Heal The World – André Rieu e Orquestra – Tributo a Michael Jackson – Show!!!

Neste espaço de inspiração musical aos finais de semana, selecionei para hoje mais um vídeo exuberante do fabuloso André Rieu, violinista e regente holandês, em notável apresentação na cidade de Maastricht, com a sua Johann Strauss Orchestra, interpretando a marcante canção Heal The World, em tributo a Michael Jackson.

Temos aí mais uma demonstração de musicalidade de bom gosto, sempre associada a belos cenários, alegria, muito talento artístico e emoção, marcas das apresentações de sucesso do admirável André Rieu.

O vídeo foi publicado no YouTube pelo próprio artista, em novembro de 2019. Curta a seguir:

Publicado em Músicas | Deixe um comentário

‘Carnaval… A melhor festa dentro da maior festa do mundo’ – Crônica de Sérgio Belleza!!!

Resultado de imagem para carnaval baiano historia                                   Imagem: R7 Entretenimento

Para hoje, aqui vai uma crônica muito legal, pertinente e oportuna, que recebi diretamente do autor, o amigo e conterrâneo Sérgio Belleza, escritor, consultor e figura ímpar, ao qual sou ligado desde a infância, dos tempos da nossa juventude lá por Itaquara e Jaguaquara, no sudoeste da Bahia.

Sérgio, com invejável propriedade, dá um passeio pela história do Carnaval e, a esse pretexto, traz o foco para os festejos carnavalescos soteropolitanos, como surgiu esse incrível movimento popular, sua evolução e reinvenções, até chegar aos dias atuais, conferindo ao Carnaval de Salvador a condição de uma das maiores, mais participativas e democráticas festas populares do planeta, se não a maior delas, cujas atividades diárias vão para além de uma semana de programação ininterrupta na capital dos baianos e atraem crescente número de pessoas de fora, de outras cidades brasileiras e também do exterior.

Nesse particular, registro ter ficado muitos anos morando em outra parte do país. Ao retornar a residência para Salvador, pouco mais de três anos atrás, pude constatar a grandiosidade do que essa festa representa para a capital baiana, em termos de atividade econômica, de ocupação de emprego temporário, de modificação/adaptação de perímetros urbanos, de presença de turistas, de movimentação geral na cidade etc. E o negócio Carnaval por aqui ganhou dimensão incrivelmente consistente, o que vem assegurando expansão consecutiva e agrado geral, a cada ano. Pelo que observo nestes dias de 2020, desde os primeiros festejos que abriram a programação da temporada, com bloquinhos de rua, espalhados por diversos pontos da cidade há alguns dias, a festa carnavalesca este ano será marcante!

Bem, voltando à crônica que motivou esta postagem, vejam como tudo começou e os principais motivos que fizeram do Carnaval de Salvador um retumbante sucesso. Vale a leitura, a seguir:

“Carnaval… A melhor festa dentro da maior festa do mundo

Sérgio Belleza

A origem do Carnaval antecede a Era Cristã. Tudo começou na Itália, com o nome de Saturnálias – em homenagem a Saturno, o Tem. Com a expansão do Império Romano, as festas foram disseminadas – com bacanais inimagináveis! Será por isso que a festa se expandiu tanto?

No dialeto milanês, os italianos adotaram a palavra “Carnavale” que significa “o tempo que se tira o uso da carne”, numa espécie de abuso da carne antes da Quaresma. E o tempo passou…

Conta a “lenda” que no início do século 20, próximo ao domingo anterior à Quaresma, o baiano “entrudava” – eram brincadeiras pesadas, onde se jogava balde de água, frutas, areia, etc. Cordões, blocos e a sociedade mais despojada concentravam-se na Baixa dos Sapateiros para fazer manifestações. Os negros, mascarados, molhavam quem estivesse nas ruas, invadiam casas e todos entravam na folia. Na metade do século 18, o Entrudo passou a ser reprimido pela polícia. Nesta época, o Carnaval começou a se dividir em Carnaval de Salão e de Rua – dando no que deu!

