Como praticar o DESAPEGO – uma reflexão sempre essencial!

Quadro desapego no Elo7 | Frases Soltas (E3E2A0)
elo7.com.br

Se há um campo do comportamento que, na minha percepção, sempre oferece oportunidade para boas reflexões e aprendizados é do chamado “desapego”. Saber desapegar, acredito, é um dos aspectos importantes e, ao mesmo tempo, (muito) desafiadores para os humanos, ou para grande parte das pessoas.

Essa capacidade, na medida e na hora certas, fazem mundo bem, não tenho dúvida. Até porque desapegar, na sua acepção positiva, significa deixar fluir, estar mais leve, viver sem as amarras dos medos, ainda que o processo possa ser doloroso. E em muitas situações, para não nos esquecermos, o ato de desapegar oportuniza novas possibilidades, em sentido amplo.  

Acontece que desapegar de pessoas e coisas, aí incluídos relacionamentos afetivos e o próprio trabalho que vem assumindo sem sentir realização, desestabiliza muita gente, evoca medos, dúvidas, até certa paralisia (aceitação pelo princípio do menor esforço), levando a adoecimentos.

A esse pretexto, o notável guru indiano Osho (1931 – 1990), de forma bem mais incisiva, assegura, ao iniciar o texto O Desapego, a ele atribuído: “O amor é a única libertação do apego. Quando você ama tudo, não está preso a nada.”

Romper vínculos envolve muitas variáveis, por certo. Nesse contexto, precisamos refletir e estar sempre atentos aos nossos apegos, a tudo o que vamos acumulando, mantendo e tolerando com o passar do tempo. Encontrar um ponto de equilíbrio a esse respeito é fundamental e, convenhamos, um constante desafio.

Bem, sobre o tema e algumas das suas variáveis, faço referência mais destacada, hoje, ao bem interessante artigo, de texto relativamente enxuto, com o título “Relações, objetos: como praticar o desapego quando algo já não serve mais”, publicado ontem no blog VivaBem, escrito com base em opiniões de alguns especialistas da psicologia.

Para a leitura, clique no link abaixo. Gostei!

Publicado em Educação, Meditação e Espiritualidade, Motivação e crescimento humano, Psicologia e comportamento | Marcado com | Deixe um comentário

“6 Coisas que dizem muito sobre as pessoas”: dicas importantes!

Ter a capacidade de fazer julgamentos mais consistentes a respeito de outra pessoa, desde os primeiros contatos, mediante a simples observação de alguns detalhes sobre o perfil comportamental e as emoções que ela deixa transparecer, acredito ser uma habilidade importante para todos nós, por diversos motivos.

Claro, isso não é coisa simples, como sabemos, pois a inteligência humana permite que o indivíduo dissimule, apresente várias facetas, use máscaras distintas conforme o seu interesse etc. Faz parte da complexidade humana, por certo!

Mas existem dicas de simples observações que podem facilitar essa compreensão em relação ao outro. Seriam aspectos para ficarmos atentos e focalizarmos com maior cuidado.

É sobre isso, ou mais precisamente sobre “6 dicas psicológicas para você tentar ler melhor as emoções das pessoas”, que trata o recente vídeo abaixo, muito legal pelo conteúdo e pela apresentação bem ilustrada, do canal didatics”, que foi publicado no YouTube dia 9 deste mês.

Referidas dicas, que podem trazer reais utilidades para você, seja por interesses pessoais ou profissionais, tratam dos seguintes grupos de aspectos observáveis: 1) linguagem corporal; 2) mídias sociais; 3) roupas; 4) músicas; 5) nível de empatia; e 6) contato visual.

Confira:

Publicado em Educação, O ser humano no contexto das organizações, Psicologia e comportamento, Vídeos diversos | 4 Comentários

Sábado e música: Sensacional cover com a banda HSCC – “Shake Your Body” (The Jackson 5)!!!

