VAMOS ENRIQUECER NOSSA VIDA (Um belo olhar sobre o envelhecimento)!

Resultado de imagem para uma vida de felicidade e plenitude

Em harmonia com minhas convicções e com as postagens que tenho feito aqui sobre o processo de envelhecimento e sobre a aposentadoria, reforçadas pela continuada elevação da expectativa de vida e maior longevidade futura, trago hoje belíssima crônica que recebi, com satisfação, do amigo José Paes Landim.

A despeito da sua condição de idoso e já integrante da chamada quarta idade, cuja marca dos 90 anos já começa a ser sentida no horizonte, Landim é exemplo de jovialidade, autonomia, renovada atividade intelectual e plenitude. Essa crônica, reveladora de um olhar positivo e de uma evidente esperança sobre o tempo da maturidade, tem tudo a ver com a mentalidade e o espírito de vida do autor. Por conhecê-lo faz tempo, asseguro que o texto é resultado de uma convicção forte e verdadeira.

Recomendo a leitura (a seguir). Não tenho dúvida de que lhe fará bem!

VAMOS ENRIQUECER NOSSA VIDA         

( José Paes Landim*)

Várias são as fases de nossa vida. Todas elas enriquecedoras quando bem vividas, porém duas delas ocupam maior destaque no calendário do nosso dia a dia:  quando somos jovens e quando nos tornamos pessoas idosas.

A vida dos jovens é plena de sonhos, enquanto a dos idosos é rica de sabedoria.   Lindos, quão cheios de fantasia, são os sonhos dos jovens, enquanto grande é a alegria dos idosos em tomá-los de volta, para revivê-los e concretizá-los, os quantos sonhos que lhes foram levados pela esteira do tempo.

Enquanto os jovens se perdem, por vezes, nos sonhos de suas fantasias, os idosos ganham na contemplação do belo. Se, por um lado, os jovens triunfam pelo seu vigor físico, não menor é o triunfo dos idosos pelo crescimento de sua maturidade, a enriquecer-lhes, com não menor vigor, o espírito com os ensinamentos do saber.

Não é raro ver-se em muitos idosos vigorosos jovens, vibrantes, produtivos e alegres, enquanto não raro é ver-se, também, em muitos jovens eternos velhos, debruçados sobre si mesmos em lamentações, sem norte, sem esperança e sem as manhãs que embelezam e dão sentido à vida.

Veem-se que são entre os jovens e os idosos que estabelecemos esses paralelos, destacando-se a forma de sonhar de cada um deles, o que nos remete, por se tratar também de uma feliz exaltação, a essa pérola de Victor Hugo, quando ele nos diz, com tamanha beleza, que “Nos olhos dos jovens, vemos chamas, mas é nos olhos dos mais idosos onde vemos a luz”.

Por tudo quanto nos aponta esse contexto é uma agressividade chamar-se de velha uma pessoa com idade avançada, considerando-se que velhice cheira inutilidade, posto que não mais nos surpreende ver-se quantos idosos se realizarem mais fecundamente nessa quadra da vida, revelando-se mais úteis e produtivos do que quando viviam seus anos de juventude.

Tal realidade nos aconselha dispensar-lhes o tratamento não de pessoas velhas, mas de pessoas idosas, cumprindo, na plenitude de suas faculdades mentais, seu ciclo biológico, dentro, tão comumente, de um processo de renovação de ideias, quanto de rejuvenescimento.

Diferentemente dos velhos, cujo olhar se fixa para baixo, os idosos projetam-no para o alto na direção de novos horizontes, de novas manhãs, fazendo sua vida até mais prazerosa do que antes, pois que não são poucos os sonhos que, represados lá atrás, se veem aflorados e realizados nesse segundo momento do seu existir.

Temos, assim, a distinção entre o velho e o idoso, diante do que só fica velho o desatento a essa realidade, pois que, de posse dessa consciência, sobram motivos para se provar que o idoso poderá fechar seu ciclo biológico na plenitude de sua saúde mental, jovem e feliz, não importando quantas madrugadas tenha que varar, mesmo que bem longas sejam as travessias dos anos.

Não é demais acrescentar o quanto nos faz bem, para nossa qualidade de vida e para nossa longevidade, não deixar morrer, cultivando-a sempre alegre e feliz, aquela criança inocente, na sua pureza, que fomos um dia e que continua morando dentro de cada um de nós, tendo-se em vista o quanto ela tem a ver com nosso estado de espírito.

A propósito de saúde e longevidade, apraz-nos acrescentar que o Dr. Norman Causins, Diretor na área de medicina da Universidade da Califórnia, estudioso do assunto e nele se apoiando, publicou em seu livro “Man and Medicine” que existe a possibilidade de o homem viver cento e vinte anos como um trabalhador alegre e produtivo.

Esperamos que notícias e conceitos tão auspiciosos, reforcem nossa crônica “Vamos enriquecer nossa Vida”, servindo, também, como ponto de reflexão, para que se possa viver alegremente, com o olhar permanentemente fixado nas manhãs resplandecentes de cada dia, plenas de horizontes, exatamente como forma de não se deixar emudecer a criança feliz a que nos aludimos, que fez morada em cada um de nós.

Tendo em vista tão agradáveis notícias no que toca a uma longevidade saudável, plenamente realizadora, vamos alcançá-la, vivendo-se alegremente, convencidos de que a idade cronológica não é por si só limitadora, pois a idade que conta, para valer, é a idade da mente.

*José Paes Landim – aposentado do Banco Central do Brasil, cronista para o Jornal A Tarde (Salvador-BA), autor dos livros “Resgate de um débito” e “Fragmentos do tempo: na voz do Rio Preto”.                                           

                  

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Motivação e crescimento humano, Saúde. Bookmark o link permanente.

7 respostas para VAMOS ENRIQUECER NOSSA VIDA (Um belo olhar sobre o envelhecimento)!

  1. ANAFOG disse:

    Muito bom……adorei a crônica…..tenho aqui em casa 2 pessoas que são exemplos maravilhosos…..de força….alegria de viver e produtividade que já passaram dos 73…..eles sabem que são amados !

  2. Amelia disse:

    Olho com certa tristeza não nego.Apesar de minha alma continuar jovem.
    .

    • JCDattoli disse:

      Olá, Amélia, como o tempo não para, o avançar da idade e, com ela, as marcas biológicas são inexoráveis. Entretanto, com a alma jovial tem-se o mais importante para o desfrute do processo de envelhecimento!
      Grato por comentar!

  3. Juventude e Velhice são temas muito atuais. Você, Dáttoli, e o nosso competente cronista, José Paes Landin, são especialistas no assunto. Comentar o que vocês escrevem sobre isto é apenas aplaudir a perfeição da abordagem. De minha parte, é um privilégio ler e compartilhar esses textos para levar às pessoas a oportunidade de conhecer e meditar a respeito. Parabéns a ambos. Continuo acompanhando.

    • JCDattoli disse:

      Sandra, muito grato pela generosidade de sempre!
      Acumular a idade com jovialidade, ou por outra, alcançar uma bela velhice está ao alcance de todos, desde que esse seja um propósito verdadeiro. O tema, sem dúvida, me encanta já faz um bom tempo!
      Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s