Na década de 50 que o Carnaval começa a tomar corpo de festa popular; com foliões brincando e se divertindo atrás de carros de som – agora a “lenda” toma forma real quando uma caminhonete fubica, com alguns aparelhos de som, sai pelas ruas tocando, sem que a população entendesse muito bem o que era aquilo! Dois caras supercriativos, Adolfo Antônio (Dodô) e Osmar Macedo (Osmar), proprietários de uma oficina, decoraram uma Ford 1929, montaram uma fonte ligada a uma corrente de bateria que alimentava alguns alto-falantes, e a dupla de “malucos” saiu no domingo de Carnaval pelas ruas de Salvador arrastando milhares de pessoas. Uma placa identificava o Ford: “Dupla Elétrica”! Um dia depois, eles convidaram um amigo pra se associar à dupla, surgindo assim o “Trio Elétrico”! Aí a coisa começou a pegar…

A cada ano que passava, a festa crescia, a população estremecia e a prefeitura começou a promover concursos de rainha, de trios e de outras agremiações. O trio passou a caracterizar o Carnaval da Bahia. Ano após ano, os trios foram se profissionalizando, e até a metade dos anos 70 embora já enormes eram ainda instrumentais.

Em 1975, Caetano cantou “Atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu” e o Brasil ficou atento àquele tipo de música. Moraes Moreira, em 1978, canta pela primeira vez em cima de um trio elétrico a música “Assim pintou Moçambique – o povo foi à loucura, iniciando-se uma nova fase do Carnaval baiano.

Mas foi em 1985 que os baianos novamente se surpreenderam com uma nova modalidade de som, ritmo e dança: o Fricote de Luís Caldas fez balançar uma multidão – surgindo aí o Axé. O ritmo alucinante rapidamente se espalhou pelo Brasil. E o Carnaval baiano, que era basicamente de baianos, passou a ser de brasileiros e estrangeiros. A partir de então, novos artistas, músicas, blocos e ritmos surgiram para “infernizar mais ainda esses festeiros e loucos baianos.

O Carnaval da Bahia transformou-se em um espaço múltiplo: hoje reina na terra do Axé, a maior democracia musical do planeta, a diversidade abraçou a música afro, o samba-reggae, pagode, forró, brega, rock, sertanejo, quaisquer tipo de música são tocadas nas ruas de Salvador – não existe nada semelhante no mundo!

O conjunto da obra, tendo o trio elétrico como ator principal, passou das ruas para os blocos, dos blocos para os camarotes, são adaptações necessárias à renovação, e a criatividade vem dos pés das mulheres – antes era tênis – hoje elas usam plataformas, a elegância predomina, como diz meu amigo, Clínico Bastos.

Publicado em Educação, Sem categoria | Deixe um comentário

COMO ERAM FEITOS OS MANUSCRITOS (minidocumentário sensacional)!

Para esta quarta-feira, selecionei vídeo com minidocumentário, elaborado pelo Getty Musuem, mostrando como eram feitos os manuscritos na antiguidade.

Referida produção, que tomei conhecimento ontem, traz conteúdo primoroso, um verdadeiro resgate histórico, mostrando como se faziam as escritas, como se produziam as tintas, as penas (“canetas”), o papel utilizado, o que era o pergaminho, como era feita a encadernação, a ilustração, os adornos decorativos das publicações mais sofisticadas. Impressionante!

O vídeo, publicado no canal do YouTube Urbe CaRioca e com duração de apenas 3:54,  foi produzido/elaborado pelo Getty Museum (Los Angeles-USA), tendo sido legendado para a língua portuguesa pela Wish, segundo informado na postagem.

Um conhecimento valioso que nos leva, cada vez mais, a enaltecer o trabalho dos pioneiros, em especial das pessoas que viveram no início da civilização, notadamente em face das dificuldades e limitações, por exemplo, próprias da chamada Idade Média (entre os séculos X e XV). Curta a seguir!