Para trazer um pouco de ânimo neste sábado pós carnaval, que não houve, por conta da pandemia, selecionei novo vídeo com a excelente banda australiana HSCC (The Hindley Street Country Club), que apresentei aqui no blog em 5 de setembro passado.

Esse grupo musical vem agradando mais e mais, a cada dia, pela elevada qualidade dos seus arranjos, performances e produções para canções internacionais que fizeram grande sucesso. O HSCC está consolidando a sua trajetória como uma “banda cover” muito legal, ao interpretar variados estilos musicais, como Jazz, Soul, Blues, Balada e Rock Pop.

No vídeo, que você verá a seguir, a banda interpreta o conhecido sucesso “Shake Your Body”, do grupo The Jackson 5, música composta por Randy Jackson e Michael Jackson, lançada em 1978, tendo no vocal a HSCC ‘BAD GIRLS’, trio formado pelas sensuais Pina Del Re, Nikki Heuskes e Kat Jade.

O vídeo é recente, tendo sido publicado no YouTube dia 14 de janeiro. Em um mês e pouco já supera 1,1 milhão de visualizações.

Curta:

Publicado em Sem categoria | Marcado com , , | 6 Comentários

“10 erros que precisam ser evitados ao praticar caminhada”: fique de olho!

Voltando a falar sobre Saúde (sempre na visão da saúde integral: corpo-mente-espírito), um dos temas bem presentes por aqui, vamos dar destaque para a prática da caminhada, modalidade de atividade física mais popular e acessível, cujos benefícios são reiteradamente evidenciados por pesquisadores e especialistas ao redor do mundo.

Já que gostamos (precisamos) de caminhar, é conveniente atentarmos para pequenos detalhes, evitando alguns erros que podem comprometer o desempenho e até causar lesões.

Sobre isso, repercuto matéria hoje publicada no blog Pitacos e Achados (reprodução abaixo), a meu ver muito interessante e útil, focalizando 10 erros que você não deve cometer ao caminhar.

Vale atentar para as boas dicas apresentados. Confira!

“10 erros que precisam ser evitados ao praticar caminhada

Caminhar é uma das formas de exercício mais populares do mundo. Afinal, não é apenas simples e eficaz, é também uma das maneiras mais seguras de melhorar sua saúde. Um dos maiores benefícios de caminhar é que é facilmente acessível a quase todos. Além disso, é uma atividade econômica e de baixo impacto e você pode fazer isso em quase qualquer lugar. Apenas alguns minutos de caminhada fazem bem à saúde e ao humor.

Dito isso, embora caminhar seja uma atividade relativamente fácil, ainda é importante seguir as técnicas adequadas ao fazê-lo. Andar de maneira incorreta pode causar perda de esforço ou até mesmo lesões. Erros de caminhada são mais comuns do que você imagina e, portanto, é importante estar ciente deles. Não deixe que esses erros o impeçam de obter todos os benefícios deste exercício. Aqui está alguns erros comuns de caminhada que as pessoas cometem e como você pode corrigi-los.

1. Usar os calçados inadequados

Escolher o par de calçados certo antes de começar a caminhar é de grande importância. Muitas vezes as pessoas usam sapatos que não são do tamanho correto ou simplesmente pegam tênis porque são bonitos ou tênis para outras práticas esportivas. No entanto, você deve observar que os calçados de caminhada devem ser leves e flexíveis, ao mesmo tempo que fornecem suporte e amortecimento. Se as solas dos seus tênis de caminhada forem rígidas, você não conseguirá dobrá-las enquanto caminha e isso deixará seus pés desconfortáveis.

Além disso, se seus tênis têm mais de um ou dois anos, é provável que seu amortecimento e suporte já tenham se degradado. Idealmente, você deve substituir seus calçados a cada 804km caminhados. Além disso, nem é preciso dizer que você não deve usar calçados muito pequenos ou muito grandes. O uso de calçados mal ajustados ao caminhar pode causar bolhas de fricção, compressão na planta dos pés e dor generalizada nos pés.

