Minha reflexão para este Natal!

Resultado de imagem para reflexão sobre o natal cristão"Imagem: institutoliberal.org.br

Tenho estado menos assíduo nas postagens recentemente, por certo bem menos do que vinha fazendo e do que gostaria, devido a outras ocupações e demandas profissionais. Isso não significa, de forma alguma, ter perdido o interesse e o gosto pelo blog. De uma forma ou de outra, ainda tenho muito chão a percorrer por aqui, espero, até porque a melhor parte disso tudo é seguir contando com a sua honrosa companhia!

Para hoje, cuido de trazer alguma reflexão sobre o Natal, época do ano cujos celebrações e ritos criam uma atmosfera muito especial, elevada, sobretudo em termos espirituais para os Cristãos, que invariavelmente, a cada ano, me deixa sensibilizado e mais esperançoso, por diversos motivos.

Com a aproximação do dia do Natal, ganha força, naturalmente, uma aura de bondade, de leveza, embalada por mensagens que nos conectam com aspectos, virtudes e comportamentos nobres, representativos do lado bom e mais evoluído dos humanos, despertando, por consequência, sentimentos de amizade, fraternidade, solidariedade, gratidão e até mesmo de humildade. Esse conjunto virtuoso, aliás, é a essência da presença de Jesus Cristo, cuja jornada terrena teve início, com o seu singelo nascimento, em um dia 25 de dezembro, segundo a tradição cultuada pela maioria do povo cristão espalhado pelo planeta.

O que desejo, sinceramente, é que o espírito do Natal sirva de real inspiração e esteja presente para valer, mais e mais, na consciência de cada um de nós, orientando as nossas atitudes em todos os dias do ano, a cada momento. E assim seremos melhores com o passar do tempo, para a nossa evolução individual, para o bem da humanidade e do universo.

No ensejo, quero transmitir aos leitores deste O Bem Viver o meu abraço fraterno e sincero agradecimento pela companhia, desejando a cada um de vocês Boas Festas, Feliz Natal e o desfrutar da paz e prosperidade (não só material) que tanto almejamos e que podemos alcançar!

Para finalizar esta mensagem, a pretexto do Natal de Cristo e seus ensinamentos, transcrevo interessante – e enxuto – artigo de Percival Puggina, que circulou hoje em grupo de rede social do qual faço parte, refletindo sobre as exigências do amor. Leia a seguir (e até breve):

“NATAL, UMA LIÇÃO DE AMOR

(por Percival Puggina. Artigo publicado em

Há muitos anos participei de um programa de TV no qual se dabatia o tema da “independência” no relacionamento conjugal. Um assunto interessante porque em torno dele se tem estabelecido grande confusão, sendo muitos os que consideram desejável, no casamento moderno, uma recíproca e absoluta independência entre os pares.

Não existe isso nas instituições humanas. As sociedades se constituem porque as pessoas dependem uma das outras; uma sociedade de indivíduos absolutamente autônomos seria algo atomizado, disperso e ineficiente. União conjugal e família são reflexos da natureza individual e social da pessoa humana.

Na vida conjugal, e em especial nas relações onde o amor se impõe como elemento vinculante fundamental (embora não único), essa interdependência dos membros pode levar – e com frequência leva – ao sacrifício. Qualquer pai, mãe, marido ou mulher sabe que o amor cobra capacidade de renúncia, e a exige, especialmente nos momentos de crise pessoal, nas enfermidades, e sempre que há fardos a serem compartilhados.

Um dos maiores problemas que atingem a instituição familiar e sua estabilidade nos dias de hoje está localizado nessa fobia cultural à renúncia e ao sacrifício, entendidas pelo avesso – como elementos destruidores da natureza humana – e não como construtivos e constitutivos de sua maturidade.

O Natal de Jesus, e é sobre isso que desejo escrever, exemplifica com muita clareza que, no plano de Deus, o amor é inseparável da doação e da renúncia. O Natal não é apenas uma bela história. Ele é também o início de um drama real, convivido nas duas cidades, a de Deus e a dos homens: Deus se faz homem para estabelecer uma “nova e eterna Aliança” com a humanidade a que ama. E seguindo a lógica do amor, irá ao sacrifício de si mesmo.

Esse “dar-se” resiste, no ensinamento cristão, à dimensão comercial que cada vez mais domina as festas de fim de ano onde as relações se tornam crescentemente materiais, numa sequência que começa com o simples “receber”, passa pelo “trocar” e talvez chegue ao “dar alguma coisa”, mas raramente cogita do “dom de si”, que é a essência do Natal. Faço votos de que este Natal de 2019 seja para cada um, para cada família, para todos nós, ocasião de refletir sobre as exigências do amor, no exemplo de Jesus de Nazaré.

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir ao próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (levar música ao vivo para casas de idosos é uma das frentes de atuação, iniciada em 2007), além de assegurar espaços na agenda para o exercício do autoconhecimento e para a meditação, no caminho da evolução pessoal permanente . Gosto de ler, de aprender coisas novas, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Educação, Meditação e Espiritualidade, Motivação e crescimento humano. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Minha reflexão para este Natal!

  1. dulcedelgado disse:

    Excelente e importante reflexão.
    Apesar do Natal já ter passado, espero que tenha sido envolta em tudo o que mais aprecia, seja para si, seja para os que lhe são queridos.
    E que o espírito natalício perdure em todos nós!
    Um bom 2020!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s