“Ser feliz é saber aceitar o inevitável” – Bons toques de sabedoria!

Resultado de imagem para saber aceitar a vontade de deusImagem: Esboçando Ideias

“é preciso saber aceitar o inevitável, enquanto ele for uma realidade em sua vida…”

Reproduzo artigo muito bom, do escritor e coach editorial Gilberto Cabeggi, publicado em seu blog, sobre viver bem e ser feliz. Como demonstrado no texto, a sabedoria para uma vida de plenitude e felicidade requer que coloquemos nossa atenção (e energia) no que é essencial e, assim, que tenhamos a capacidade de tirar de foco as coisas insignificantes ou inevitáveis.

São aconselhamentos pertinentes que valem boa reflexão!

Leia a seguir:

“Ser feliz é saber aceitar o inevitável

“Não apresse o rio” – diz um pensamento hindu. Deixe a vida caminhar no seu próprio ritmo.

A vida tem suas próprias regras. Ninguém muda coisa alguma, se não tiver a paciência necessária para esperar o tempo certo para cada coisa. É preciso aceitar os fatos, até que seja o momento de mudá-los.

Para viver em paz durante o tempo em que a vida age processando as mudanças é preciso saber viver as coisas como elas são, enquanto elas assim forem. Em outras palavras, é preciso saber aceitar o inevitável, enquanto ele for uma realidade em sua vida…

Ser feliz é algo que vem de você aceitar que tudo o que está na sua vida hoje tem uma razão para estar ali. E vai passar, no seu devido tempo.

Daniel é um rapaz bastante interessado nos aprendizados sobre a vida. Mas naquele dia estava intrigado. Não conseguia entender como seu mestre, Jonas PahNu, vivia tão tranquilo e sereno, apesar de todas as atribulações que havia em sua vida. Não podendo se conter mais, perguntou a Jonas:

− Mestre, qual é o segredo que você guarda, que o faz estar sempre em paz?

Jonas, sem dizer uma só palavra, fez um sinal a Daniel para que o seguisse e se dirigiu para a sala de meditação. Lá chegando, apontou para uma pequena placa que estava pendurada na parede atrás de sua poltrona e disse:

− Eis o segredo de minha tranquilidade e de minha felicidade. Recebi essa placa de meu Mestre, há muito tempo. Leio essa mensagem todas as manhãs ao levantar-me e todas as noites ao deitar-me, para nunca esquecer dessas palavras.

Daniel se aproximou da pequena placa e, então, leu:

“Nesta vida, nada é por acaso. Tudo tem uma razão de ser. E mais: nesta vida tudo passa. Quando cessa a necessidade de um acontecimento em nossa vida, quando aprendemos a lição que há para nós nesse acontecimento, então ele se vai. Ele passa e dá lugar a novos acontecimentos, com novas lições de vida. A vida é um renovar constante, é uma lição contínua. Na vida tudo passa!”

Daniel sorriu, compreendendo o que Jonas lhe ensinava.

Juntos, saíram para o jardim, prontos para viver mais um dia feliz.

Assim é a vida: tudo tem uma razão de ser e uma duração limitada. As coisas boas passarão, as coisas ruins também passarão. Por isso a felicidade vem do bom senso de aceitar o inevitável, com a paciência necessária para esperar que tudo passe.

Não se trata de cruzar os braços e esperar que a solução das suas angústias caia do céu. Trata-se de adotar uma postura de não lutar contra o que não lhe é possível mudar. E concentrar seus esforços naquilo que você pode realizar.

A partir do momento que paramos de gastar energia lutando contra o inevitável – e damos à vida o tempo necessário para resolver os problemas –, passamos a criar as condições para transformar a nossa vida em algo melhor. Passamos também a ver com mais clareza onde usar essa energia economizada, por não nos lamentarmos tanto. Tudo começa a ter uma perspectiva melhor e isso favorece a felicidade.

Seja mais feliz, aprendendo as lições de cada acontecimento, esperando com confiança e fé e tendo a tranquilidade de saber que “Tudo passa após cumprido o seu propósito em sua vida”.

Pense sobre isso! “

Fonte: https://gilbertocabeggi.com.br/2016/12/23/ser-feliz-e-saber-aceitar-o-inevitavel/#comment-113

Anúncios
Publicado em Motivação e crescimento humano | 4 Comentários

As maravilhas do abacate que podem turbinar a sua saúde!

Volto hoje a falar sobre saúde, um dos pilares da longevidade e do bem viver. Mais precisamente, dou destaque para as propriedades e os benefícios do abacate, com novas informações a partir de diversas – e mais recentes – pesquisas, que servem para atualizar postagem feita aqui em 30/9/2014 (https://obemviver.blog.br/2014/09/30/saude-as-maravilhas-do-abacate-boas-noticias/). Como as notícias são cada vez melhores, quero mantê-los atualizados!