Procure um calçado com sola bem acolchoada, leve e respirável. Também deve ser resistente à água. Você pode facilmente encontrar bons modelos projetados para caminhadas nas boas casas do ramo.

2. Dar passos muito largos

Enquanto tentamos andar mais rápido, tendemos a alongar nossos passos. No entanto, dar passos muito largos significa que você está esticando o pé para a frente, levando a uma postura de caminhar desajeitada. Estender a perna muito para frente pode fazer você perder o equilíbrio. Além disso, como você está colocando seu pé muito longe, está quase restringindo o movimento do pé toda vez que o pousa no chão. Essa força extra aplicada nos pés e nas pernas pode causar dores nas canelas.

A principal força de sua caminhada vem de empurrar com a perna e o pé de trás. Portanto, você deve se concentrar em dar passos mais curtos e rápidos se precisar andar rápido. Isso garantirá que sua coluna esteja reta e em alinhamento adequado e não causará estresse extra nas costas ou quadris.

3. Andar apesar de ter uma lesão

Não é uma ideia sábia continuar andando se você tiver algum tipo de lesão ou dor em qualquer um dos pés. Mesmo que a dor seja leve ou algo que você sinta que pode ser ignorado, o que não percebemos é que somos vulneráveis ​​a fraturas por estresse ou outras lesões ao caminhar. Por exemplo, você pode sentir alguma dor ou desconforto na panturrilha ou nas coxas, mas decide se esforçar porque leu que caminhar é benéfico para você. Isso só o colocaria em risco de um potencial ferimento.

Especialistas em condicionamento físico sugerem que geralmente devemos começar com uma caminhada que possamos completar confortavelmente e somente depois de nos acostumarmos com a rotina por algumas semanas devemos aumentar nossa distância e tempo. Se você ficou inativo principalmente nos últimos meses, deve começar devagar para reduzir o risco de lesões.

Se você sentir algum tipo de dor nos pés, tornozelos, pernas ou quadris, ou se estiver tendo problemas para caminhar, consulte um médico primeiro, em vez de simplesmente forçar a dor.

4. Escolher o mesmo trajeto todos os dias

Você costuma ficar entediado enquanto caminha? A sua mente divaga e você perde o foco enquanto caminha? Então, talvez o problema seja o seu caminho. Escolher o mesmo caminho para caminhar todos os dias pode deixá-lo entediado ou perder o interesse no processo.

Quando você vê os mesmos lugares em sua rota de caminhada regularmente, subconscientemente você pode se sentir como se estivesse preso em uma rotina. Eventualmente, você pode até desistir do exercício. Portanto, seria bom se você pudesse alterar a rota de vez em quando para manter as coisas interessantes. Além disso, também será benéfico para o seu humor e motivação. Experimente e continue alternando entre pistas desertas perto de sua área ou alguns parques com orlas para sua rota de caminhada de vez em quando para manter seu interesse em caminhar com tranquilidade.

5. Caminhar com a postura curvada

Muitas pessoas desenvolvem uma postura curvada por ficarem sentadas em uma mesa ou na frente de um computador o dia todo. Essa postura também pode ocorrer ao caminhar. Uma boa postura para caminhar permite que você respire bem e também o ajuda a andar mais rápido e por mais tempo.

A postura correta para caminhar é manter o queixo erguido e certificar-se de que ele esteja paralelo ao solo. Seus olhos devem estar voltados para a frente e focar na rua. Enquanto isso, seus ombros devem estar baixos e relaxados. Ao caminhar, pise levemente os pés do calcanhar aos dedos do pé e balance os braços com naturalidade e liberdade.

6. Focar-se apenas nos movimentos da cintura para baixo

Caminhar não deve envolver apenas a parte inferior do corpo. Sim, seus pés, tornozelos e pernas o empurram para a frente, mas a parte superior do corpo, especialmente o núcleo, é igualmente importante. Músculos centrais fortes e ativados durante a caminhada aliviam um pouco a pressão de seus pés e dedos. Isso também minimizará o risco de lesões por uso excessivo que afetam os músculos, nervos, ligamentos e tendões.