Publicado em Educação, Vídeos diversos | 2 Comentários

‘Ser autêntico não é fácil, mas é atraente: como ser mais fiel a si mesmo’

Voltando hoje ao universo do Autoconhecimento e às questões comportamentais do indivíduo, em busca da nossa constante evolução, reproduzo artigo que gostei muito, publicado quatro dias atrás no blog VivaBem, a respeito de “como ser autêntico”, de “não trair a si mesmo”…

Esse tema da autenticidade é interessante, tem várias facetas, creio mesmo que não é coisa simples. Nesse meandro há ponderações que se fazem, como o excesso de franqueza, a pouca polidez no olhar dos outros, o “politicamente (socialmente) correto” e outras abordagens relacionadas. Até porque, como dito na matéria, “a autenticidade humana sempre deve tender para o bem- estar pessoal e do outro. Não adianta querer sair por aí magoando a todos em nome da autenticidade.”

Mas o fato é que a temática, sempre importante, é oportuna e enseja reflexão!

A propósito do conteúdo, chamo a especial atenção para os enfoques, que devem ser esclarecedores para muitos, de “como ser uma pessoa autêntica?”, os “benefícios da autenticidade”, complementados pelo “como incorporar a autenticidade no dia a dia?”. 

Confira o texto – clique no link abaixo:

iStock

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/02/13/ser-autentico-nao-e-facil-mas-e-mais-atraente-como-ser-fiel-a-si-mesmo.htm?utm_medium=10todaybr.20200213&utm_source=email&utm_content=article&utm_campaign=10today

Publicado em Educação, Motivação e crescimento humano, Psicologia e comportamento | Deixe um comentário

Inspiração musical: Carly Simon – Moonlight Serenade – Um show primoroso!

Para este sábado, trago como inspiração musical a cantora norte-americana Carly Simon. Ela interpreta, em belíssima apresentação, o grande sucesso Moonlight Serenade, composição de Glenn Miller e Mitchell Parish, verdadeiro clássico da música popular internacional e das “big bands”, imortalizado pela famosa orquestra de Glenn Miller, que explodiu mundo afora entre o final dos anos 1930 e início dos anos 1940.

O vídeo a seguir, publicado no YouTube pela própria artista, registra performance em show ocorrido no navio Queen Mary 2. 

Desfrute deste momento!

Publicado em Músicas | Deixe um comentário

SOBRE ACENTOS – Língua Portuguesa – Um texto criativo!!!

Comunicação e expressão www.abrecom.org Imagem: abrecom.org

Já faz bom tempo que não falo aqui sobre Comunicação e Expressão no âmbito da nossa língua materna, ou seja, a respeito de regras, estilos e “artimanhas” da nossa elaborada Língua Portuguesa. 

Por conta disso, selecionei para hoje o criativo e singelo texto, abaixo reproduzido, de Carol Pereira, publicado dias atrás no site PORTUGUÊS É LEGAL. De forma inteligente, a autora demonstra como a colocação de um simples acento ortográfico altera o sentido da palavra e do próprio contexto em que está inserida.

Uma passeio gostoso pela nossa Língua, com ênfase na acentuação. Confira:

“SOBRE ACENTOS

Um poeta escreveu “Entre doidos e doídos, prefiro não acentuar”.
Às vezes, não acentuar parece mesmo a solução.
Eu, por exemplo, prefiro a carne ao carnê.
Assim como, obviamente, prefiro o coco ao cocô.
No entanto, nem sempre a ausência do acento é favorável…
Pense no cágado, por exemplo, o ser vivo mais afetado quando alguém pensa que o acento é mera decoração.
E há outros casos, claro.
Eu não me medico; eu vou ao médico.
Quem baba não é a babá.
Você precisa ir à secretaria para falar com a secretária.
Será que a romã é de Roma?
E você, prefere ser uma pessoa vívida ou vivida?
Seus pais vêm do mesmo país?
Seria maio o mês mais apropriado para colocar um maiô?
Quem sabe mais entre a sábia e o sabiá?
O que tem a pele do Pelé?
O que há em comum entre o camelo e o camelô?
O que será que a fábrica fabrica?
E tudo que se musica vira música?
Será melhor lidar com as adversidades da conjunção “mas” ou com as más pessoas?
Será que tudo que eu valido se torna válido?
Melhor doidos que doídos?
E entre o “amem” e o “amém”, que tal os dois?
Na dúvida, com um pouquinho de contexto, garanto que o público pode entender aquilo que publico.
E paro por aqui, pois esta lista já está longa.