Primeiramente, devo dizer que há um ano inclui o consumo do abacate na minha dieta, com uso praticamente diário, logo pelo manhã. Os resultados de exames, por conta de checkup anual ora concluído, mostram que estou incorporando ganhos à saúde física. Também pudera. O abacate contém significativa concentração de gorduras saudáveis, carboidratos e proteínas, associadas a diversos tipos de vitaminas e ainda a minerais como potássio, cálcio e ferro. Releva destacar que essa composição gordurosa traz pouco teor de açúcar e é facilmente digerida.

Como preparar e consumir?

São muito variadas as possibilidades para o consumo do abacate. Citaria o uso em saladas, em pastas, em creme para sobremesa e, especialmente, como iguaria para ocasiões diversas, do que se destaca o já popular “guacamole”, de origem mexicana, que se degusta com tortilhas de milho. Independentemente dessas opções e de muitas outras, tenho a minha maneira preferida, que adoto como ritual de desjejum. Antes de iniciar a prática de atividade física e de tomar o café da manhã propriamente dito, faço a ingestão de coquetel, preparado na hora, com cerca de 100 a 150 gramas de abacate, cortado em cubos. Tempero com o sumo de meio limão, adiciono um pouco de mel, aveia em flocos finos e rego tudo com iogurte natural ou de fruta (alterno frequentemente para variar o sabor). Além de nutritivo, refrescante e delicioso, fornece boa parte da energia de que necessito para as atividades diárias. Fica aí a dica!

Vamos ao que mais interessa

Mas o que verdadeiramente importa, e por isso a minha motivação para fazer este post, é o impressionante conjunto de propriedades contidas no abacate e sua contribuição para a boa saúde. A esse respeito, vou reproduzir matéria atual e muito rica, do dia 8 passado, publicada no site Tudo Por Email, fazendo referência a 10 benefícios do abacate para a saúde, com base em publicações internacionais, citadas ao final. Realmente, temos à nossa disposição uma verdadeira maravilha, cuja eficácia vem sendo cada vez mais estudada e comprovada. Aliás, não é por acaso que os povos das Américas, desde as colonizações maias e astecas, no geral fazem uso regular dessa fruta, inclusive durante as refeições principais.

Leia a seguir, fique informado e… saúde pra você!!! 

“10 Incríveis benefícios do abacate para a saúde

Macio, cremoso e muito saboroso, o abacate é um alimento muito versátil que pode ser utilizado no preparo de diversos pratos. Pode ser em uma sobremesa, salada, recheio de sanduíche e até mesmo uma sopa. Seu sabor único e textura inigualável o colocam à frente de muitas frutas, além dos enormes benefícios que pode proporcionar à saúde, se incluídos regularmente em nossa alimentação.

benefícios do abacate

Vários estudos mostraram que os diversos nutrientes contidos no abacate turbinam a saúde, portanto, veja aqui 10 motivos para incluir esse poderoso alimento na sua alimentação semanal, acompanhados de dados médicos e científicos que só reforçam as maravilhas dessa fruta incrível.

1. São Repletos de Vitaminas e Nutrientes

benefícios do abacate

Os abacates são extremamente nutritivos e contêm uma enorme quantidade de nutrientes que incluem mais de 20 tipos de vitaminas e mineiras. Uma pequena quantia de 100 gramas oferece:

– 26% da quantidade diária necessária de vitamina K, importante para a saúde dos ossos e do coração;
– 20% da quantidade diária necessária de ácido fólico, essencial para a formação de células sanguíneas na medula óssea;
– 17% da quantidade diária necessária de vitamina C, que fortalece o sistema imunológico, o coração, a pele e os olhos;
– 14% da quantidade diária necessária de vitamina B5, que ajuda a combater alergias, além de outros benefícios;
– 13% da quantidade diária necessária de vitamina B6, que melhora diversos sistemas do organismo, incluindo o de imunidade, circulatório, digestivo, nervoso e muscular; e
– 10% da quantidade diária necessária de vitamina E, que atua na saúde da pele e dos olhos.
Além disso, também tem, em menores quantidades, minerais como magnésio, manganês, ferro, zinco, fósforo e a vitamina A. O abacate é uma fonte de diversas vitaminas e nutrientes essenciais!

2. Contém Gorduras Saudáveis

benefícios do abacate

O abacate é um dos alimentos naturais mais gordurosos do planeta, mas isso não significa que faz mal, pelo contrário. Nosso organismo precisa de uma quantidade de gordura saudável para funcionar adequadamente e o abacate é rico em gorduras poli-insaturadas, que ajudam a diminuir os níveis de colesterol no sangue e os riscos de doenças cardíacas. São ricos em ácido oleico, um ácido graxo essencial que tem os mesmos benefícios do azeite de oliva.

3. Melhora a Visão

benefícios do abacate

Os abacates são ricos em antioxidantes, dentre eles, dois nutrientes chamados luteína e Zeaxantina, essenciais para a saúde dos olhos. Estudos mostraram que eles reduzem de forma significativa o risco de adquirir catarata, além de proteger contra a degeneração macular, uma das causas mais comuns de problemas e perda de visão, muito comum em pessoas acima de 65 anos. …

Leia a publicação na íntegra e conheça os demais benefícios do abacate: http://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=7231

Publicado em Saúde | 5 Comentários

Inspiração musical – Diana Krall interpretando a bela Night And Day!

