‘Funcionários que trabalham à distância são mais felizes e produtivos, diz estudo’

pro.casa.abril.com.br

Tenho observado e comentado, em diversas oportunidades, a respeito de adequações e arranjos que vêm sendo feitos na forma de funcionamento das organizações em geral, com intensidade cada vez maior, como necessidade para a solução de problemas logísticos, redução de despesas, contribuição com o trânsito e o meio ambiente e, fundamentalmente, com o propósito de modernizar a gestão do seu capital humano, como forma de atrair, reter e engajar os talentos. Presente essa realidade, não custa lembrar que um dos fatores vistos como motivadores no trabalho, na percepção dos funcionários de hoje em dia, é a possibilidade de equilibrar vida profissional e pessoal.

Em face disso, ganha adesão cada vez maior o instituto do trabalho à distância, ou trabalho remoto, reforçando a condição de se trabalhar da própria residência, na figura da já popularizada expressão home office. Sobre o tema, que destaquei aqui em algumas ocasiões nos últimos anos, faço referência, por exemplo, a este meu artigo, de junho de 2016: https://obemviver.blog.br/2016/06/01/7-dicas-para-que-voce-trabalhe-em-casa-com-sucesso-e-satisfacao/. 

Bem a propósito, reproduzo matéria que vi publicada, dois dias atrás, no portal eletrônico da CASA e JARDIM, falando sobre maior nível de satisfação de trabalhadores que atuam à distância, com base em pesquisa. Confira a seguir: 

“Funcionários que trabalham à distância são mais felizes e produtivos, diz estudo

Uma pesquisa aponta que trabalhar à distância deixa os funcionários menos estressados e mais produtivos

Uma das maravilhas da internet é poder estar conectado de qualquer lugar, tarefa que otimiza tanto as relações sociais quanto o trabalho, que pode ser feito à distância. E com a possibilidade de home office cada vez mais crescente entre as empresas, um estudo realizado pela companhia estadunidense Owl Labs aponta que os funcionários que trabalham de casa são possuem melhor bem-estar, são mais felizes, produtivos e menos estressados.

As análises avaliaram 1.200 trabalhadores entre 22 e 65 anos de idade, que responderam questionários e tiveram os níveis de estresse e produtividade analisados. Os resultados apontam que, além de mais saudáveis, os adeptos ao home office sãos mais fiéis e tendem a permanecer mais tempo trabalhando na mesma empresa do que aqueles que se deslocam até ela. Isso se dá pela flexibilidade permitida neste tipo de ofício.

Os dados são os seguintes: pessoas que realizam as atividades à distância em período integral são 22% mais felizes do que os que não tem a possiblidade de executar as tarefas remotamente. Além disso, entre todos os entrevistados, 91% acredita operar à distância traz melhor equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, 79% afirma que isso lhes tornaria mais concentrado, aumentando a produtividade, e 78% aponta que se sente muito estressado devido ao trânsito e outros problemas ligados à viagem até a companhia. E, por incrível que pareça, os funcionários remotos costumam a trabalhar mais. Eles são 43% mais produtivos e tendem a operar 40 horas por semana. Quer mais motivos para ficar em casa do que isto?

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir ao próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (levar música ao vivo para casas de idosos é uma das frentes de atuação, iniciada em 2007), além de assegurar espaços na agenda para o exercício do autoconhecimento e para a meditação, no caminho da evolução pessoal permanente . Gosto de ler, de aprender coisas novas, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em O ser humano no contexto das organizações, Psicologia e comportamento. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s