pode ser feito de diferente.

Em tempos atuais, pós sites, vendas via aplicativo e outros modelos, estamos pensando em digitalização total da equipe, inclusive das lojas físicas. Todos devem pensar tecnologicamente e precisam mudar constantemente. Você, pequeno empreendedor, deve mudar a toda hora e tentar antecipar tendências e modelos, use isso como diferencial, afinal, estruturas menores podem ser muito mais velozes.

Essa sempre foi uma preocupação, contagiar nossa equipe para que todos estejam sempre pensando, inovando e se movimentando, independentemente do cargo, por isso a importância que sempre demos para que esse sentimento não esteja apenas na direção, mas que passe por todos e esteja no DNA de cada integrante da empresa.

Pense em uma grande companhia, de qualquer tamanho. Você imaginou que ela nasceu de um sonho de um empreendedor, que certamente viveu imensas lutas, desafios e dificuldades, mas foi crescendo e convidando pessoas a embarcarem nesta história? Pois é esse sonho inicial que sempre devemos resgatar, a mentalidade do fundador, o que o motivou a perseguir seus objetivos. Animar a equipe para essa caminhada é o que deve ser sempre resgatado, especialmente no momento em que a empresa cresce muito e corre o risco de ver se perder todo o legado que seus fundadores desejavam.

Por isso, empreendedores devem estar atentos a buscar seu sonho, incorporar cada vez mais pessoas, investir em inovação, pensar com uma cabeça digital e fazer tudo isso com extrema atenção ao fluxo de caixa. Esses são os ingredientes para estar sempre mudando.

Sou uma apaixonada pela micro e pequena empresa, acredito que é a grande solução para o desemprego em nosso país, que é formado por um povo empreendedor e criativo. Por isso, sempre dei palestras incentivando esses empresários e procurando passar entusiasmo para a sua caminhada, além de participar de diversos programas de mentoria para esse público, e sempre saio com energia renovada e aprendendo muito com todos.

Empreendedor, acredite no seu negócio, acredite no Brasil, esteja aberto a aprender a cada momento e se renove constantemente em conhecimento para que possa ampliar cada vez mais seu negócio, gerando mais empregos.

*Artigo escrito para a Endeavor Brasil e publicado originalmente em 10/05/2017 no site da organização. ”

Fonte – https://www.linkedin.com/pulse/mudando-sempre-luiza-helena-trajano

Publicado em Liderança, Motivação e crescimento humano, O ser humano no contexto das organizações | Deixe um comentário

POR UNA CABEZA – Curta este lindo tango do filme Perfume de Mulher!

Como inspiração musical para este sábado, e sobretudo para amenizar o momento de incertezas e agitação política por que passamos atualmente no Brasil, selecionei para hoje uma música linda, impactante e ao mesmo tempo romântica e serena.

Trata-se do maravilhoso tango Por Una Cabeza, cuja música foi composta em 1935 por Carlos Gardel (uruguaio, um dos maiores ícones do tango em todo o mundo) e a letra por Alfredo Le Pera. Essa canção ficou ainda mais conhecida com o filme Perfume de Mulher (Scent of a Woman), em virtude do inesquecível trecho em que Al Pacino, no papel de um cego, dança o tango com a bela atriz inglesa Gabrielle Anwar. Aliás, esta é considerada uma das cenas de filmes mais reproduzidas em todos os tempos.

No vídeo que trago a seguir, disponível no YouTube, a música é interpretada pela excelente violinista escocesa Nicola Benedetti, em performance, ao vivo, na casa de concertos The Greene Space, em Nova York, ocorrida em fevereiro de 2013.

Para completar, apresento, ao final, a letra do tango, que talvez você não conheça.

Curtam esta linda música e a belíssima interpretação:

Aí vai a letra de “Por Una Cabeza”:

Por Una Cabeza

Por una cabeza de un noble potrillo

que justo en la raya afloja al llegar

y que al regresar parece decir

No olvides, hermano, vos sabés, no hay que jugar

Por una cabeza, metejón de un día

de aquella coqueta y risueña mujer

que al jurar sonriendo, el amor que esta mintiendo

quema en una hoguera todo mi querer

Por una cabeza

todas las locuras

su boca que besa

borra la tristeza

calma la amargura

Por una cabeza

si ella me olvida

qué importa perderme

mil veces la vida

para que vivir

Cuantos desengaños, por una cabeza

yo juré mil veces no vuelvo a insistir

pero si un mirar me hiere al pasar

su boca de fuego, otra vez, quiero besar

Basta de carreras, se acabó la timba

un final reñido yo no vuelvo a ver

pero si algún pingo llega a ser fija el domingo

yo me juego entero, qué le voy a hacerQuantos desenganos, por uma cabeça

Eu jurei mil vezes, não volto a insistir

Mas se o seu olhar me fere ao passar

Sua boca de fogo, outra vez quero beijar

Chega de corridas, se acabou a jogatina

Um final renhido eu não torno a ver

Mas se algum potro for garantido no domingo

Eu me jogo inteiro, que eu vou fazer?

Por uma cabeça

Todas as loucuras

Sua boca que beija

Apaga a tristeza

Acalma a amargura

Por uma cabeça

Todas as loucuras

Sua boca que beija

Apaga a tristeza

Acalma a amarguraCorrigir

Por uma cabeça

Se ela me esquece

Que me importa perder

Mil vezes a vida

Para que viver?

(Fonte – https://www.vagalume.com.br/carlos-gardel/por-una-cabeza-traducao.html).
Publicado em Filmes, Músicas | 4 Comentários

Você é aquilo que vibra. Tome consciência!

