Espumantes e verão: tudo a ver (confira)!

Com o calor intenso que experimentamos pelo Brasil afora nesta temporada de verão, e como, nesta noite de sexta-feira, já começamos mais um fim de semana, parece-me mais do que apropriado falar de uma bebida refrescante, elegante e saborosa. Quero dar destaque para os espumantes!

Rapidamente falando, espumante é um tipo de vinho que tem nível significativo de dióxido de carbono, fazendo-o borbulhar quando servido.

De pronto, saiba que espumante pode ser branco, rosé ou tinto. É claro que no imaginário popular, ao se pensar em um vinho desse tipo, logo vem à mente o branco, possivelmente pela fama histórica e universal do champagne.

Bem, existem três tipos de vinho com essas características (borbulhantes e frescos): o champagne, o espumante e o frisante, que não devem ser confundidos, devido às suas diferenças básicas. Convém ainda destacar que esses vinhos podem ser produzidos a partir de uvas brancas ou tintas (a diversidade de castas utilizadas pelo mundo vai longe…)

Para facilitar o entendimento, vou transcrever alguns trechos de interessante publicação feita por Vinitude Clube do Vinho (www.clubedosvinhos.com.br), com o título A diferença entre o vinho frisante, espumante e champagne:

“Frisante, menos gás e sem espuma

O vinho frisante é um produto com pouco gás carbônico, que é produzido naturalmente do processo de fermentação da uva, tendo praticamente a metade do gás carbônico encontrado nos espumantes. O frisante fermenta somente uma vez e é a partir dessa única fermentação que é produzido o gás carbônico. Os mais conhecidos frisantes são os produzidos na Itália, conhecidos como lambruscos.

Espumante, nascido do vinho fermentado

O espumante é um vinho com gás carbônico originário da segunda fermentação natural de um vinho base que já estava fermentado, o que demanda dizer que não há adição artificial de gás carbônico. O espumante sempre é elaborado através de uvas próprias para a fabricação de vinhos finos.

Frisantes e espumantes são vinhos fermentados e mantidos com o próprio gás produzido na fermentação.

Champagne, o espumante mais original

O champagne é o espumante original. A palavra champagne é um derivado da palavra latina campagnia, uma região campestre localizada ao norte de Roma. O verdadeiro champagne tem origem exclusivamente na região de Champagne, situada a 150 quilômetros de Paris.

Trata-se de um vinho fino, com uma das produções mais complicadas e elaboradas do mundo vinícola, envolvendo diversas etapas. O vinho é fermentado naturalmente, devem ser provindos da uva chardonnay, pinot noir e pinot meunier e precisam ter os cuidados específicos para serem levados ao consumo.

Cabe mencionar outro espumante mundialmente famoso, que é o Prosecco, natural da região vinícola do Vêneto, no norte e nordeste da Itália.  

No Brasil, são produzidos bons espumantes, alguns dos quais com reconhecimento internacional, notadamente na Serra Gaúcha e também em Santa Catarina e em Pernambuco. Quanto ao  método de produção e nível de doçura dos nossos espumantes, os principais são: Brut, Demi-sec, Moscatel e Charmat.

E quanto à versatilidade dos espumantes? Combinam com feijoada?

Ah, para esclarecer sobre isso, além de mencionar outros aspectos a respeito de espumantes, confira este vídeo muito legal, abaixo, com duração de apenas 1:33, produzido por ‘Tastemade’ e publicado no YouTube por Vinhos do Brasil. Você vai gostar de saber, e pode se surpreender!

Um brinde!!!

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir ao próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (levar música ao vivo para casas de idosos é uma das frentes de atuação, iniciada em 2007), além de assegurar espaços na agenda para o exercício do autoconhecimento e para a meditação, no caminho da evolução pessoal permanente . Gosto de ler, de aprender coisas novas, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Educação, Vídeos diversos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s