Como inspiração musical para este sábado, volto com a excelente cantora e pianista canadense Diana Krall. No seu estilo jazzístico inconfundível e mundialmente apreciado, o vídeo de hoje mostra Diana interpretando a canção Night and Day, um clássico de Cole Porter, dos anos 1930, em apresentação ao vivo.

Temos, mais uma vez, a alta qualidade musical da artista e do grupo que lhe acompanha. Curta – e relaxe – com esta agradável versão para uma música que faz sucesso há mais de 70 anos!

O vídeo está disponível no YouTube. A seguir: 

Publicado em Músicas | 1 Comentário

“Cinco lições que os chimpanzés podem nos dar sobre política” (muito interessante)!

Este artigo, publicado recentemente no portal eletrônico da BBC Brasil, traz abordagem a princípio curiosa e, na essência, muito interessante, com ensinamentos para os humanos a respeito de liderança e política a partir da observação de comportamentos de chimpanzés, em um zoológico. O artigo foi inspirado no livro A Política dos Chimpanzés, de Frans de Waal.

Vale a pena a leitura. Confira a seguir:

“Cinco lições que os chimpanzés podem nos dar sobre política

Chimpanzé fazendo gesto com a bocaGETTY IMAGES – O que os políticos podem aprender com os chimpanzés?

No final dos anos 70, um drama político de que poucos se inteiraram se desenrolou na Holanda.

Yeroom era líder de uma comunidade e, depois de ficar no poder por muito tempo, tentaram derrubá-lo.

A liderança dele, cada vez mais autocrática, estimulou um jovem e ambicioso rival a reunir a seu redor um grupo de simpatizantes.

À medida que Yeroom perdia seguidores e a confiança em si mesmo, o jovem rival se sentia cada vez mais fortalecido politicamente. Ele então ofereceu ao velho líder um cargo na nova administração.

Yeroom aceitou. Mas, em segredo, formou uma aliança com outro jovem, Niki, com quem planejou derrubar o novo líder.

Niki assumiu o poder, mas quem verdadeiramente seguiu no comando da comunidade foi o hábil e experiente Yeroom.

Mas toda essa disputa política, com maquinações e estratégias de poder, ocorreu num zoológico. Seus protagonistas: chimpanzés.

Grupo de chimpanzésDireito de imagem GETTY IMAGES
Assim como os seres humanos, chimpanzés gostam de viver em grupos, elegem lideranças e formam coalizões

A trajetória de ascensão e queda de Niki foi descrita no livro A Política dos Chimpanzés, de Frans de Waal, primatólogo holandês, professor da Universidade Emory e diretor do Centro Nacional de Investigação de Primatas em Atlanta, nos Estados Unidos.

O enredo da história demonstra que as manobras políticas desses animais conversam bastante com o mundo humano.

Com base nisso, há cinco lições importantes que os chimpanzés, nossos parentes mais próximos no mundo animal, podem ensinar sobre política:

1. Mantenha seus amigos por perto e seus inimigos, mais perto ainda

Esses primatas extremamente inteligentes vivem em grupos sociais de cerca de 50 membros. Assim como os humanos, os grupos deles têm uma hierarquia própria, o que inclui líderes.

E, da mesma forma como os humanos, os chimpanzés têm um enorme desejo por poder.

“Os grupos são dominados por machos. Os machos dominam as fêmeas e entre esses machos há uma luta para que um se destaque como o macho principal”, explicou à BBC o professor Frans de Waal.

Político falando ao públicoDireito de imagemGETTY IMAGES
Image captionO poder é algo que atrai tanto humanos quanto chimpanzés

“Isso é o que se conhece como sede por poder. Lutam para ocupar uma posição mais alta e para obter certos benefícios, como alimentos e fêmeas. Em alguns casos, surgem machos que permanecem como ‘machos alfa’ por até 12 anos.”

É verdade que a disputa pela posição de macho alfa envolve certo grau de força física, mas os animais que alcançam o topo da hierarquia são, também, muito políticos.

“A força é medida pela quantidade de indivíduos que te apoiam e pela quantidade de amigos que tem dentro da política do grupo, porque um só indivíduo não pode controlar toda uma comunidade”, explicou à BBC a pesquisadora Alison Cronin, diretora do Monkey World, em Somerset, Inglaterra, o maior santuário de primatas fora da África.

2. Quando estabelecer alianças, escolha alguém mais fraco e não mais forte que você

Um chimpanzé que quer ascender ao posto mais alto precisa de amigos, de aliados e, sobretudo, de uma estratégia.

Como explica Frans de Waal, os primatas formam coalizões de conveniência, que mudam continuamente.

