Sobre introspecção e pessoa introspectiva – Algumas considerações!

Tenho feito referência, em diversas postagens, à necessidade de se praticar a introspecção, em especial nas situações em que se busca avançar no autoconhecimento, entrar em meditação, simplesmente refletir, encontrar respostas para questões existenciais, ou, ainda, ante a necessidade de se encontrar clareza para o propósito de vida e para o traçado da rota futura, que requerem descortinar valores, virtudes, potenciais, medos, fragilidades e por aí vai.

Como definir introspecção?

De forma resumida, o termo introspecção significa fazer análise reflexiva de si mesmo. Segundo o site Wikipédia, a introspecção é o ato pelo qual o sujeito observa os conteúdos de seus próprios estados mentais, tomando consciência deles. Nessa estado, a pessoa está integralmente dedicada à autoconsciência.

Portanto, é uma condição voluntária, determinada e circunstancial, válida para indivíduos de qualquer tipo de personalidade, dos extrovertidos aos introvertidos!

E o que é uma pessoa introspectiva?

Por outro lado, quando falamos que fulano(a) de tal é introspectivo(a) estamos nos referindo a um traço de personalidade, à característica predominante daquela pessoa. Assim, gostar de ficar só, curtir a própria companhia é mais regra do que exceção para esse contingente. São aquelas pessoas tidas como introvertidas, ou tímidas.

Devemos ter claro que ser introspectivo e mais reservado não significa que a pessoa leve desvantagem na vida. Eu mesmo conheço pessoas especiais, bastante inteligentes e preparadas, bem posicionadas profissionalmente, que demonstram possuir esse tipo de personalidade. Aliás, em recente estudo realizado pelo Fundação Dom Cabral, a respeito de inovação, que tratarei em postagem a ser feita nos próximos dias, ficou evidenciado que uma das características da personalidade de pessoas verdadeiramente inovadoras, entre outros traços do seu perfil psicológico, está a introversão.

Bem, para que você compreenda melhor do que estamos falando, reproduzo o interessante artigo abaixo, escrito de forma leve, objetiva e sem academicismo, que encontrei publicado no site DICASONLINE.TV.

Confira:

“7 sinais de que você é uma pessoa introspectiva

Você prefere ficar sozinha e apreciar o silêncio? Gosta de pensar e conversar consigo mesma? Confira se estes 7 sinais te definem!

 )

Gostar de ficar sozinha nem de longe é um defeito. Você pode estar sentindo essa vontade nesse momento, talvez dure um longo período ou, quem sabe, tenha sido sempre assim. E está tudo bem!

As razões pelas quais você adora ficar sozinha podem variar. Algumas vezes você só está cansada da correria do dia a dia e quer ficar na paz e no silêncio. Mas também pode ser uma característica da sua personalidade, pois você é uma pessoa introspectiva.

As pessoas introspectivas costumam ser mais quietas, calmas, pensativas e apreciam sua própria companhia. Preferem estar sozinhas ou com pessoas mais próximas. Se for para sair de casa, melhor que seja em lugares menos cheios e barulhentos. Quando estão acompanhadas, gostam de conversar sobre coisas interessantes que estimulem a reflexão. Esta é você?

Então, para rir um pouco de si mesma e visualizar mais a fundo suas belas características de pessoa introspectiva, vamos relacionar 7 sinais que provam seu amor pela sua própria companhia.

1 – O prazer do silêncio

Que maravilhoso é o som do silêncio! Estar sozinha permite que você escolha ficar em silêncio ou então ver um filme, ouvir uma música, só quando você quiser. Nada de ser obrigada a ouvir algo que você não esteja afim. Quase sempre, o som dos seus pensamentos é a melhor melodia.

2 – Compromissos desmarcados são um presente

Você até estava animada para sair com seus amigos, mas não ficou nem um pouco triste quando ligaram para desmarcar. Você sempre tem planos bem interessante para fazer consigo mesma.

3 – Balada, nem pensar!

Um barzinho até que você aceita, mas só de imaginar o som alto da balada e você tendo que gritar para se comunicar com alguém, já dá um arrepio na espinha. Além disso, a música não é o único problema. Tem as luzes piscando no seu rosto, muitas pessoas olhando para você, além da dificuldade para uma simples ida ao banheiro.

4 – Pensar é melhor do que falar

Mesmo quando está acompanhada, você se pega “viajando” em seus pensamentos e às vezes as pessoas precisam te chamar de volta. Pode parecer rude ignorar a presença dos outros, mas é um hábito tão natural para você… Pensar é prazeroso e faz você se sentir mais completa, analisando as coisas mais profundamente e por vários aspectos.

5 – Se é para ter companhia, que sejam interessantes

Chega a dar preguiça só de imaginar ter que conversar com pessoas que não combinam com você só para não ficar um climão. Se for para sair ou conhecer pessoas novas, que sejam bem escolhidas para que o seu tempo seja valorizado. Você quer ver coisas interessantes, conversar sobre assuntos substanciais e, se resolver ficar um tempo em silêncio, tudo bem. As pessoas que combinam com você vão entender, porque também apreciam minutos de silêncio, sem constrangimento.

6 – Morar longe de tudo deve ser o paraíso

Principalmente se você mora no centro da cidade, certamente já se imaginou morando em um lugar afastado e bem tranquilo. De preferência, sem telefone e nem campainha. Ser surpreendida por estes dois sons é realmente desagradável. Você gosta mesmo é do som das árvores, dos pássaros do mar e do vento.

7 – A verdadeira paz interior

Para você, estar sozinha é a verdadeira sensação de paz interior. É quando você se sente confortável e feliz. Livre para andar pelos seus pensamentos, respirar fundo, sorrir e chorar do nada, sem ser questionada.

Se identificou? Conhece outras pessoas assim? Talvez elas gostem desse artigo e vocês tenham alguma coisa legal em comum para conversar, que tal? Aproveite seus momentos sozinha, pois eles são preciosos.

E lembre-se que estar sozinha não tem nada a ver com ser solitária. Nunca se sinta errada por preferir sua própria companhia, pois esse é um sinal de amor próprio. Mas mesmo assim, esforce-se para manter por perto as pessoas que te amam, pois quando você precisar, elas estarão lá por você e vão gostar de saber que você também estará por elas.

Fonte: http://www.dicasonline.tv/7-sinais-pessoa-introspectiva/

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Psicologia e comportamento. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s