Resultado de imagem para a força da menteImagemAnima Mundhy

“se não gosta do que está recebendo, percebas o que está emitindo.”

Reproduzo publicação do site O Segredo, com o bem elaborado texto da jornalista e atriz Anieli Talon, falando sobre a força do nosso pensamento, de campo vibracional (energético), da “lei do retorno” e muitos outros aspectos importantes que afetam o nosso ânimo, comportamento e, de resto, o fluxo dos acontecimentos em nossa vida. Explora, também, o chamado campo unificado universal, do qual fazemos parte.

Na linha do que argumenta a autora do texto, concordo que a maioria de nós precisa expandir a consciência sobre essa temática e, em particular, sobre os aspectos por ela considerados. Creio que temos muito a ganhar!

Recomendo a leitura, a seguir:

“Você é aquilo que vibra. Tome consciência!

Estamos todos conectados, a todo momento, numa grande malha consciencial.

Cada ser humano é um elemento conectado a esse campo energético e mental, e só por isso somos todos um.

Não é modinha nem clichê afirmar isso, pois somos mesmo uma grande mente humana operando junto a uma consciência ainda maior e ordenada.

Dentro desse pulso cósmico, encontram-se nossos seres em contínua e eterna evolução.

Nossos pensamentos estão todos interligados, tal qual a teoria do centésimo macaco – a hipótese dos “campos mórficos”, proposta pelo biólogo inglês Rupert Sheldrake, que moldam a forma e o comportamento de todos os sistemas do mundo material.

Uma inspiração, por exemplo, pode ser resultado de uma conexão com este campo, um “insight”, uma sensação estranha ou boa também podem ser respostas dessa conectividade.

Pensando dessa forma, é possível acreditar na influência de pensamentos e ideias aos quais estamos a todo momento submetidos.

Cuidar do conteúdo mental passa a ser de uma grande responsabilidade.

Esta força que une matéria e energia é também conhecida como o campo unificado. Por meio dela ocorre também a transformação da consciência.

Gregg Braden, conhecido autor que trabalha na conexão da espiritualidade, chama isso de Matriz Divina: “A Matriz Divina é o nosso mundo. Também é cada coisa no nosso mundo. É o nós, e tudo o que amamos, odiamos, criamos e experimentamos.”

Em grandes centros e cidades é possível sentir-se mais exausto mentalmente e até fisicamente, pois somos bombardeados com uma carga maior de informações e sensações.

Além de muitas mentes operando juntas num descuido com o conteúdo mental, há também as interferências eletrônicas, que refletem diretamente no nosso organismo. Podemos sentir raiva, tristeza, angústias e medos que não são nossos. Herdamos.

Esta reação em cadeia ocorre também no aspecto positivo. E é aí que está a grande transformação.

Vibrar amor, alegria, abundância, conecta-nos  a uma onda bastante poderosa que influencia às pessoas a nossa volta.

Há mesmo pessoas que transformam ambientes, aquelas que gostamos de ficar perto, com as quais nos sentimos bem…

As ondas emitidas pelo nosso coração, por exemplo, podem radiar a quilômetros de distância e assim contagiar mais e mais pessoas com sensações positivas.

Uma forma prática e eficaz de usar o campo unificado e esta energia a qual estamos todos conectados, em favor do nosso planeta, seria gerar a paz por meio da meditação.

Segundo o físico quântico Ph.D., educador, John Hagelin, o efeito de paz e diminuição da violência que a prática coletiva da Meditação Transcendental gera, pode ser irradiada e assim afetar o comportamento das pessoas em toda a sociedade.

Você pode ser, sim, um agente transformador apenas sintonizando seu canal vibracional e auxiliando nessa carga energética. A vibração do amor têm um acesso incrível e pode ser mesmo transformadora.

Aquilo que você emite, você recebe.

Quando você emite uma carga positiva, ela vai para o todo e é refletida de volta pra você em abundância.

Existe aquela famosa frase que ratifica o raciocínio: “se não gosta do que está recebendo, percebas o que está emitindo.”

Não tem como dar errado, esta é uma lei universal, a do retorno.

Quanto mais sentimentos positivos você emitir e vibrar, mais disso irá receber. Quanto mais sentimentos negativos você vibrar, mais disso será revertido a você.

Claro que não estamos imunes aos sentimentos de raiva, medo, angústias, mas é importante buscar um entendimento emocional, codificar e entender. Inteligência emocional!

As energias da alegria, abundâncias e das bênçãos estão aí também, todas disponíveis, basta sintonizá-las e vibra-las.

Quando criamos consciência desse potencial, criamos também responsabilidade.

Podemos ser uma gota nesse oceano de consciência, mas somos uma gota transformadora, quando colaboramos com o coletivo.

Anieli Talon

Publicado em – https://osegredo.com.br/2017/05/voce-e-aquilo-que-vibra-tome-consciencia-2/

Publicado em Meditação e Espiritualidade, Motivação e crescimento humano | 2 Comentários

Um conselho simples e precioso para a vida (vídeo)!

Bela mensagem de ponderação e sabedoria trazida neste curto vídeo, com duração de apenas 1:47, pelo moçambicano Arafat Cossa. São três palavras simples, mas bastante poderosas, que servem para todas as situações pelas quais passaremos em nossa vida, seja para momentos de grande felicidade, seja também para os períodos de muita tristeza.

Vejam e tirem bom proveito desta mensagem motivadora (vídeo a seguir):

Publicado em Meditação e Espiritualidade, Motivação e crescimento humano | 2 Comentários