“Se temos um grupo com três machos e um deles é extremamente forte, os outros dois tenderão a se aliar contra o mais forte. Eles sabem que, caso se unam ao macho mais forte, acabarão convertidos em um acessório de poder.”

ChimpanzésDireito de imagemGETTY IMAGES
Os políticos velhos buscam sucessores entre os jovens. O obejtivo é manter a esfera de poder, ainda que não esteja mais oficialmente numa posição de liderança

“Por outro lado, se um deles se une a um macho tão fraco quanto ele, então formará uma aliança que será essencial para a coalizão”, explica o especialista.

E é assim que se formam as coalizões de partidos políticos criados por humanos, conforme disse à BBC Simon Hix, professor de ciência política da London School of Economics and Political Science (LSE), do Reino Unido.

“Por exemplo, se temos três partidos em um parlamento, um grande e dois pequenos, a coalizão mais óbvia seria a do partido grande com um dos pequenos.”

“Mas previsões mostram que é mais vantajoso que dois partidos pequenos se unam, se juntos puderem garantir mais de 50% dos votos, porque, neste caso, poderão dividir o poder entre si.”

PeõesDireito de imagemGETTY IMAGES
Na política, os partidos mais fracos tentam se unir para fazer frente aos maiores. No mundo dos chimpanzés, ocorre algo parecido

“Se um dos partidos pequenos formasse a coalizão com o partido grande, este dominaria o pequeno e teria muito poder em suas mãos”, completa o professor.

Os chimpanzés também adotam outras estratégias políticas muito similares as dos humanos.

“Quando um macho idoso deixa de ter condições de continuar como macho alfa, ele começa a procurar e a preparar um macho jovem para ser o futuro líder. E esse macho pode terminar se tornando o novo macho alfa”, diz Waal.

“Também vemos isso ocorrer com seres humanos, com todos esses políticos velhos que continuam tendo enorme influência sobre um partido.”

E Hix acrescenta: “Na política democrática, vemos que muitas vezes o líder de um partido nem sempre é a pessoa com mais poder dentro desse partido. (Uma pessoa) É líder de um partido durante pouco tempo, enquanto as figuras políticas poderosas se mantêm no partido durante 15 ou 20 anos”.

O professor explica que são esses políticos poderosos que, na prática, conduzem as legendas. “Não querem à frente do partido alguém que possa ser mais poderoso que eles”.

3. É bom que te temam, mas melhor que te estimem

Para os primatas, sejam chimpanzés ou humanos, a perspicácia política é que determina, no fim das contas, quem tem poder.

“Há muitos livros empresariais que dizem que, para ser um ‘macho alfa’, você não deve deixar que ninguém imponha a sua vontade. ‘Dê um golpe na cabeça deles para que saibam quem manda, se assegure que sabem quem é o chefe, etc., etc.'”, comenta Frans de Waal.

“Mas está demonstrado que os melhores machos alfa nas comunidades de chimpanzés não são necessariamente os agressivos e baderneiros, nem os machos maiores e mais fortes.”

Segundo Frans de Waal, o mais importante é ter “simpatizantes” e mantê-los contentes. “Para isso é preciso ser diplomático. Os verdadeiros chimpanzés apoiam as vítimas depois de uma briga, as abraçam e acalmam.”

“E essa também é a tarefa dos líderes nas sociedades humanas. Os verdadeiros líderes são os que vão aos locais onde ocorreram desastres, como terremotos, para oferecer apoio ao seu povo.”

4. É bom que te estimem, mas é melhor ainda se você for capaz de distribuir prêmios

Os líderes querem o apoio das massas. Assim como os políticos estão atrás de votos, os líderes chimpanzés querem ser apreciados e capazes de distribuir benefícios para sustentar esse apoio.

Chimpanzé abraça filhoteDireito de imagemGETTY IMAGES
Chimpanzés líderes distribuem afeto, ainda que não seja genuíno

“Outra coisa que fazem é coletar comida para compartilhar com seus simpatizantes. (Toshisada) Nishida, cientista japonês que estudou um chimpanzé que foi macho alfa por 12 anos, descobriu que ele juntava carne e selecionava simpatizantes para compartilhá-la com eles. Em resumo, estabeleceu todo um sistema de subornos pelo qual obtinha vantagens a seu favor”, cita Frans de Wall.

“Eles brincam com os filhotes das fêmeas. Em geral, não estão interessados nesses filhotes, mas beijam os bebês, assim como os políticos humanos.”

5. Ameaças externas podem reforçar seu apoio (se elas realmente existirem)

Assim como explica Michael Bang Peterson, professor de psicologia política evolutiva da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, “quando pensamos em política, muitas vezes acreditamos que se trata de algo complicado”.

“Mas a política na verdade trata de questões básicas sobre como nos relacionamos com os outros, quem são nossos amigos, quem são nossos inimigos, o que é bom ou ruim, quem merece ou não nossa ajuda”, diz.

Assim como os humanos, os chimpanzés se veem envoltos em conflitos violentos com grupos rivais.