Ao caminhar, incline o tronco ligeiramente para a frente para manter os músculos centrais ocupados. Você também deve puxar o umbigo em direção à coluna, mas certifique-se de não segurar os músculos. 

7. Balançar os braços demais

Embora seja importante usar os braços ao caminhar, é igualmente vital não balançá-los muito ou de maneira muito exagerada. Muitos acham que o movimento intensos do braço dará ao corpo um impulso extra durante a caminhada. Isso não é bem verdade. Enquanto você está caminhando, cada braço tende a se mover naturalmente com o movimento da perna oposta.

No entanto, o movimento não deve ser tão exagerado a ponto de seu tronco se mover para frente e para trás de forma irregular e instável. Relaxe os braços e deixe-os mover-se naturalmente, mantendo os cotovelos próximos ao corpo. Esse movimento não apenas parecerá menos bobo, mas também permitirá que você se concentre na força da perna de trás sem desperdiçar o movimento na frente do corpo.

8. Caminhando sem muita intensidade

Caminhar não precisa ser uma sessão de treino intensa. No entanto, se você pretende caminhar com a intenção de perder peso ou aumentar sua capacidade cardíaca, então não pode ser de intensidade muito baixa. Para maximizar os benefícios de sua caminhada para a saúde, uma rotina de caminhada de intensidade moderada seria apropriada para a maioria das faixas etárias. De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, EUA), o intervalo para atividades de intensidade moderada é de 1,8 a 2,5km por hora. No entanto, você deve escolher seu ritmo de acordo com seus níveis de condicionamento. Geralmente, 100 passos por minuto para adultos com menos de 60 anos devem ser suficientes.

9. Não beber água suficiente

É essencial manter-se hidratado ao caminhar. Portanto, você não deve cometer o erro de não beber água suficiente antes, durante e depois da atividade. Em primeiro lugar, certifique-se de que bebe um copo de água de hora a hora ao longo do dia. Isso irá garantir que você esteja hidratado quando estiver começando. Em seguida, beba um copo d’água 10 minutos antes de sua caminhada. Durante a caminhada, você deve beber um copo d’água a cada 20 minutos ou quando sentir sede. Depois de terminar sua rotina de caminhada, beba um copo d’água também. A chave é equilibrar a hidratação adequada com o excesso de hidratação. Lembre-se, porém, de evitar beber qualquer bebida com cafeína antes de caminhar. Eles farão você perder líquidos e sentir mais sede. Se você caminhar por duas horas ou mais, leve uma bebida esportiva de reposição de eletrólitos com você.

10. Não alongar antes e depois

Os novos caminhantes geralmente tendem a evitar qualquer exercício de alongamento após terminar sua rotina principal. Isso, entretanto, é um erro. Seus músculos e tendões precisam relaxar quando a rotina de caminhada é concluída, ou então eles podem ficar tensos. Quanto mais você envelhece, mais importante é alongar-se após cada rotina de exercícios. Um alongamento suave ao terminar a caminhada deve ser suficiente. Dê às suas pernas, especialmente às panturrilhas, um treino decente. Não exagere, no entanto. Os alongamentos não devem doer ou causar desconforto.

Dê chutes lentos para trás, em pé, por cerca de 2-3 minutos. Dobre lentamente na cintura com os joelhos ligeiramente flexionados e dobre para a frente. Mantenha cada alongamento por 10-20 segundos. Para obter ajuda com seu equilíbrio, use uma cadeira ou uma parede. Compartilhe esta postagem com outras pessoas que possam considerá-la útil. “

Confira a publicação original em: https://pitacoseachados.com/2021/02/18/10-erros-que-precisam-ser-evitados-ao-praticar-caminhada/comment-page-1/?unapproved=31013&moderation-hash=36148a88957cd116006aa7e44b87e5d0#comment-31013

Publicado em Educação, Saúde | Marcado com , , | Deixe um comentário

A Escola da ESPERANÇA da professora ÉRICA, de 12 anos – vídeo emocionante!

