‘5 dicas de bem-estar emocional’ – Vale atentar!

Para esta sexta-feira, volto com a temática saúde plena, qualidade de vida e bem viver. Nesse sentido, destaco publicação muito interessante, de ontem, que vi no blog holandês The 3H:health, happiness, healing, criado por um médico, com o título (traduzido para o português) de “5 dicas de bem-estar emocional”.

Gostei, por entender que se trata de texto interessante e oportuno. De forma objetiva, está realçada a importância de saber gerenciar as emoções no dia a dia para que o indivíduo preserve a sua saúde e viva com bem-estar. Para fechar o conjunto do texto, são apresentadas cinco boas dicas de estratégias simples, com a correspondente contextualização de cada uma delas, a saber: 1) ser realista; 2) autocompaixão; 3) estar no momento presente; 4) coragem emocional; e 5) construir relacionamentos.

Enfim, são bons reforços que merecem a nossa atenção. Saliento que algumas palavras podem estar com o sentido não muito adequado, pois resulta de processo de tradução simultânea. Entretanto, a meu ver, não há prejuízo para a compreensão do todo.

Confira a seguir:

“5 dicas de bem-estar emocional 

Olá a todos ! Tenha um dia maravilhoso e seguro

img_1349

As emoções são sentimentos ou um estado de espírito que influencia o comportamento e o pensamento. As emoções têm impacto no bem-estar físico e psicológico da pessoa. Como um todo, as emoções impulsionam a personalidade, o comportamento cognitivo, o temperamento, o humor, a felicidade e a motivação do dia a dia da pessoa. Portanto, eles são essenciais na vida para crescer e prosperar. As emoções podem ser agradáveis ​​e desagradáveis, e ambas são igualmente importantes para abraçarmos, para que nos deem nossa capacidade natural de nos expressarmos e nos compreendermos melhor e crescermos.

Emoções felizes e agradáveis ​​são naturais para experimentar e aceitar. A parte complicada é aceitar emoções desagradáveis ​​e difíceis e situações de vida difíceis, como tristeza, perda, dor, mágoa, onde as pessoas tentam deixar de lado o sentimento. As pessoas tentam escapar ou enfrentam dificuldade em aceitar emoções difíceis. Portanto, emoções regulares e naturais são um fenômeno pronunciado e nunca devem ser julgadas como boas ou más. Qualquer sentimento, rotulado de agradável ou desagradável, deve ser totalmente aceito e vivenciado para manter nossa saúde emocional em ordem. Esse comportamento nos ajuda a enfrentar e seguir em frente e nos mantém em boa saúde emocional. Deixar de fazer isso pode levar a vários problemas de reflexão, reflexão excessiva, ruminação, engarrafamento, que prejudicam mais do que ajudam e interferem em nossa capacidade natural de resiliência.

Cinco estratégias simples são:
1. Ser realista: A ferramenta essencial para manter o bem-estar emocional é manter uma abordagem prática da vida. A jornada da vida, em si, é cheia de altos e baixos, decepções e contentamento. Levar as coisas ou qualquer situação o mais real possível em vez de fazer com que pareçam piores do que nos ajuda a ter uma visão correta . Em vez de ser totalmente cínico sobre uma circunstância, ou apenas olhar para o lado negativo, é vital selecionar as coisas positivas e ser grato por elas. Talvez seja este o motivo; pessoas otimistas tendem a viver mais, se curar melhor, mais rápido e permanecer mais saudáveis ​​por mais tempo.

2. Autocompaixão: a autocompaixão é crítica para lidar com quaisquer situações da vida. É um pré-requisito do poder de resiliência. Compreender e saber quem você é o ajuda a compreender seu poder de tomada de decisão. A autocompreensão e os insights o ajudam a descartar se o seu comportamento e pensamento o estão prejudicando ou ajudando. A realização ajuda você a tomar decisões corretas e sair dessa fase temporária de tempos difíceis.

3. Estar no momento presente: Cultivar o hábito de aprender a viver no momento presente é uma ótima ferramenta. Não adianta ficar remoendo o passado ou se preocupando com o futuro. Viver o momento presente ajuda a construir nossa agilidade emocional. Assim, sempre que enfrentamos momentos difíceis, temos a perspectiva adequada e a atitude para navegar e seguir em frente o mais rápido possível sabendo que é uma fase temporária.

4. Coragem emocional: Construir coragem não significa afastar-se ou afastar-se de nossas emoções. É a capacidade de criar coragem e força para perceber e reconhecer nossos sentimentos de medo, ansiedade e tristeza. E criar hábitos alinhados aos valores para lidar com eles, como manter a mente ocupada de maneiras construtivas ou conscientes.

5. Construir relacionamentos: o apoio social da família e entes queridos ajuda a lidar com emoções difíceis. Desenvolver conexões com pessoas, amigos, colegas, de preferência conexões face a face, ajuda muito a lidar com situações difíceis. Relações com a natureza, animais de estimação, iniciativas de voluntariado, desenvolvimento da espiritualidade e hobbies auxiliam no bem-estar emocional.

Ver a publicação original em: https://healthhappinesshealing.org/2020/08/13/5-tips-of-emotional-wellbeing-%f0%9f%99%8c/

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir ao próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (levar música ao vivo para casas de idosos é uma das frentes de atuação, iniciada em 2007), além de assegurar espaços na agenda para o exercício do autoconhecimento e para a meditação, no caminho da evolução pessoal permanente . Gosto de ler, de aprender coisas novas, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Educação, Motivação e crescimento humano, Psicologia e comportamento, Saúde e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s