Stephen Hawking: o genial cientista nos ensina o que é mindset positivo e determinação!

 Imagem: TecMundo

Este artigo é para falar de um gênio, ainda vivo, um dos maiores cientistas do nosso tempo e escritor marcante, reconhecido e laureado internacionalmente, enfatizando, sobretudo, o exemplo – inspirador – de superação e determinação deste homem, o físico Stephen Hawking.

Será que temos motivo bastante para reclamar da vida e para desanimar?

Para quem está desmotivado por conta de alguma dificuldade, enfrentando problemas de saúde e outros reveses, pessoais e profissionais, para quem se sente desestimulado, sem ação, diante de adversidades e até pensando em “jogar a toalha”, por acreditar ser um azarado, porque as circunstâncias da vida não lhe ajudam etc. etc. etc., vale a pena conhecer, e refletir, sobre a história deste homem, que destaco a seguir. Sua trajetória de vida se constitui numa prova viva, e muito emblemática,  de exemplo de automotivação, autoconfiança, autoestima, resiliência, determinação e tantas outras virtudes de quem quer se superar, vencer e deixar a sua marca no mundo, a despeito da severa limitação física que passou a enfrentar.

Stephen Hawking, físico e cosmólogo extraordinário, nasceu em 8/1/1942, em Oxford, Inglaterra, estando agora com 75 anos. Aos 21 anos foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (ELA), também chamada de doença do neurônio motor, uma doença neurológica progressiva, tendo prognóstico de que não chegaria aos 25 anos. Aos 27 anos começou a utilizar cadeira de rodas e aos 43, no ano 1985, passou por uma traqueostomia que o impediu de falar de forma natural.

Mais do que conhecido, tem sido consagrado mundo afora pelas suas teorias, seus pronunciamentos, aparições públicas e suas publicações. Além do que, é possivelmente o deficiente físico mais famoso do mundo.

A vida desse homem singular está contada, de forma agradável, no livro A MENTE DE STEPHEN HAWKING, escrito por Daniel Smith (Editora Universo dos Livros, 2016), que ganhei de um amigo e cuja leitura conclui recentemente.

Trata-se de uma vida de superação absolutamente impressionante. Para se ter ideia das crescentes dificuldades físicas que ele passou a enfrentar, observem: …”Quando perdeu sua própria voz completamente nos anos 1980, ele só conseguia escrever frases com a ajuda do computador. Na época, ele ainda tinha algum controle de seu polegar, mas não levou muito tempo para que o perdesse para a ELA. Então, sua única forma de comunicação se tornou soletrar palavras uma letra por vez movimentando sua sobrancelha no momento certo, enquanto uma terceira pessoa apontava a letra apropriada em uma tabela de soletrar…”.

Talento e produção a todo vapor

Mas nada disso o impediu de seguir a sua jornada, de revelar todo o seu talento, seja como teórico, como professor, como escritor e como palestrante.

Ele ficou mundialmente famoso por algumas teorias, das quais se destaca a “Black Hole Explosion” (explosão do buraco negro), publicada em 1974, que ficou conhecida como a “radiação Hawking”. Outros trabalhos se seguiram, como “gravitação quântica euclidiana”, como a descrição sobre o surgimento do universo (“teoria da ausência de fronteiras”), bem como sobre “as singularidades dos raios”, entre diversos outros ensaios/teorias. É autor de quatro leis da mecânica de buracos negros. Segue escrevendo sem parar, sendo autor, ou co-autor, de mais de duzentos livros (ficção e não ficção), incluindo o seu livro mais popular, Uma breve história do tempo: do Big Bang aos buracos negros, publicado em 1988.

A essência de Hawking – seus pensamentos e citações sobre ele

Para que você conheça a forma de pensar e as atitudes extraordinárias desse cientista genial, cujo exemplo está aí como poderosa fonte de inspiração,  selecionei alguns dos seus pensamentos e citações sobre ele que julguei importantes, extraídos do referido livro:

“Passei a vida inteira sob o risco de morte prematura, por isso detesto perder tempo.”