Chimpanzé dando a mão a um humanoDireito de imagemGETTY IMAGES
Em termos políticos, humanos e chimpanzés compartilham muitos códigos de conduta

“Os chimpanzés são intensamente territorialistas e defendem seu espaço organizando grupos de patrulha, com machos de olho em possíveis ameaças externas ou em indivíduos que possam tentar invadir seu território”, explica Alison Cronin, do Monkey World.

“E eles conduzem essas patrulhas de perímetro de noite e de manhã”, diz.

Quando se veem ameaçados por um agente externo, os grupos de primatas se unem e esquecem as dissidências internas.

Existe um conceito usado na ciência política que reflete essa conduta nos humanos, “o efeito da união ante a bandeira”, quando uma ameaça externa inesperada reforça o apoio a um governo. Um exemplo: a resposta aos ataques de 11 de Setembro de 2001, nos Estados Unidos.

Fontehttp://www.bbc.com/portuguese/geral-42220953

Publicado em Educação, Liderança, Livros e leitura, O ser humano no contexto das organizações | Deixe um comentário

Lições do empresário Jack Ma para a mudança e a ação!

Resultado de imagem para entrar em ação Imagem – Novo Equilíbrio

Na linha da postagem “você pode realizar seus próprios milagres”, da última segunda-feira, trago hoje mais pensamentos do genial empresário (e multimilionário) chinês Jack Ma, algumas vezes já mencionado aqui no blog. Desta feita, ele reforça a importância (para qualquer um) de entrar em ação, mudar e fazer acontecer, ao invés de ficar esperando pelos outros, pelas oportunidades… A argumentação se baseia em suas experiências sobre mentalidade, em especial ao observar pessoas que ele considera de “mente pobre”.

Vale a pena ler e atentar para o texto que reproduzo a seguir, publicado no sítio eletrônico do jornal Paraná Centro. Uma lição pertinente e pragmática. Confira:

“As lições de Jack Ma

Jack Ma é o fundador da empresa *Alibaba Group*, dona do site com o mesmo nome que, certamente, você conhece. Seu patrimônio estimado supera 30 bilhões de dólares. Talvez algumas de suas afirmações interessem a você.

Ele disse numa de suas entrevistas que é impossível agradar às mentes pobres e contou porque, baseado em suas experiências sobre a reação desse tipo de mentalidade. Veja quais são os argumentos:

– Dê- lhes algo de graça e vão pensar que é uma armadilha;

– Diga que é preciso um pequeno investimento e dirão que não ganham muito;

– Convide-os para investir em suas mentes e respondem que o farão quando tiverem dinheiro;

– Convide-os para investir em algo grande e dirão que não têm dinheiro;

– Convide-os para experimentar coisas novas e dirão que não sabem como fazer isso;

– Convide-os para fazer um negócio tradicional e dirão que é difícil de fazer;

– Diga que é um novo modelo de negócio e dirão que é uma farsa;

– Diga para que administrem uma loja e dirão que não há liberdade nisso;

– Diga para iniciarem um novo negócio e dirão que não tem experiência.

Os pobres (de mente) falham devido a um comportamento comum: sua vida inteira, resume-se em esperar e esperar. Esperar um emprego melhor, esperar a oportunidade certa, esperar ganhar na loteria, esperar o companheiro ideal, esperar mudar de casa, esperar mudar de cidade, esperar o mundo mudar.

O mundo não muda. Você muda!

Nota:

Jack Ma levou sete anos para completar o ensino fundamental. Na sua cidade natal, Hangzhou, havia apenas um ensino médio, com duração de só um ano. Outras cidades não o aceitaram como aluno, pela sua educação falha. Ele também tentou entrar em uma universidade chinesa por três vezes. Inscreveu-se em Harvard 10 vezes, apenas para ser rejeitado em todas as ocasiões. Ao final, pensou: “um dia, eu deveria dar aula aí”. E estava certo. Desde o sucesso do seu comércio eletrônico, já deu várias palestras na renovada universidade.

Além de ser rejeitado 10 vezes por Harvard. Procurou emprego na famosa rede de frango frito KFC e também foi rejeitado. Graças a isso, hoje é um dos homens mais ricos do mundo.

FONTE(S): COLABORAÇÃO – SIDNEI BAVATI FRAGA

Publicado em – https://jornal.paranacentro.com.br/noticia/21433/as-licoes-de-jack-ma

Publicado em Educação, Motivação e crescimento humano, O ser humano no contexto das organizações | Deixe um comentário

Inspirações da Consciência – Apenas dois minutos para você refletir sobre o essencial (vídeo)!

“Sua confiança na vida será uma afronta aos covardes”!

Dando continuidade às publicações que tenho feito aqui no blog, com certa frequência, para estimular reflexões sobre autoconhecimento e espiritualidade, trago hoje um pequeno vídeo, preciso e importante, com a médica, palestrante e escritora Mabel Cristina Dias, falando sobre um aspecto essencial que deve nortear a existência de cada um de nós: o nosso papel aqui no planeta terra!

