“Desiderata” – Excelente reflexão sobre desejos e maturidade!

Resultado de imagem para desejos  Crédito de imagem: Guiame

Trago, neste começo de semana, o belo texto “Desiderata”, postado por Arnaldo Costa em seu blog Homens, vamos despertar. É muito interessante a reflexão que ele nos oferece sobre  os nossos desejos, sobre a nossa capacidade de aprender com o passar dos anos, que envolve o tão necessário exercício da aceitação. Enfim, fala de maturidade e sabedoria!

Uma providencial e rica leitura (confira a seguir):

“Desiderata

A palavra “Desiderata” vem do Latim e significa “coisas que são desejadas”.

E o que mesmo desejamos de verdade?

Prazeres, estabilidade material, afetiva, família, vida feliz? Claro, tudo isso é muito bom, ninguém é hipócrita de negar! Mas será que é o essencial e que vai nos preencher? Hum…

Desiderata é também o título de um famosíssimo poema escrito em 1927 por um escritor americano, Max Ehrman.

Impressiona a precisão de suas ideias e a profundidade de seu conteúdo. Confira:

“Viva tranqüilamente, por entre a pressa e os ruídos, e lembre-se de quanta paz há no silêncio.

Tanto quanto possível, sem se render, esteja em bons termos com as pessoas.

Diga sua verdade calma e claramente, e ouça os outros, mesmo os mais medíocres e ignorantes – eles também têm a sua história.

Evite as pessoas espalhafatosas e agressivas, pois essas são um insulto ao espírito. Não se compare com os outros, para não se tornar vaidoso ou amargo, e saiba: sempre haverá pessoas melhores e piores que você. Desfrute tanto de suas realizações quanto de seus planos.

Cultive seu trabalho, mesmo que ele seja humilde; esse é um bem real, frente às variações da sorte. Seja cauteloso em seus negócios, pois o mundo é cheio de armadilhas. Mas não deixe que isso o torne cego para a virtude, que está sempre presente; muitas pessoas lutam por ideais nobres e, por toda a parte, a vida é sempre exemplo de heroísmo.

Seja sempre você mesmo.

E sobretudo nunca finja afeição. Nem seja cínico em relação ao amor, pois, apesar de toda a aridez e desencanto, ele é tão perene quanto a relva.

Aceite serenamente os ensinamentos do passar dos anos, renunciando suavemente àquilo que pertence à juventude. Fortaleça seu espírito para que ele possa protegê-lo diante de uma súbita infelicidade. Não antecipe sofrimentos pois muitos temores são apenas fruto do cansaço e da solidão. Mesmo seguindo uma disciplina rigorosa, seja leniente consigo.

Você é filho do Universo, tanto quanto as árvores e as estrelas; e tem o direito de estar aqui. E mesmo que isso não seja muito claro para você, não tenha dúvida de que o Universo segue na direção certa.

Portanto, esteja em paz com DEUS, não importa a maneira como você O concebe, e sejam quais forem as suas lutas e aspirações, na terrível confusão que é a vida, fique em paz com sua alma.

Pois, apesar de toda a falsidade e sonhos desfeitos, este ainda é um lindo mundo. Seja cauteloso. Lute para ser feliz.”  Max Ehrmann

Cada vez que releio esse texto algo me toca.

Nestes momentos, especialmente a  seguinte mensagem  “ Aceite serenamente os ensinamentos do passar dos anos, renunciando suavemente àquilo que pertence à juventude”

Não estou tão sereno quanto gostaria e muito menos renunciando suavemente às coisas de minha juventude!

Resisto, nego, mascaro, manipulo, me iludo!

Mas devagarinho, o tempo — que é o senhor da razão — cobre o seu manto de aceitação sobre a minha alma.

Sofro bem menos e vibro mais suavemente no fluxo da vida! E me sinto mais feliz, porém com outras referências!

Será que estou amadurecendo?

E você? Aceita a idade que tem ?

As rugas?

As dores no corpo?

Sente-se feliz contemplando um nascer do sol?

Acolhendo e sendo acolhido amorosamente por alguém?

Valorizando e se emocionando com um sorriso de uma criança?

Feliz por nada? Assim diz Martha Medeiros, excelente escritora e cronista brasileira.

Será que é nada…ou é Tudo ?

Fonte: http://homensvamosdespertar.blogspot.com/2018/10/desiderata.html

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir ao próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (levar música ao vivo para casas de idosos é uma das frentes de atuação, iniciada em 2007), além de assegurar espaços na agenda para o exercício do autoconhecimento e para a meditação, no caminho da evolução pessoal permanente . Gosto de ler, de aprender coisas novas, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Psicologia e comportamento. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s