“Quando sentia pena de si mesmo, Hawking se lembrava de que sempre havia alguém em uma situação pior.”

“…movido por sua determinação inabalável, ele se estabelece como o cientista mais celebrado do planeta. Isso sem falar de sua vida particular, que, de uma forma ou de outra, não foi menos dramática.”

“Qualquer pessoa pode ser chamada de cabeça-dura. Eu prefiro dizer que sou determinado. Se eu não fosse bastante determinado, não estaria aqui agora.” (Entrevistado pela Rádio BBC 4, em 1992).

“Manter a mente ativa tem sido vital para minha sobrevivência, bem como manter o senso de humor.”

“Eu reparei que mesmo as pessoas que alegam que tudo é predeterminado e não podem fazer nada para mudar olham para o lado antes de atravessar a rua.”

“As pessoas às vezes se esquecem de que os deficientes também têm personalidades…” (dito pela sua filha Lucy, revista Grazia, 2015).

“Música é muito importante para mim.” “É particularmente fã de ópera e música clássica.”

“A vida de Stephen Hawking é um triunfo do intelecto sobre a adversidade”. (Barão Rees de Ludlow).

“Eu não poderia seguir com a minha vida se eu só tivesse a Física. Como todo mundo, preciso de atenção, amor e afeto.”

“Entre suas descobertas cosmológicas, podemos concluir que ele descobriu há muito tempo que o amor faz o mundo girar.”

“Um grande custo pessoal veio da aceitação de ajudantes morando em sua casa do final dos anos 1970 em diante, quando sua família se tornou incapaz de cuidar dele sozinha.”

“A ficção científica […] não é só uma boa diversão, mas serve a um sério propósito: o de expandir a imaginação humana.” (ao prefaciar o livro A Física de Jornada nas Estrelas, de Lawrence M. Krauss, 1995).

“Eu confio muito na minha intuição.”

“Ser bastante conhecido e facilmente reconhecível tem suas vantagens e desvantagens […], mas as desvantagens são facilmente superadas pelas vantagens.”

“Eu tive uma vida cheia e satisfatória.”

…”Enquanto outros de sua idade, mesmo que gozem de uma saúde de ferro, acham que é hora de se retirar, ele se mantém ativo, tanto como acadêmico quanto como embaixador da ciência.”

Cabe ainda registrar que a história de Stephen Hawking foi retratada no belíssimo filme A teoria de tudo (“The Theory of Everything”), de 2014, inspirado na obra Travelling to Infinity: My Life With Stephen, de Jane Wilde Hawking.

Na minha visão, tudo isso é motivador. Muitos insights estão aí.  É uma prova eloquente de mentalidade para vencer (mindset positivo), de resiliência e de uma determinação notoriamente incomum. E por outro lado, ficamos com a lição de que grande parte das dificuldades e limitações que vislumbramos é imposta por nós mesmos. Aqui pra nós, sempre podemos fazer mais!!!

O que achou deste artigo? Registre o seu comentário. Ficarei agradecido!

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Filmes, Livros e leitura, Motivação e crescimento humano. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Stephen Hawking: o genial cientista nos ensina o que é mindset positivo e determinação!

  1. Pingback: Stephen Hawking: o genial cientista nos ensina o que é mindset positivo e determinação! – A luz de bons preceitos humanos, refletirá um estado de equilíbrio harmônico com tudo que vemos e com o que não vemos .Apenas sentimos.

  2. CORNELIO FARIAS PIMENTEL disse:

    Fantástico e oportuno.

  3. Dáttoli, O gênio Stephen Hawking muito contribuiu e ainda contribui para a curiosa e moderna área da física quântica, que explica a vida forae além dos conceitos e preconceitos religiosos. Sou fã dele desde pequenina. Obrigada por lembrar do seu exemplo de superação. É verdadeiramente espetacular.

  4. Maria Loussa disse:

    A vida do gênio Stephen Hawking é um exemplo para todos que o conhecem através da mídia. Superação, otimismo, motivador, determinação!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s