Estamos tratando de algo que é crucial para a nossa evolução. Sem a consciência a esse respeito, sem leveza e bons propósitos não há sentido no viver e nunca haverá felicidade autêntica.

O texto e narrativa trazidos pela doutora Mabel é um chamamento suave e ao mesmo tempo firme e instigante. Mais do que tudo, é inspirador: “Fique apenas com o essencial. O essencial é o que cabe no coração”.

Este vídeo “Inspirações da Consciência” (disponível no YouTube), de apenas dois minutinhos, lhe fará muito bem. Pare um pouco, escute e reflita sobre a mensagem!

 A seguir:

Publicado em Meditação e Espiritualidade, Motivação e crescimento humano | 2 Comentários

VOCÊ PODE REALIZAR SEUS PRÓPRIOS MILAGRES!

Que tal começarmos a semana refletindo sobre algo que possuímos, mas que nem sempre ativamos adequadamente na nossa mente, que é a nossa capacidade (ou poder) de realização e de fazer as coisas acontecerem, mesmo aquelas “impossíveis”?

Sabemos que muita gente, por razões psicológicas diversas, quase sempre prefere depender de outras pessoas e circunstâncias externas ao invés de buscar construir a sua própria jornada para a realização e sucesso, assim como de procurar a superação para as dificuldades e adversidades. Presente essa constatação, é importante nos questionarmos de vez em quando sobre isso, conferindo como está a nossa mentalidade (o mindset), se estamos fazendo o nosso “dever de casa” com relação às mudanças necessárias, se adotamos o protagonismo nas nossas atitudes cotidianas, próprio de quem é dono do seu destino, de quem faz acontecer, entra em ação, investe e se doa para fazer a diferença e, mais ainda, que não espera pela sorte, pelo outro, por milagres…

Essa reflexão nos remete a alguns princípios, ou premissas essenciais, como a de que nós temos talento e o poder de fazer muito – e sempre mais! Para tanto, precisamos, fundamentalmente, colocar o pensamento e a nossa energia em ação efetiva, com foco, determinação e, de preferência, com método, para facilitar o alcance dos resultados, evitar dispersão, desperdícios e desânimo, e assim ampliarmos as chances de êxito com relação aos planos que almejamos para a vida.

Nessa linha, recomendo a leitura do livro VOCÊ PODE REALIZAR SEUS PRÓPRIOS MILAGRES – As 12 grandes riquezas da vida estão ao seu alcance!, de Napoleon Hill, finalmente lançado este ano no Brasil, pela editora CITADEL, cuja obra original (You can work your own miracles), de 1971, é um retumbante sucesso editorial pelo mundo.

Foto 1 - Você Pode Realizar Seus Próprios Milagres

Napoleon Hill (1883 – 1970) foi um famoso e premiado escritor norte-americano, na área de realização pessoal, que se notabilizou pela sua famosa Lei do Triunfo, tendo sido um dos homens mais influentes do século passado. Nesse livro, são apresentados ingredientes fundamentais para que se tenha o domínio da própria mente e, dentro de uma lógica estruturada e testada, possa o leitor realizar mais facilmente os seus planos, realizar seus desejos e alcançar sucesso. Recomendo a leitura dessa publicação. Pode lhe trazer grande ajuda!

Por fim, para instigá-lo ainda mais a esse respeito, veja este pequeno trecho do filme Todo Poderoso, com duração de apenas 1:27, que foi publicado no YouTube, anos atrás, por Claudio Rodrigues Neto. Veja, reflita… e seja um milagre!

Publicado em Livros e leitura, Motivação e crescimento humano, Vídeos diversos | Deixe um comentário

Marcos Valle e Zélia Duncan – ‘Preciso Aprender A Ser Só’ – Que maravilha!!!

A inspiração musical para este fim de semana vem como um resgate, uma viagem no tempo, com uma das mais belas composições da MPB, que tanto curti décadas atrás, na minha juventude e iniciações musicais, especialmente quando pegava gosto pelo violão e pelos acordes dissonantes que foram a marca do período da chamada Bossa Nova. Estou falando da excepcional canção Preciso Aprender A Ser Só, composta pela premiada dupla Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle (cariocas e irmãos), no final dos anos 1960. E para uma composição desse nível, nada melhor do que uma interpretação à altura!

Selecionei vídeo, abaixo, mostrando um encontro de rara felicidade, com Marcos Valle e Zélia Duncan, em que nos apresentam uma roupagem mais do que especial para essa memorável canção.

Claro que a perfeição não existe, mas ela ficou muito próxima com essa composição musical e, agora, com esta interpretação primorosa. Um momento quase sublime, puramente acústico, de altíssima qualidade…. Sem palavras!

Desejo que você curta o vídeo, mate saudade, se já conhecia a canção, ou então, para os mais jovens, que descubram essa maravilha musical. Produções como essas precisam seguir por aí como semeadura para trazer novas e boas inspirações para a música brasileira!

