“EU, VEGETAL?” – Instigante poesia de Sandra Fayad!

Ainda sob inspiração das artes, trago neste domingo a poesia EU, VEGETAL?, uma composição muito bacana, e deveras instigante, da poetisa Sandra Fayad, grande colaboradora/incentivadora deste blog.

Pelo seu talento poético e pela sua efetiva atuação em prol das causas ambientais, Sandra, como poucos, sabe expressar a importância de se olhar (e compreender) o planeta – e os seres vivos que aqui estão – como um todo, integrado, sistêmico!

Confiram:

EU, VEGETAL?
Por Sandra Fayad

Estou confusa!
À medida que me distancio dos meus iguais,
Ouço as vozes silenciosas da vegetação
E o coração acelerado dos animais.

Ou é o contrário:
A honestidade impressa no olhar selvagem,
A delicadeza presente em cada vegetal,
Nos meus olhos, despiram o homem de sua roupagem?

Animalizei-me?
Pode ser que nem tanto;
Talvez eu tenha me vegetabilizado,
Ou ambos … por encanto.

A compreensão cegou minha ignorância,
Apagou o húmus-rastro do caminho,
Inverteu crenças, valores, pseudo-certezas.
Reformou a mim e ao meu ninho!

Bsb, 06/03/2009 – *Reg. BNB/EDA

Fonte: SANDRAFAYAD.PROSAEVERSO.NET

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir ao próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (levar música ao vivo para casas de idosos é uma das frentes de atuação, iniciada em 2007), além de assegurar espaços na agenda para o exercício do autoconhecimento e para a meditação, no caminho da evolução pessoal permanente . Gosto de ler, de aprender coisas novas, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Poesia. Bookmark o link permanente.

7 respostas para “EU, VEGETAL?” – Instigante poesia de Sandra Fayad!

  1. dulcedelgado disse:

    Muito sensível e muito… “dérmico”! Sente-se na pele!

  2. Jose Paes Landim disse:

    Só nos cabe parabenizar efusivamente a poetisa Sandra Faiad pelo seu canto de beleza, inspirada nas ” vozes silenciosas da vegetaçao”. Que se levante sempre um brinde de exaltaçao aos poetas, pelo quanto nos conforta sua linguagem.

  3. Jose Paes Landim disse:

    Só nos cabe parabenizar efusivamente a poetisa Sandra Faiad pelo seu canto de beleza, inspirada nas ” vozes silenciosas da vegetaçao”. Que se levante sempre um brinde de exaltaçao aos poetas, pelo quanto nos conforta sua linguagem.

  4. Clóvis Dáttoli, obrigada pela gentileza de publicar meu poema em seu importante Blog. Á Dulce Delgado e José Paes Landim, que fizeram a gentileza de lê-lo e tecer generosos comentários, envio também uma palavra de gratidão. A inspiração para o poema nasceu do conhecimento empírico, observação e vivência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s