Recebi esse vídeo ontem e fiquei sensibilizado. Como pode uma garota de apenas 12 anos, a Érica, sem recursos materiais e financeiros, vivendo em total limitação, de família muito humilde, abraçar um propósito tão nobre, o de criar uma escolinha para amparar, ensinar, motivar e contribuir para a realização de sonhos de outras tantas crianças!

Da reportagem, impressionam o desprendimento, o entusiasmo e a forma determinada com que se apresenta essa menina maranhense, do município de Coelho Neto. Seguramente, trata-se de um ser iluminado, com mentalidade bastante evoluída para a sua idade, uma verdadeira mensageira de causas nobres, que veio ao mundo para fazer a diferença pelo bem.

Observei, ao buscar o vídeo, a seguir, que já foi criado link para vaquinha virtual, destinado a arrecadar ajudas financeiras voltadas para essa bela iniciativa. O link é: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/vakinha-da-esperanca-vakinha-da-esperanca

Portanto, não deixe de conferir essa historinha. Precisamos reverberar iniciativas assim, por significar a mais pura prática do amor fraternal, da bondade, da vontade de ajudar ao próximo, cujo exemplo também contribui para um renovar de esperanças!

O vídeo foi postado no YouTube, dia 20 de dezembro passado, no canal Neyara Pinheiro. Confira:

Publicado em Ações sociais e humanitárias, Educação, Motivação e crescimento humano, Vídeos diversos | Marcado com , , , | 6 Comentários

A sopa e os seus encantos – uma primorosa alegoria, por Dulce Delgado!

Desde a minha infância, no interior, até hoje, são poucos os dias na semana que não faço uso de alguma sopa como principal alimento à noite. É um hábito familiar que vem de gerações anteriores e que, na minha cabeça, une o útil ao agradável, seja pela possibilidade de variações de sabores, no geral agradáveis, seja pelo inquestionável valor nutritivo do alimento. No meu caso, para dar ainda mais aceitação a esse caldo, ou creme, que chamamos de sopa, reside a constatação de que os familiares que cultivam esse hábito apresentam, na sua grande maioria, boa condição de saúde e vida longa.

Para nós, o sucesso da sopa é tão evidente que, mesmo em se tratando de um alimento que é servido em temperatura de morna a quente, consegue ter o seu consumo mantido em região de clima tropical e nos dias mais quentes do ano. Da minha vivência, asseguro ser essa a realidade predominante nas diversas cidades baianas em que residi ou, também, naquelas outras em que mantenho interação com parentes e amigos. Para muitos essa constatação pode parecer incompreensível, creio. Mas aí está realçado, no mundo real, o vigor dos hábitos culturais, cujas manifestações também se expressam pelos costumes alimentares!

Todo esse preâmbulo é para trazer um primor de alegoria (reflexões, divagações…) a respeito desse tradicional tipo de alimento, no texto “a sopa”, de autoria da portuguesa Dulce Delgado, publicado ontem em seu blog discretamente. Aprecio as postagens trazidas nesse blog já faz bom tempo, por focalizar, com grande frequência, pequenos detalhes da natureza e do cotidiano, com notável sensibilidade!

Finalmente, sobre as “beldroegas”, referidas no texto, cabe esclarecer que se trata de planta herbácea (Portulaca oleracea) da família das portulacáceas, de talos grossos e suculentos, folhas carnosas e arredondadas e flores amarelas, usada na alimentação e rica em ácido salicílico, entre outras ditas propriedades. É uma planta rasteira, também considerada erva daninha, de acordo com informações disponíveis na internet.

Vale a leitura – veja transcrição a seguir:

“a sopa

Sob o meu olhar descansava uma consistente e bem quente sopa com vários legumes; e em mim habitava o tempo e a disponibilidade para deixar o pensamento divagar ao ritmo lento do seu arrefecimento…e do vapor que teimava em embaciar-me os óculos!