O vídeo, disponível no YouTube, foi publicado por “cubebossanova”. Pare um pouquinho e assista – a seguir:

Publicado em Músicas | 3 Comentários

A longevidade segue avançando e promovendo transformações!

As pessoas estão vivendo cada vez mais. Todas as evidências à vista – e as tendências para o futuro – indicam que a longevidade seguirá em expansão. Temos aí, portanto, algo a ser comemorado nos dias de hoje, um prêmio extra que ganhamos ano após ano, e que não pode ser desperdiçado!

Isso é resultado de um conjunto de fatores, entre os quais destaco o avanço da tecnologia a serviço da saúde humana, com melhores mecanismos de diagnóstico, prevenção e utilização de terapias menos agressivas, ao que se associa a crescente conscientização das pessoas quanto à importância da boa alimentação, da prática de atividades físicas regulares e do autoconhecimento, além, por óbvio, das pesquisas científicas que avançam, com celeridade, pelo mundo.

Constatações mais do que evidentes

A esse respeito, as notícias não param de chegar. Meses atrás, fiquei surpreso ao saber que no Brasil, país considerado de população jovem, as pessoas centenárias já somariam cerca de 32 mil, segundo dados do IBGE, apurados em 2013. 

E tem mais. Dados da última PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgados pelo IBGE, relativos a 2016, repercutidos em publicação do Jornal ESTADÃO, no último dia 27, trouxeram informações ainda mais reveladoras acerca do fenômeno da longevidade. Veja este destaque:

Entre 2012 e 2016, enquanto a população brasileira total cresceu 3,5% (totaliza, agora 205,5 milhões de pessoas), a população de idosos (pessoas com 60 anos ou mais) aumentou 16,1%, correspondendo a 29,6 milhões, ou seja, quase 30 milhões de pessoas.

Aliás, estima-se que, até 2050, essa faixa etária (população brasileira acima de 60 anos) supere a casa dos 60 milhões. 

E quem vem acompanhando as pesquisas e os investimentos voltados para o prolongamento da vida humana, em condições positivas, com saúde e autonomia, sabe que muito mais está por vir. Aliás, o Dr Laurent Alexandre, na sua sensacional e impactante palestra “O Recuo da Morte”, feita para o TED, em 2012, já antecipava esse panorama que agora vamos percebendo com maior clareza, graças aos avanços da nanotecnologia, da biomedicina, da bioengenharia, que segundo ele levariam pessoas a viver até mil anos, considerando indivíduos que já nasceram. Ou seja, esse futuro estaria mais perto do que se poderia imaginar anteriormente.

Nesse sentido, quero dar ênfase para o bem elaborado e abrangente Ensaio, publicado no site “www.publico.com”, no dia 19 passado, com o título Quanto pagaria para ter mais tempo de vida saudável? . Segundo o texto, seguem avançadas, e a todo vapor, as pesquisas que são conduzidas por estudiosos de ponta, incluindo geneticistas, com o propósito de interromper o processo de envelhecimento. Ou seja, “o sonho de parar o envelhecimento passou da ficção para a ciência”.

Para tanto, estão em curso estudos científicos avançados, partindo dos humanos e animais mais longevos, com manipulações genéticas que objetivam atrasar a morte e os sintomas de envelhecimento. Além dos estudos com cromossomos/DNA, as pesquisas incluem medicamentos especiais e dietas personalizadas (redução calórica) que visam enganar o corpo “simulando jejum”, e ainda experiencias com transfusão de sangue de pessoas jovens. São muitas possibilidades. Tudo isso, ressalte-se, contando com significativos aportes de recursos financeiros. Há muitos atores envolvidos nas pesquisas, incluindo organizações de peso como Google e Amazon, apenas para citar as mais famosas (ver link da matéria na íntegra, ao final).

Com 65 você é visto como jovem

Para completar esse cenário a respeito do aumento da longevidade e da sucessiva quebra de paradigmas sobre idade e envelhecimento, foi noticiado que a Organização Mundial da Saúde está revendo a classificação das faixas etárias da população, já considerando que as pessoas até 65 anos seriam consideradas jovens e que a faixa do idoso começaria a partir dos 80. É óbvio que estamos falando de referenciais genéricos, sem força legal, mas que não podem ser desconhecidos. Existem várias notícias (publicações) sobre isso, que podem ser encontradas em sites de busca pela Internet.

Todas essas informações evidenciam que, no geral, estamos vivendo mais, independentemente de situações individuais (específicas) e, claro, das realidades que diferenciam as nações mais ricas daquelas, por exemplo, ainda em desenvolvimento. Salvo acidentes de percurso, você vai viver mais e deverá ter um envelhecimento igualmente mais saudável, em comparação com os seus antepassados. O que cabe a cada um de nós é aumentar o nível de consciência a respeito dessa realidade, nos preparar com a maior antecedência para desfrutar de um bom processo de envelhecimento prolongado e curtir, desfrutando o prêmio de uma vida que será cada vez mais longeva.

