Gentileza e solidariedade fazem empresário brasileiro ser indicado para o Nobel da Paz!

Uma boa notícia para começar o fim de semana: um cidadão comum, pequeno empresário e de origem humilde, está merecendo reconhecimento pelo seu trabalho social, voltado para a gentileza e para a solidariedade com quem tem fome e, melhor ainda, acaba de receber indicação para a maior premiação mundial para trabalhos dessa natureza, que é o Prêmio Nobel da Paz! 

Isso está acontecendo nestes dias, com Luiz Gabriel Tiago. É assunto para nos alegrarmos, principalmente porque vai estimulando outras pessoas para a ação social e para uma maior conscientização em termos de cidadania.

Diversos órgãos de comunicação trouxeram essa notícia alentadora. Abaixo, confira matéria da Gazeta Online:

“Empresário de Niterói é indicado ao Prêmio Nobel da Paz

Luiz Gabriel Tiago,de 39 anos, é idealizador pela rede de solidariedade Pontinho de Luz

Pedro Gabriel Tiago, indicado ao Nobel da Paz, com mais uma turma do Treinamento Gentileza
Pedro Gabriel Tiago, indicado ao Nobel da Paz, com mais uma turma do Treinamento Gentileza
Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação

Niteroiense de Várzea das Moças, o turismólogo Luiz Gabriel Tiago, de 39 anos, teve a vida transformada no início do mês por uma notícia com a qual jamais foi capaz de sonhar: a indicação ao Prêmio Nobel da Paz de 2018. A recomendação é fruto dos sete anos de atuação da Pontinho de Luz, sua empresa social, responsável pelo “Treinamento Gentileza”, um programa pago, com 22 horas de duração, dedicado a promover a empatia. Quem passa pela formação tem acesso à Pontinho de Luz, uma rede de solidariedade que conta com 35 mil pessoas, responsáveis por ações sociais realizadas no Brasil e no exterior com os recursos arrecadados por treinamentos e doações.

A iniciativa é inspirada na atuação do Profeta Gentileza. De sua referência, Pedro Gabriel Tiago tirou também um nome profissional: Senhor Gentileza, com o qual é encontrado nas redes sociais. Ele explica que, até 2010, conduzia as pesquisas que resultaram no conteúdo do programa “Treinamento Gentileza” e ministrava palestras, quando se sentiu obrigado a fazer algo mais prático para interferir na realidade.

“O tema gentileza sempre esteve muito presente em minha vida, mas era incoerente eu falar tanto nisto e não fazer nada. Pensei em fazer uma ONG, mas isso limitaria minha atuação, porque eu precisaria também de um meio de sobrevivência. Foi quando conheci o conceito de empresa social, que propõe um negócio e faz a roda da solidariedade girar a partir dele. Este tipo de iniciativa ganhou muito impulso em 2005, quando o Prêmio Nobel de Muhammad Yunus reforçou a importância dos negócios sociais. Ainda estou muito surpreso com toda essa repercussão sobre a indicação para o prêmio Nobel. Isto é maior do que qualquer coisa que pude imaginar”, afirma.

Rede de solidariedade

Nesses sete anos de atuação, a Pontinho de Luz coleciona feitos relevantes: já arrecadou 500 toneladas de alimentos para doação a famílias carentes, promove doações mensais de cestas básicas no Rio e em São Paulo e ações solidárias, como abraços públicos e distribuição de doces em frente à estação das Barcas, no Centro de Niterói. A cidade continua presente no cotidiano da empresa social: sua sede fica na casa onde Luiz Gabriel Tiago cresceu, em Várzea das Moças.

As pesquisas do empresário resultaram no livro “Gentileza no Trabalho”, publicado em 2009. Embora seja destinado a propósitos variados, seu treinamento tem maior procura por empresas que pretendem melhorar o relacionamento interpessoal entre funcionários e colaboradores diversos.

“No treinamento, o público é estimulado a se colocar no lugar do outro, para viver angústias e alegrias. Graças a ele,temos condições de ajudar asilos, orfanatos e vítimas de enchentes. É a maior fábrica de gentileza do mundo”, comemora orgulhoso o apaixonado pela Viradouro que, nas horas vagas, gosta de andar de patins no Caminho Niemeyer e de ver o por do sol na Praia de Itaipu.

A história de Pedro reúne também momentos de dificuldades financeiras, enfrentadas entre a adolescência e o início da vida adulta. Para poder cursar um pré-vestibular, vendeu cafezinho na Praça XV, no Centro do Rio, e foi office boy. Foi nesta épocaque se tornou mais sensível para as necessidades da camada mais humilde da população. Por isto, garante não ligar para o rótulo de assistencialista.

“Há quem nos critique por dar o peixe, acham que deveríamos ensinar as pessoas a pescar. Mas dar o peixe é o que eu sei fazer, e continuarei fazendo. Não posso ficar apenas no plano teórico porque, enquanto isto, as pessoas têm necessidades, sentem frio e fome”, explica.

O resultado do prêmio está previsto para o fim do ano que vem. Até março, a Academia Sueca, responsável pela organização do evento, deverá divulgar uma lista com os finalistas. Atualmente, há também uma brasileira indicada: a farmacêutica Maria da Penha Maia Fernandes. Vítima de agressões do ex-marido que, sua atuação em defesa das mulheres resultou na lei federal 11.340/06, popularmente conhecida como Lei Maria da Penha, destinada ao combate à violência familiar. Nunca um brasileiro venceu uma edição do Prêmio Nobel.

Fontehttp://www.gazetaonline.com.br/noticias/brasil/2017/09/empresario-de-niteroi-e-indicado-ao-premio-nobel-da-paz-1014101385.html

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Ações sociais e humanitárias, Bom comportamento. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Gentileza e solidariedade fazem empresário brasileiro ser indicado para o Nobel da Paz!

  1. Jose Paes Landim disse:

    Que, por justiça e pleno merecimento, ele seja contemplado com o Prêmio Nobel da Paz, honraria a que somente os altruistas – sacerdotes do bem – fazem por merecê- lo. São exemplos, como esse, que deveriam tomar corpo e alma na consciência de todos nós. Parabéns Luiz Gabriel Tiago.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s