Naturalmente fui levada pelos meandros da palavra sopa, seja pelas histórias lidas e vividas, memórias guardadas ou pelo imaginário que sempre nos habita…

……o primeiro pensamento levou-me a um tempo inimaginável para a mente humana e à teoria da Sopa primordial, aquela eventual mistura de compostos orgânicos que poderá ter estado na origem da vida que habita este nosso planeta. Enfim, um assunto demasiado complexo… que logo foi levado pelo vapor…

……lembrei as sopas/refeições altruístas que tantas instituições distribuem diariamente pelos mais desfavorecidos, um pouco à semelhança das antigas Sopas do Sidónio ou dos pobres, uma doação estabelecida em Portugal durante a 1ª Guerra Mundial pelo interino e controverso presidente Sidónio Pais;

……mergulhei nas Sopas de letras, seja naquele passatempo que é um verdadeiro jogo de escondidas entre o olhar e um mar de letras na busca de determinadas palavras… seja naquela Sopa de letrinhas da minha infância, em que pacientemente se tentava escrever na borda do prato algumas palavras com esse tipo de massa;

……continuei pela minha infância/juventude e lembrei as sopas da minha mãe, sempre deliciosas, especialmente a Sopa de belgroegas que eu tanto gostava ou, no calor do Verão, a sua Sopa Fria, semelhante ao gaspacho, mas não triturada;

……imaginei estar a passear/almoçar na zona de Almeirim, no Ribatejo, e numa colherada mágica apanhar a pedra que a tradicional, robusta e excelente Sopa de Pedra dessa região costuma incluir;

……viajei aos dias em que ainda faço uma Sopa alentejana, encimada pelo ovo escalfado e cheirando deliciosamente a coentros. E depois, por oposição…

……um pensamento menos prosaico trouxe-me à modernidade e às pouco saudáveis sopas instantâneas que habitam as prateleiras dos supermercados… e que há muito não entram em minha casa!

Porém, já prestes a acabar de a comer…ainda surgiu o pensamento de que uma sopa também pode ser doce e ter poesia…

……é o caso da Sopa dourada, um doce conventual confecionado com imensos ovos e ainda mais açúcar que está presente em muitas mesas de Natal do meu país…

…..ou da poética e tão portuguesa Sopa do mar, uma abrangente e deliciosa sopa com gosto a ondas e cheiro a maresia!

Entretanto…terminei-a. E estava excelente!

Fonte: https://discretamente.wordpress.com/2021/02/14/a-sopa/

Publicado em Educação, Saúde | 4 Comentários

Sábado e música: ARPI ALTO canta Moon River – Uma delícia de vídeo!!!

Para este sábado, selecionei como inspiração musical um vídeo delicioso, de bela sonoridade e verdadeiro acalanto para a nossa alma, com a jovem cantora Arpi Alto (na verdade Arpi Petrosyan), uma armênia de 29 anos, cuja fisionomia lembra a atriz Julia Roberts. A esse respeito, já foi esclarecido inexistir qualquer grau de parentesco com a norte-americana, apesar de informações equivocadas que andaram circularam pela internet.

Interessante registrar que essa formosa cantora, além da sua bonita, doce e bem colocada voz, vem demonstrando muita versatilidade musical, ao interpretar canções de estilos diversos, incluindo alguns conhecidos sucessos da bossa nova brasileira, a exemplo de Garota de Ipanema e Mas que Nada.

Vale apreciar esta apresentação intimista (link do vídeo abaixo), com marcante arranjo e interpretação da imortal canção Moon River, composta por Henry Mancini e Johnny Mercer, em 1961, que ficou mundialmente conhecida ao ganhar o Óscar de melhor canção original, em 1962, com o filme Brakfast at Tiffany’s, interpretada pela atriz Audrey Hepburn.

Na gravação, cujo vídeo foi publicado pela artista sete meses atrás, também se destaca o impecável acompanhamento do guitarrista Alexander Hakobyan.