Como se preparar para o segundo (grande) tempo da vida?

E não custa lembrar que é exatamente sobre isso – buscando orientar  e inspirar o leitor para que se prepare o quanto antes, elabore um bom projeto de vida e aproveite o viver mais com qualidade, disposição, autonomia, satisfação e sabedoria – que trata o livro LONGEVIDADE – Como se preparar para uma vida longa e bem-sucedida, Editora Novo Século/figurati.

O livro, já lançado nacionalmente, pode ser adquirido nas principais livrarias do país e também pela Internet, nos sites das lojas virtuais como saraiva.com.br, gruponovoseculo.com.br, amazon.com.br, americanas.com.br, submarino.com.br, entre outras.

Leia, tire o melhor proveito e depois me conte. Ficarei grato pelos seus  comentários!

Fonte das matérias referenciadas: 

http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,mudancas-e-responsabilidades,70002098208

https://www.publico.pt/2017/11/19/ciencia/ensaio/parar-o-envelhecimento-o-sonho-que-saltou-da-ficcao-para-a-ciencia-1790189

https://en.brilio.net/news/65-years-old-is-still-young-65-years-old-is-still-young-1601205.html.

Publicado em Livros e leitura, Motivação e crescimento humano, Saúde | 10 Comentários

4 DICAS PARA SE TORNAR UMA PESSOA MAIS PRODUTIVA

Muita gente gostaria de ser mais produtiva, de conseguir ser organizada e concluir as ações que começa, de dar conta dos inúmeros afazeres etc. Claro que isso incomoda e pode ser determinante para o insucesso de negócios, de carreiras etc. Não é à toa que essa carência dá motivo a uma das mais frequentes demandas de quem procura o auxílio de um personal ou executive coach.

Vale ressaltar que esse não é um problema a ser enfrentado apenas nos ambientes do trabalho formal. No geral, se aplica até mesmo, ou principalmente, para quem quer produzir na própria residência, hoje mais comum do que antes, nos chamados home offices

Diante dessa realidade, é sempre bom estar atento para dicas sobre organização pessoal, sobre planejamento do dia a dia e que objetivam contribuir para a melhoria do nosso desempenho e consequente entrega de resultados. Para esse fim, a revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios trouxe publicação com quatro dicas interessantes. Apesar de simples e curtas, essas dicas podem lhe ser úteis. E o grande segredo, no particular, é eliminar (ou ao menos minimizar) os possíveis pontos de distração, os chamados fatores de dispersão de foco. Veja a reprodução do texto, a seguir:

“4 DICAS PARA SE TORNAR UMA PESSOA MAIS PRODUTIVA

Coach norte-americano dá instruções para quem quer fugir das distrações e focar nas atividades do trabalho

computador; produtividade (Foto: ThinkStock)Especialista dá dicas para aumentar a produtividade (Foto: ThinkStock)

Distrações, falta de organização e foco são alguns dos motivos que causam a falta de produtividade, um problema que pode arruinar os negócios de qualquer empreendedor.

Para ajudar quem sofre com esse problema, o coach e escritor norte-americano Jack Canfield publicou na Enterpreneur dicas para se tornar uma pessoa produtiva.

Confira a seguir uma lista feita com base nesse conteúdo:

Limpe sua bagunça
Projetos incompletos podem te deixar para baixo e acabar com a energia que você precisa para alcançar seus objetivos. Essas pendências também te atrapalham a focar no que você realmente precisa fazer. Faça uma lista com todas as tarefas que ainda não concluiu e determine prazos para finalizá-las. Assim, você ficará livre para se concentrar no que realmente interessa no momento.

Reserve dias para “ter foco”
De acordo com Canfield, pessoas de sucesso costumam reservar dias para focar em atividades que estão relacionadas aos seus objetivos. Durante os “dias de foco” você deverá gastar ao menos 80% do seu tempo em atividades e interações com pessoas que estejam de alguma maneira ligadas ao seu negócio.

Aprenda a dizer não
Sabendo dizer não a convites, propostas e distrações que não contribuam para que você atinja seus objetivos, você poderá usar seu tempo em atividades que realmente te ajudem a alcançar suas metas.  Canfield sugere, que além de uma lista de tarefas, as pessoas devem fazer também uma lista com coisas que elas não devem perder tempo.

Faça meditação
Segundo Canfield, a meditação irá te ajudar a limpar sua mente. Assim, você conseguirá tomar as melhores decisões e poderá focar em resolver seus maiores problemas. Além disso, essa atividade te ajudará a prestar mais atenção ao mundo ao seu redor, o que te contribuirá para que você se torne uma pessoa mais criativa.

Fontehttp://revistapegn.globo.com/Empreendedorismo/noticia/2017/11/4-dicas-para-se-tornar-uma-pessoa-mais-produtiva.html

Publicado em O ser humano no contexto das organizações | Deixe um comentário