A atitude é a força mais poderosa de mudança

Quem quer vencer adversidades, chegar a resultados melhores, fazer algo novo, precisa entrar em ação. Mudança só acontece com atitude. Ficar apenas nas lamentações ou nas ideias, sem fazer o que precisa ser feito, não leva à evolução, ao êxito. Aliás, como diz aquele ditado popular sarcástico e verdadeiro, por demais conhecido, “de boas intenções o inferno está cheio”!

A esse pretexto, encontrei um artigo muito interessante, publicado no site A Mente É Maravilhosa, refletindo sobre o poder da atitude na vida – e no destino – de qualquer um. A lógica do texto é pragmática: menos reclamação, desculpas e vitimização e mais ação que promova as mudanças necessárias ou desejadas!

Eis aí um tipo de leitura sempre oportuna e que serve para dar uma sacudida no leitor, com o melhor dos propósitos, claro. Confira a seguir:

“A atitude é a força mais poderosa de mudança

A atitude é a força mais poderosa

A atitude é a força mais poderosa que possuímos, porém muitas vezes a ignoramos. Fazemos todo o possível para deixar essa força em segundo plano, enquanto nos esforçamos para culpar os outros pelo que acontece conosco, reclamando de todos os problemas e nos sentindo vítimas das circunstâncias.

A pergunta que precisamos responder é: qual atitude estamos assumindo em relação à vida? Refletir sobre essa questão e saber se a nossa atitude está ou não trazendo benefícios vai nos permitir sermos muito mais conscientes do porquê pouca coisa ou nada na nossa vida funciona tão bem quanto gostaríamos. Inclusive, se abrirmos bem os nossos olhos, vamos perceber que as dificuldades não são tão horríveis quanto enxergamos.

 “Resolver a nossa vida é fácil, nós que tornamos essa tarefa difícil. Tudo depende da nossa atitude.”

-Anônimo-

Escolher a nossa atitude em qualquer circunstância

Nós podemos escolher como enfrentar as circunstâncias, pelo menos em relação a isso sempre temos controle. A atitude é a força mais poderosa que nós temos. Graças a ela, podemos modificar o que acontece ou, pelo menos, a maneira como encaramos as coisas. Nós aceitamos ou rejeitamos? Reclamamos ou lidamos com as circunstâncias?

Vamos imaginar que temos um companheiro ou uma companheira que vive reclamando, de maneira que gostamos cada vez menos da sua atitude. Nós vivemos amargurados. É uma boa pessoa, mas nós já não somos mais felizes no nosso relacionamento. E ficamos parados, sem tomar nenhuma decisão. Enquanto isso, tentamos fazer nosso companheiro ou nossa companheira mudar, colocamos a culpa nele ou nela pelo relacionamento estar desse jeito, pelo vínculo estar cada vez mais fraco.

Ao ler isso, do nosso ponto de vista, saberíamos perfeitamente o que fazer. Temos duas opções: aceitar a pessoa da forma como é e amar sem desejar que ela mude. Ou podemos terminar o relacionamento e dar uma chance para o outro também poder ser feliz com outra pessoa.

Como podemos ver, a atitude é a força mais poderosa, pois nos permite sair de uma situação da qual não gostamos. Tudo isso, tomando uma decisão e mudando nós mesmos, não tentando fazer o outro mudar. Essa técnica também pode ser aplicada a outros tipos de circunstâncias. Quando temos uma dúvida, quando ficamos sem trabalho, quando uma doença aparece ou quando um parente falece.

Reclamar não serve para nada. Dizer aos céus como essa situação é injusta, nos vitimizar e ficarmos quietos sem fazer nada também não. De nada serve buscar culpados onde não há nenhum. Também não serve para nada se negar a aceitar o que simplesmente é, nem se fazer perguntas sem sentido como “por que eu?” ou “será que eu fiz algo errado?”.

“O que não podemos evitar, só podemos aceitar.”
-William Shakespeare-

A atitude é a força mais poderosa que nos permite ser felizes

A atitude é a força mais poderosa que impulsiona as mudanças, as tomadas de decisão, os novos rumos. Graças a ela, conseguimos encontrar a nossa felicidade ou mantê-la. Porque não podemos esquecer que devemos encontrar a felicidade no nosso interior, independentemente da contribuição do exterior: algumas vezes você vai conseguir, outras não.

Graças ao poder da nossa atitude, conseguimos compreender que não existem limites e que não temos por que nos sentirmos sobrecarregados com as circunstâncias. Por mais grave que possa parecer uma situação, como a demissão do trabalho ou uma dívida, sempre conseguiremos sair desse momento ruim e vencer os obstáculos. Essa é a inércia vital.

Às vezes as nossas emoções sufocam essa réstia de esperança, dramatizando em excesso o que acontece. No entanto, cedo ou tarde, não vai sobrar outra alternativa que não seja aceitar a situação e seguir em frente. Por que não fazer isso desde o começo? Por que se deixar ficar tão mal sem que seja necessário?

É importante confiar em nós mesmos e não nos mantermos sempre na zona de conforto. Se fizermos isso, as zonas de conforto vão diminuir em vez de aumentar. Se ficarmos nelas, vamos ver como esse estado de conforto se afunila, até que pouco a pouco deixe de ser “de conforto”. Passaremos a nos sentir encurralados pelas circunstâncias.

Não temos por que ter medo da mudança. As mudanças são oportunidades, novos começos, novos caminhos. Deixaremos alguma coisa para trás, isso é verdade. Mas o que está por vir também pode nos trazer algo novo se tivermos a paciência e a inteligência para deixar a situação ao nosso favor. Uma oportunidade para aprender, se superar, amadurecer e nos darmos conta de que conseguimos lidar com todos os problemas que surgirem nas nossas vidas.

Não podemos nos esquecer de que a atitude é a força mais poderosa da mudança. Podemos tomar decisões para sair de uma situação que nos desagrada. Podemos aceitar o que não gostamos, parar de negar e seguir em frente. Muitas vezes, o reflexo do futuro nos devolve uma imagem mais complicada daquilo que na verdade nos aguarda. Com a atitude, nós escolhemos algo tão simples e vital quanto a forma de nos posicionarmos frente a essa imagem.

Uma pequena mudança de atitude pode fazer uma grande diferença. Pode transformar uma situação difícil em algo superável e uma circunstância dolorosa em uma oportunidade para ficar mais forte. “

Fonte – https://amenteemaravilhosa.com.br/a-atitude-e-a-forca-mais-poderosa/

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Motivação e crescimento humano. Bookmark o link permanente.

2 respostas para A atitude é a força mais poderosa de mudança

  1. ANAFOG disse:

    Seja a mudança que você quer ver no mundo.
    Mahatma Gandhi…………………….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s