Curta!!!

Publicado em Músicas | Marcado com , | 7 Comentários

“15 profissões em alta no Brasil” – fique por dentro!

Como informação, seja para reorientação de foco e de carreira, para atualização de competências etc., ou seja por mera curiosidade, é bom saber como está a demanda por profissionais no mercado de trabalho, em especial nestes tempos de muitas e rápidas transformações.

Sobre isso, reproduzo interessante matéria publicada no portal cnnbrasil.com.br, no último dia 5, mostrando as 15 profissões em alta aqui em nosso país, segundo o LinkedIn. As demandas por profissionais especializados nas áreas de saúde (muito óbvio, em tempos de pandemia), além de tecnologia e de marketing/vendas, que também seguem aquecidas, integram esse ranking.

Confira:

Médico especialista
Médico especialista
Foto: National Cancer Institute / Unsplash

A pandemia do novo coronavírus fez com que aumentasse a contratação de médicos e enfermeiros em todo o Brasil. A procura por profissionais especializados é até maior do que de generalistas, segundo um levantamento feito pelo LinkedIn. Para se ter ideia, no ano passado, houve aumento de 820% nas contratações de enfermeiros de terapia intensiva.

Não é por um acaso que a categoria de médicos especialistas lidera o ranking de profissões em alta em 2021, de acordo com a rede social. As localidades com maior número de contratações são São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Na segunda colocação, está a área de tecnologia. A maior procura é por engenheiro(a) de software, desenvolvedor(a) de backend, desenvolvedor(a) de jogos, desenvolvedor(a) de frontend, consultor(a) de design de produto, designer de interface do usuário, desenvolvedor(a) de web e analista de segurança cibernética. De acordo com o LinkedIn, 20% das contratações foram para funções remotas — ou seja, essa parcela dos profissionais trabalha em home office.

Profissões em alta em 2021

Ranking         Profissão

1                      Médicos especializados

2                      Cargos em tecnologia

3                      Farmacêuticos e pesquisadores

4                      Cargos em vendas e desenvolvimento de negócios

5                      Especialistas em e-commerce

6                      Profissionais autônomos de conteúdo digital

7                      Especialistas em marketing digital

8                      Profissionais de finanças

9                      Telemarketing

10                    Cargos de apoio a saúde

11                    Serviços criativos

12                    Análises de dados

13                    Cargos de sucesso de clientes

14                    Profissionais do setor de varejo

15                    Especialistas em saúde mental

Fonte: LinkedIn

Fechando o pódio está a categoria de farmacêuticos e pesquisadores. De acordo com o levantamento realizado pelo LinkedIn, as principais competências solicitadas por grandes organizações de pesquisa, como o Instituto Butantan, IQVIA e PRA Health Sciences — que, alías, estão entre as empresas que mais contrataram em 2020 — são monitoramento clínico, boas práticas clínicas (BPC), boas práticas de laboratório (BPL), pesquisa clínica, bioquímica, hematologia e 5S.

Vendas e mídia

Em meio a uma crise mundial, saber se adaptar às constantes mudanças é essencial. Por isso, os cargos de vendas e desenvolvimento de negócios ocupam o quarto lugar do ranking de empregos em alta. A busca por profissionais capacitados em negociação, gestão comercial e pré-venda está aumentando. Outros como, planejador de negócios e gestão de vendar também estão em destaque. 

As contratações no setor de telemarketing cresceram 67% em 2020 e atraíram a força de trabalho mais jovem do Brasil, com idade média de 21 anos. As principais localidades foram São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba.

As vendas no mundo online também demandam cada vez mais profissionais. As empresas começaram a contratar mais especialistas em e-commerce para liderar cargos de logística e marketing digital. O domínio em produtos SAP, operação de depósito, controle de estoque e gerenciamento de categoria de suprimentos estão entre os mais procurados, segundo a plataforma. 

