Tempo de reflexão: “Páscoa, COVID-19 e o Renascimento Psicológico” !

Para hoje, a pretexto da Semana Santa – tradição do calendário Cristão para reverenciar a crucificação e morte de Jesus Cristo e, ainda, para celebrar a sua ressureição -, vou repercutir um texto interessante, que acabo de ler e que nos convida a refletir.

Trata-se da crônica “Páscoa, COVID-19 e o Renascimento Psicológico”, escrita pela psicóloga Arlete Salante, publicada ontem no site “administradores”.

O texto pondera sobre formas de valorizarmos a nossa existência neste tempo de vida corpórea, que é finito, ante as muitas possibilidades de mortes e de renascimentos psicológicos que também nos ocorrem, de maneira que não percamos de vista a nossa essência e, em suma, busquemos nos tornar verdadeiramente valorosos estando por aqui.

Reflexões assim, estimulantes, são muito bem-vindas em tempo de Páscoa e, mais ainda, trazem luz diante de tudo o que estamos vivenciando. Leia a seguir:

“Páscoa, COVID-19 e o Renascimento Psicológico

Páscoa, COVID-19 e o Renascimento Psicológico

Feliz Páscoa! Que seja valorosa a sua passagem por esta vida!

O termo Páscoa se originou do latim pascha que, por sua vez, deriva do hebraico pessach / pesach, que significa ‘a passagem’.

Cada ser humano tem na sua passagem terrena os ciclos de vida e de morte e também os seus renascimentos. A passagem de Cristo e a ressurreição para a vida eterna também nos servem como uma metáfora da vida física e psicológica.

Nascemos, morremos, renascemos e, diante da pandemia, mais do que nunca precisamos ter esta compreensão dos processos da vida psicológica. Morremos quando nos aprisionamos em formas de vida que levam à estagnação, à perda da nossa capacidade criativa. Renascemos quando mudamos, quando atualizamos a nossa forma de ver o mundo, quando estamos juntos ao nosso ser, sendo fiéis a nossa verdadeira e autêntica identidade.

Estamos diante do invisível e desconhecido, uma vez que a ação do vírus é individualizada, ou seja, cada pessoa é impactada biologicamente de forma diferente e os efeitos são complexos.

Os impactos negativos na saúde mental têm sido altos. Mas não é só isso que a pandemia traz. Muitas pessoas têm amadurecido seus projetos e sonhos como efeito deste período de crise e isolamento.

A finitude é compreendida e vivida de forma particular, individualizada por cada pessoa. Conforme o nível de amadurecimento, nos abrimos para compreensões superiores e evoluímos diante da experiência dolorosa ou, por angústia, medos e inseguranças, abandonamos a vida e, assim, perdemos a oportunidade de amadurecer.

Percebermos o quanto a vida é breve e também frágil, fazendo com que a valorizemos mais. Ao menos para quem é inteligente, a questão da existência é importante, diz o Prof. Antonio Meneghetti.

Como você pode viver o renascimento psicológico? Não há uma receita pronta. Mas a dica que eu posso te dar é ser humilde e avaliar como está a sua vida.

Pergunte-se se a sua passagem por esta vida está agregando valor às pessoas. Pergunte-se o que você precisa aprimorar na sua forma de ser e o quanto está satisfeito com a pessoa que você se tornou.

Feliz Páscoa!

Que seja valorosa a sua passagem por esta vida!

Psicóloga Arlete Salante

Fonte: https://administradores.com.br/artigos/p%C3%A1scoa-covid-19-e-o-renascimento-psicol%C3%B3gico

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir ao próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (levar música ao vivo para casas de idosos é uma das frentes de atuação, iniciada em 2007), além de assegurar espaços na agenda para o exercício do autoconhecimento e para a meditação, no caminho da evolução pessoal permanente . Gosto de ler, de aprender coisas novas, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Meditação e Espiritualidade, Motivação e crescimento humano, Psicologia e comportamento. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Tempo de reflexão: “Páscoa, COVID-19 e o Renascimento Psicológico” !