Fonte: http://www.portugueselegal.com.br/sobre-acentos/

Publicado em Educação, Língua portuguesa | 2 Comentários

‘Como fortalecer o sistema imunológico? ‘

Em termos do grande tema Saúde, ouvimos com bastante frequência referências ao sistema imunológico, que temos em mente como algo importante para que a pessoa esteja mais protegida contra doenças, em especial vírus e bactérias. Mas será que compreendemos bem do que se trata e, mais precisamente, como fortalecer o sistema imunológico?

Para esclarecer a respeito do assunto, reproduzo hoje este interessante artigo, publicado no site A Mente É Maravilhosa. Escrito de forma bem simplificada, você ficará sabendo o que é sistema imunológico, como ele funciona no nosso organismo, o que é a imunodeficiência, o que são doenças autoimunes e, como não poderia faltar, são feitas recomendações de hábitos, ao alcance de todos, que podem e devem ser adotados para fortalecer o sistema imunológico do indivíduo.

Creio que as informações e sugestões abaixo podem trazer dicas úteis para você. Confira!

“Como fortalecer o sistema imunológico?

Ser imune é estar protegido. O nosso sistema imunológico tem essa função: é a defesa natural que o corpo tem para lutar contra agentes nocivos, infecções e doenças. Portanto, se ele estiver enfraquecido, a capacidade de defesa do nosso corpo diminui e nos tornamos mais vulneráveis ​​a certas doenças. Neste artigo compartilharemos algumas dicas para fortalecer o sistema imunológico naturalmente.

Como o sistema imunológico funciona

As principais células do sistema imunológico são os leucócitos, ou glóbulos brancos. Assim, quando o organismo detecta uma ameaça, essas células são mobilizadas e viajam através do sangue para o foco nocivo. As suas funções são reparar o tecido que foi danificado, servir de barreira para conter a infecção e produzir substâncias que promovam a dor, os algógenos.

A inflamação é a forma que o sistema imunológico utiliza para enfrentar as infecções causadas por bactérias, fungos, vírus, protozoários ou príons. Ele detecta as partículas que são prejudiciais à saúde e, em resposta à sua invasão, reage atacando e as destruindo. A inflamação diminui apenas quando a ameaça desaparece.

Se não funcionar corretamente…

Um sistema imunológico comprometido causa muitas repercussões negativas sobre o nosso organismo. Entre eles, a imunodeficiência, que é a incapacidade do organismo de ter uma resposta imunitária efetiva. Isso faz com que a proteção natural e os mecanismos de defesa do organismo sejam menos ativos do que o normal.

Podem aparecer certas doenças autoimunes, que fazem com que o sistema imunológico ataque erroneamente as células saudáveis do próprio corpo. O organismo é incapaz de diferenciar os seus próprios tecidos dos agentes infecciosos. Como fica confuso, inflama as partes do corpo que são saudáveis. Existem mais de 80 tipos de doenças autoimunes e, embora em muitos casos as suas causas sejam desconhecidas, acredita-se que tenham um forte componente hereditário. As doenças autoimunes têm maior prevalência em mulheres.

As chaves para fortalecer o seu sistema imunológico

Assim como existem fatores internos que alteram o seu bom funcionamento, existem outros fatores externos que podem nos ajudar a fortalecê-lo. Portanto, podemos intervir e, com isso, fortalecer o nosso sistema imunológico.

Alimentação equilibrada

Uma alimentação equilibrada é o principal fator que pode nos ajudar a fortalecer o sistema imunológico. Ou seja, a nossa dieta deve se basear no consumo de todos os nutrientes de que necessitamos na medida adequada.

