A longevidade segue avançando e promovendo transformações!

As pessoas estão vivendo cada vez mais. Todas as evidências à vista – e as tendências para o futuro – indicam que a longevidade seguirá em expansão. Temos aí, portanto, algo a ser comemorado nos dias de hoje, um prêmio extra que ganhamos ano após ano, e que não pode ser desperdiçado!

Isso é resultado de um conjunto de fatores, entre os quais destaco o avanço da tecnologia a serviço da saúde humana, com melhores mecanismos de diagnóstico, prevenção e utilização de terapias menos agressivas, ao que se associa a crescente conscientização das pessoas quanto à importância da boa alimentação, da prática de atividades físicas regulares e do autoconhecimento, além, por óbvio, das pesquisas científicas que avançam, com celeridade, pelo mundo.

Constatações mais do que evidentes

A esse respeito, as notícias não param de chegar. Meses atrás, fiquei surpreso ao saber que no Brasil, país considerado de população jovem, as pessoas centenárias já somariam cerca de 32 mil, segundo dados do IBGE, apurados em 2013. 

E tem mais. Dados da última PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgados pelo IBGE, relativos a 2016, repercutidos em publicação do Jornal ESTADÃO, no último dia 27, trouxeram informações ainda mais reveladoras acerca do fenômeno da longevidade. Veja este destaque:

Entre 2012 e 2016, enquanto a população brasileira total cresceu 3,5% (totaliza, agora 205,5 milhões de pessoas), a população de idosos (pessoas com 60 anos ou mais) aumentou 16,1%, correspondendo a 29,6 milhões, ou seja, quase 30 milhões de pessoas.

Aliás, estima-se que, até 2050, essa faixa etária (população brasileira acima de 60 anos) supere a casa dos 60 milhões. 

E quem vem acompanhando as pesquisas e os investimentos voltados para o prolongamento da vida humana, em condições positivas, com saúde e autonomia, sabe que muito mais está por vir. Aliás, o Dr Laurent Alexandre, na sua sensacional e impactante palestra “O Recuo da Morte”, feita para o TED, em 2012, já antecipava esse panorama que agora vamos percebendo com maior clareza, graças aos avanços da nanotecnologia, da biomedicina, da bioengenharia, que segundo ele levariam pessoas a viver até mil anos, considerando indivíduos que já nasceram. Ou seja, esse futuro estaria mais perto do que se poderia imaginar anteriormente.

Nesse sentido, quero dar ênfase para o bem elaborado e abrangente Ensaio, publicado no site “www.publico.com”, no dia 19 passado, com o título Quanto pagaria para ter mais tempo de vida saudável? . Segundo o texto, seguem avançadas, e a todo vapor, as pesquisas que são conduzidas por estudiosos de ponta, incluindo geneticistas, com o propósito de interromper o processo de envelhecimento. Ou seja, “o sonho de parar o envelhecimento passou da ficção para a ciência”.

Para tanto, estão em curso estudos científicos avançados, partindo dos humanos e animais mais longevos, com manipulações genéticas que objetivam atrasar a morte e os sintomas de envelhecimento. Além dos estudos com cromossomos/DNA, as pesquisas incluem medicamentos especiais e dietas personalizadas (redução calórica) que visam enganar o corpo “simulando jejum”, e ainda experiencias com transfusão de sangue de pessoas jovens. São muitas possibilidades. Tudo isso, ressalte-se, contando com significativos aportes de recursos financeiros. Há muitos atores envolvidos nas pesquisas, incluindo organizações de peso como Google e Amazon, apenas para citar as mais famosas (ver link da matéria na íntegra, ao final).

Com 65 você é visto como jovem

Para completar esse cenário a respeito do aumento da longevidade e da sucessiva quebra de paradigmas sobre idade e envelhecimento, foi noticiado que a Organização Mundial da Saúde está revendo a classificação das faixas etárias da população, já considerando que as pessoas até 65 anos seriam consideradas jovens e que a faixa do idoso começaria a partir dos 80. É óbvio que estamos falando de referenciais genéricos, sem força legal, mas que não podem ser desconhecidos. Existem várias notícias (publicações) sobre isso, que podem ser encontradas em sites de busca pela Internet.

Todas essas informações evidenciam que, no geral, estamos vivendo mais, independentemente de situações individuais (específicas) e, claro, das realidades que diferenciam as nações mais ricas daquelas, por exemplo, ainda em desenvolvimento. Salvo acidentes de percurso, você vai viver mais e deverá ter um envelhecimento igualmente mais saudável, em comparação com os seus antepassados. O que cabe a cada um de nós é aumentar o nível de consciência a respeito dessa realidade, nos preparar com a maior antecedência para desfrutar de um bom processo de envelhecimento prolongado e curtir, desfrutando o prêmio de uma vida que será cada vez mais longeva.

Como se preparar para o segundo (grande) tempo da vida?

E não custa lembrar que é exatamente sobre isso – buscando orientar  e inspirar o leitor para que se prepare o quanto antes, elabore um bom projeto de vida e aproveite o viver mais com qualidade, disposição, autonomia, satisfação e sabedoria – que trata o livro LONGEVIDADE – Como se preparar para uma vida longa e bem-sucedida, Editora Novo Século/figurati.

O livro, já lançado nacionalmente, pode ser adquirido nas principais livrarias do país e também pela Internet, nos sites das lojas virtuais como saraiva.com.br, gruponovoseculo.com.br, amazon.com.br, americanas.com.br, submarino.com.br, entre outras.

Leia, tire o melhor proveito e depois me conte. Ficarei grato pelos seus  comentários!

Fonte das matérias referenciadas: 

http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,mudancas-e-responsabilidades,70002098208

https://www.publico.pt/2017/11/19/ciencia/ensaio/parar-o-envelhecimento-o-sonho-que-saltou-da-ficcao-para-a-ciencia-1790189

https://en.brilio.net/news/65-years-old-is-still-young-65-years-old-is-still-young-1601205.html.

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Livros e leitura, Motivação e crescimento humano, Saúde. Bookmark o link permanente.

10 respostas para A longevidade segue avançando e promovendo transformações!

  1. ARNALDO DE CASTRO COSTA disse:

    Bom e instigante Post, Dattoli. Queremos viver mais e com qualidade. Eu quero um livro seu, me diga onde acho mais fácil aqui. Abs

  2. Zé Rosa disse:

    Excelente. Estou lendo o livro que me foi ofertado pelo amigo Dattoli. Lendo com atenção, calma, como uma obra desse nível merece ! Quem está perto dos cinquenta, para cima ou para baixo, deve ler esse livro. A idade está na cabeça e não no corpo, como muito bem dizia minha saudosa progenitora. Parabéns e obrigado.

  3. Mateus Areal disse:

    LONGEVIDADE é um ótimo guia para todas as pessoas aposentandas, aposentadas e para quem deseja ter uma vida equilibrada e saudável.

  4. Jose Paes Landim disse:

    Há de desmistificar sentimentos prejudiciais à longevidade, como o ” já estou velho” , o que vale como uma confissão de que já não presta mais pra nada. Sobre esse assunto, pretendo manifestar minha opinião num pequeno artigo que escrevi.

  5. O livro é excelente! Farto material para reflexão. Acho que sinaliza que podemos mudar o conceito sobre o envelhecer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s