  1. Gg disse:

    Maravilhosa crônica, que nos brindou com excelente leitura. Falando-se um.pouco do seu entorno, entendo que, psicologicamente, poderíamos colocar as pessoas em duas posiçoes ou duas situações : Frente à vida e frente à morte. Nesta, quando se veem vencidas e abatidas pela ausência de quaisquer perspectivas, tal qual o sol poente, quando triste e melancolicamente se põe no ocaso, enquanto frente aquela, que é a vida, processa-se o renascimento das pessoas não apenas na busca, quanto na realização de múltiplas missões, sem perda do seu olhar em novas manhãs, como complemento dos seus sonhos. Forte abraço, amigo, com justos Parabéns pelo seu compromisso com a cultura.

    • JCDattoli disse:

      Olá, estimada Gg, muito legal a sua forma de traduzir os momentos psicológicos da vida física do indivíduo nessas duas perspectivas, que trazem ânimos, expectativas e emoções bastante distintos, por certo. Muito grato pelo gentil comentário e também incentivo!
      Abraço

  2. claudio vieira disse:

    Clovis, bom dia !
    Saudações pascoais !
    lendo agora, 05.04.21, seu post sobre a Passagem, que agradeço a lembrança. Retornando ao trabalho, sempre perguntamos aos colegas como foi a Pascoa, etc. chocolates, coelhos, ,enfim a senha para mais um feriado que passou. Para mim, teve uma importancia bastante grande, nestes 64 anos bem vividos. Lí , meio que ao acaso, um texto de um filosofo de minha preferencia, Seneca, e A tranquilidade da Alma, onde são abordados aspectos de aceitação e mudança. Aceitação desta pandemia, que nos assusta e atemoriza , mudança em aceitar de fato e não brigar contra a realidade dos fatos. Mudança interna e passagem para uma outra estação ,mais calma , menos agitada , menos frenetica . Num dos paragrafos é mencionado para evitar a busca por fatos e noticias a toda hora ( isto há 2.000 anos atras , mais ou menos ) , e ligamos agora, 2.000 anos depois, com as fatidicas redes sociais , que roubam um tempo precioso e não nos acrescenta nada ,absolutamente nada em termos de vivencia real, com valor .
    -por conta desta leitura , estou buscando passar para um outro momento ,de equilibrio interno ,deixando de lado interesses superficiais , comentarios absurdos e correntes de todo o tipo.
    -espero na proxima Pascoa, fazer uma reflexão e um balanço , do quanto terei conseguido atingir a serenidade e tranquilidade da Alma.
    -com certeza, posts de sua lavra e de outros parceiros são bem vindos , como lenitivo e auxilio para esta , porquê não , jornada .
    -um grande abraço

    • JCDattoli disse:

      Que bom ler esse seu comentário (mais um), amigo Claudio. Temos que buscar apoio e aprendizado no verdadeiro acervo de sabedoria que pode ser acessado, a exemplo dos filósofos gregos. Eles eram incrivelmente evoluídos e temos muito o que aprender, sem dúvida. Estou buscando a boa literatura cada vez mais, a música e, ainda, bons vídeos, com mensagens espirituais edificantes. Nestes tempos tão confusos e tenebrosos, não tenho dúvida, precisamos muito desse suporte intelectual para nossa real evolução, conforto da alma e busca de seguirmos em satisfatório nível de equilíbrio emocional.
      Vamos nessa!!!

      • JCDattoli disse:

        Cláudio, como esclarecimento, me dei conta que o filósofo Sêneca era Romano. Na minha resposta acima, fiz generalização eferindo-me aos filósofos gregos. Vale este complemento para colocar a coisa nos seus devidos lugares! Rsrs
        Abraço!

Deixe uma resposta para Gg Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s