Gorduras monoinsaturadas (oleaginosas, salmão, atum, azeite), laticínios, proteínas, carboidratos, vitaminas, minerais e pelo menos 5 porções de frutas e vegetais. Além disso, outros nutrientes que podem complementar a sua dieta e ajudar a fortalecer o seu sistema imunológico são:

  • Vitamina E: presente nos óleos de gérmen de trigo, girassol, cártamo, milho e soja. Também nas amêndoas, amendoim e avelãs, ou vegetais de folhas verdes, como o espinafre.
  • Vitamina C: predominante em vegetais como repolho, o brócolis e frutas como a laranja, toranja, goiaba e limões.
  • Vitamina A: encontrada no leite, manteiga ou queijo cheddar. Também nos legumes, como cenouras ou repolho.
  • Ferro: encontrado nas carnes vermelhas magras, nos mariscos, fígado e ovos.
  • Zinco e selênio: encontrados na carne bovina, peru, frango, camarão, lagosta e, em geral, na maioria dos peixes. A vantagem é que esses minerais estão presentes em quase todos os alimentos que consumimos habitualmente.
Mulher comendo salada

Evite as infecções

Em muitas ocasiões, a higiene pessoal e a higiene alimentar são visíveis pela sua ausência. Ao longo do dia, colocamos as nossas mãos em muitos lugares: maçanetas, banheiros, teclado do computador… Dessa forma, os possíveis vírus ou bactérias que estão no meio ambiente podem nos afetar. Portanto, você deve lavar as mãos antes de levar qualquer coisa à sua boca. Embora pareça óbvio, muitas vezes não é comum e é uma boa maneira de prevenir infecções.

Além disso, mesmo que os alimentos passem por uma cadeia de segurança alimentar, é necessário higienizar as frutas e vegetais com água e vinagre antes de consumi-los. Do mesmo modo, é aconselhável manter carnes e peixes sob refrigeração até o momento de cozinhá-los.

Fazer atividade física

Outro hábito saudável é a prática de exercício físico durante 30 minutos pelo menos 3 vezes na semana. Esta regularidade mantém os nossos músculos ativos e ajuda a oxigenar cada célula do nosso corpo para que desempenhe melhor as suas funções.

É essencial que a atividade que realizamos implique movimentar todos os grupos musculares do corpo. Por exemplo, natação, tênis, ciclismo, corrida ou simplesmente caminhar. Todos eles favorecem a coordenação, a flexibilidade e a locomoção completa do corpo.

Mas, tenha cuidado! Assim como um estilo de vida sedentário prejudica a circulação sanguínea e promove o aparecimento de certas doenças cardiovasculares, o excesso de exercício físico pode aumentar a vulnerabilidade do seu sistema imunológico. Exceder os limites do seu próprio corpo danifica as suas defesas, porque você o leva a extremos e à exaustão. É importante avaliar esta intensidade e perceber o quanto você pode ou não pode alcançar.

Meditação e relaxamento

O estresse, a ansiedade ou a depressão podem reduzir a nossa capacidade de lidar com as adversidades. Se eles ocorrem de forma contínua, além de alterar o nosso estado mental, deterioram e enfraquecem a nossa resistência, além de favorecerem o aparecimento de doenças. Uma boa forma de fortalecer o sistema imunológico é praticar ioga, tai chi chuan, atenção plena ou meditação. Todas são técnicas de relaxamento que permitem melhorar a sua respiração e, como consequência, o equilíbrio entre a mente e o corpo.

Estamos expostos constantemente a agentes nocivos: fumaça de cigarro, poluição ambiental, poeira, aerossóis… Portanto,o fortalecimento do sistema imunológico é a melhor maneira de prevenir danos ao organismo. Se você colocar estas simples orientações em prática, o seu sistema imunológico será fortalecido e o seu corpo irá agradecer.

Fonte: https://amenteemaravilhosa.com.br/como-fortalecer-o-sistema-imunologico/

Publicado em Educação, Saúde | 2 Comentários

Michael Buble e Nelly Furtado – Música “Quando Quando Quando” – Show!

Como inspiração musical para este sábado, trago belíssimo e romântico vídeo,  mais uma vez, com Michael Buble, cantor, compositor e produtor canadense, interpretando, em dueto com a cantora Nelly Furtado, uma versão inglesa para a antiga canção italiana “Quando Quando Quando”, composta por Tony Renis, Emilio Pericoli e Alberto Testa, do Festival de Sanremo de 1962.