Além do comércio, o setor de mídia cresceu muito na internet durante a pandemia. Com isso, muitos YouTubers e podcasters enxergaram mais uma oportunidade para divulgar seu conteúdo on-line e ganharem visibilidade. Com a expansão, o ramo obteve um aumento de 74% nas contratações de 2020. Por isso, as experiências em podcasts, YouTube e edição de vídeo têm sido essenciais nos currículos. 

Nesse mesmo sentido, marketing digital e gestão de mídias digitais têm sido cada vez mais importante. Essa categoria atraiu um grupo demográfico mais jovem, com idade média de 24 anos, e 60% do total das contratações de 2020 foram de mulheres.

Cargos de apoio à saúde e às finanças

Com a turbulência na economia e a incerteza nos mercados financeiros, não é de se surpreender que a experiência dos profissionais financeiros, de consultores a executivos, tenha sido muito procurada em 2020. As principais competências são serviços bancários, negociação, planejamento de negócios, investimentos, finanças corporativas, mercado de capitais e análise financeira.

Já a categoria de apoio à saúde teve um crescimento de 64% nas contratações, com cargos como balconista de farmácia e encarregado médico com a maior demanda. As principais competências são experiência em farmácia e com medicamentos, funções de recepcionista, atendimento ao paciente, análises clínicas e gestão de saúde.

*Com supervisão de André Jankavski e Natália Flach

Fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/business/2021/02/05/confira-15-profissoes-em-alta-para-2021-segundo-o-linkedin?utm_medium=10todaybr.20210209&utm_source=email&utm_content=article&utm_campaign=10today

Publicado em O ser humano no contexto das organizações | Marcado com , | Deixe um comentário

COMO TER FOCO: Inteligente resumo animado do livro “A Única Coisa” (vídeo) !

O vídeo em destaque tem muito a ver com estratégia que contribui para levar ao desenvolvimento pessoal e profissional e, por consequência, para que a pessoa possa alcançar o sucesso almejado. Saber se concentrar naquilo que vai fazer a diferença, que vai lhe realizar, é o grande diferencial. Esse atributo é chamado de foco.

Com foco você vence a perigosa força chamada de procrastinação, melhora a sua produtividade e, com isso, passa a se sentir naturalmente mais motivado.

E por falar nisso, em mais um vídeo que gostei bastante, produzido com animação que facilita a compreensão do argumento, o canal (YouTube) IlustradaMente elaborou inteligente resumo do livro “A Única Coisa”, de Gary Keller e Jay Papasan, lançado em 2012.

Ainda que os pontos sintetizados no livro possam não trazer, isoladamente, novidade para o leitor, o que faz a diferença, por certo, é colocar essa lógica comportamental em prática, com autoconvencimento e disciplina.

O vídeo que não é novo, pois foi publicado em abril de 2017, em nada perdeu o seu valor, em razão de oferecer um conteúdo seguramente atemporal. Duração de apenas 6:44!

Confira a seguir:

Publicado em Educação, Livros e leitura, Motivação e crescimento humano, Psicologia e comportamento, Vídeos diversos | Marcado com , , , | 6 Comentários

Sábado e música: Daniel Boaventura – You’ll Never Find Another Love Like Mine (Ao Vivo) !!!

Para inspiração musical neste fim de semana, trago (pela segunda vez) o excelente Daniel Boaventura, ator e cantor brasileiro que vem angariando crescente sucesso no Brasil e no exterior, pelo seu talento artístico e por interpretar, em diversos idiomas, composições musicais que marcaram época.

No vídeo que selecionei para hoje, Daniel interpreta a conhecida “You’ll Never Find Another Love Like Mine”, composta por Leon Huff e Kenny Galmble, lançada em 1976 por Lou Rawls.

Uma bela voz e muita versatilidade, embaladas por uma rica orquestração, marca já registrada nos shows desse artista!

Curta a seguir (o vídeo está publicado no YouTube, canal Daniel Boaventura):

Publicado em Músicas | Marcado com | 3 Comentários