“Envelhecer Sem Vergonha” – Veja este vídeo e você poderá ter surpresas sobre idade e velhice!

Em tempos de longevidade, de expectativa de vida que seguirá aumentando, é necessário pensar sobre o significado de envelhecimento, de aposentadoria e, claro, rever crenças e paradigmas equivocados.

Quem acompanha meus textos e publicações tem percebido, não é de hoje, o ponto de vista defendendo que a idade que conta mesmo, para valer, é a idade da mente (ou idade psicológica). Idosos podem manter a jovialidade, a despeito dos anos já vividos, da idade formal ou cronológica. O contrário também é verdadeiro. Não é raro encontrarmos pessoas ainda jovens aparentando envelhecimento (mental e biológico) bem mais avançado. Argumentos e evidências nesse sentido são cada vez mais divulgados!

Sobre isso, trago hoje um vídeo muito bacana, mostrando o resultado de excelente campanha – e pesquisa – realizada aqui no Brasil por um dos mais conceituados laboratórios farmacêuticos do mundo, intitulada Envelhecer Sem Vergonha, com o intuito de promover reflexão sobre o envelhecimento.

Ao publicar o vídeo no YouTube, o Laboratório registrou que a referida campanha pretende…

“estimular uma visão mais positiva e otimista sobre o tema, provocando uma mudança de atitude e incentivando o público de todas as idades a ter uma vida saudável, plena, feliz e sem qualquer tipo de vergonha.”

Gostei bastante da campanha, por trazer oportuna e impactante contribuição neste momento em que o fenômeno da longevidade está no foco das atenções. Assim, considero tratar-se de um trabalho meritório e alentador, sobretudo considerando que a população de idosos seguirá crescendo cada vez mais!

Creio que o vídeo poderá lhe trazer algumas surpresas. Assista-o atentamente, reflita e tire as suas conclusões. A meu ver, esse é o tipo de conteúdo que merece amplo compartilhamento. Afinal, velho quem???

Confira a seguir:

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Educação, Psicologia e comportamento, Saúde. Bookmark o link permanente.

4 respostas para “Envelhecer Sem Vergonha” – Veja este vídeo e você poderá ter surpresas sobre idade e velhice!

  1. Um bom documentário para mostrar aos jovens que o conceito de velhice é algo muito mais amplo do que imaginam.Parabéns pela publicação.

  2. dulcedelgado disse:

    É muito curioso, porque este video veio confirmar algo que já tinha reparado em diversas situações. Muitos jovens estão apáticos, têm medos, não arriscam. Eu posso compreender uma parte desta postura, porque ser jovem nos tempos actuais não é fácil, pois a conjuntura social, a falta de emprego e de perspectivas não ajudam; mas isso não justifica tudo.
    Na verdade, acho que nós, pais/avós de hoje, temos uma boa dose de culpa por eles serem assim. Desde que nasceram que lhes facilitamos demasiado a vida e tudo tiveram sem luta nem qualquer esforço. No fundo não conhecem as suas capacidades, nem o que podem encontrar dentro deles.
    Já os idosos de hoje lutaram a vida toda, e talvez por isso neles permanece o interesse, sabem o seu potencial e continuam a lutar por conseguir/ aprender algo mais.
    Bem, este é um assunto com muuuuitas nuances, curvas e contracurvas. Como se diz em bom português… “daria pano para mangas” !
    Por agora, apenas posso dizer que achei muito interessante todo o post.

  3. JCDattoli disse:

    Olá, Dulce, muito rico o seu comentário. Acho que você tocou em algumas causas, das mais importantes, que estão a explicar as percepções e respostas trazidas no vídeo. Muito grato!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s