A gravação faz parte do álbum de Buble “It’s Time”. Além da beleza do vídeo, o arranjo, o ritmo e a interpretação ficaram primorosos, valorizando ainda mais a composição musical. Sem dúvida, uma produção muito feliz!

Curta o vídeo, publicado no YouTube por Steff Ben. A seguir:

Publicado em Músicas | 8 Comentários

Medicina e Espiritualidade: Dr Kalil entrevista o médico Álvaro Avezum (vídeo)!

Creio que muitas pessoas ainda tenham percepção limitada, e façam confusão, a respeito de ‘espiritualidade‘, razão pela qual é tema que merece estar sempre presente, para trazer boas informações, esclarecimentos e, sobretudo, para mostrar a sua importância para a humanidade. Não por acaso, já fiz diversas postagens aqui tratando de conceitos e alguns aspectos envolvendo a espiritualidade, que normalmente transita no grande universo do que denominamos de autoconhecimento.

Com grata surpresa, vi recente vídeo, publicado pelo conhecido médico Roberto Kalil Filho, cardiologista e professor, entrevistando outro médico e pesquisador, o Dr. Álvaro Avezum, a respeito de resultados recentes de estudos sobre o impacto da espiritualidade na saúde física das pessoas.

“Espiritualidade envolve a nossa maneira de reagir a situações desfavoráveis ou adversas da vida”!

Temos aí excelente contribuição, que merece ser difundida, em especial por evidenciar que a área médica vem trazendo novos paradigmas nas suas abordagens, ao reconhecer, cada vez mais, a força da espiritualidade na saúde humana, nomeadamente no campo da prevenção de doenças, conforme enfatizado. Um avanço real e significativo, na minha percepção!

Confira o vídeo, com duração de apenas 5:58, publicado no “Canal do Dr. Kalil”, no YouTube:

Publicado em Educação, Meditação e Espiritualidade, Saúde, Vídeos diversos | 3 Comentários

‘PODE CULTIVAR O ÓCIO, SIM!’ (confira esta publicação!)

Resultado de imagem para PODE CULTIVAR O ÓCIO, SIM!"

O sociólogo italiano Domenico De Masi, conhecido pelo conceito de “ócio criativo”, vem sustentando, há mais de duas décadas, que as pessoas precisam de momentos de ócio para se tornar criativas, além de uma série de outras vantagens que esses momentos de relaxamento e satisfação pessoal proporcionam.

Com o passar do tempo, essa tese ganha evidência crescente. Uma boa e mais recente compilação a esse respeito consta de excelente matéria publicada no blog VivaBem (uol.com.br), trazendo rica argumentação, baseada em algumas pesquisas, para demostrar que as pessoas precisam de tempo para fazer o que gostam, para se desligar, se desconectar etc., seja para manter a saúde física e mental nestes tempos de tanta pressão, informação e correria, seja ainda para melhorar a própria produtividade individual. Esse tempo precioso, que todos necessitamos, é o denominado ÓCIO (criativo).

Reconhecendo que pode haver interpretação equivocada quando se fala de ócio, por conta de pessoas que são ociosas por convicção e na maior parte do tempo, creio não haver mais dúvidas a respeito dessa necessidade, para uma vida saudável e plena. O desafio que se impõe, diante da realidade do mundo atual, é: como incorporar momentos de ócio na nossa rotina, nos nossos hábitos!

Veja o conteúdo (bastante didático e de agradável leitura) da referida publicação, fique mais atualizado(a) sobre o tema e tire o melhor proveito das dicas que os especialistas oferecem. Vale a pena!

Para acessar a matéria, clique no link a seguir:

https://www.uol.com.br/vivabem/reportagens-especiais/tempo-produtivo-ocio-criativo/?utm_medium=10todaybr.20200129&utm_source=email&utm_content=article&utm_campaign=10today

Publicado em Educação, O ser humano no contexto das organizações, Psicologia e comportamento, Saúde | 2 Comentários