“Uma brincadeira muito perigosa!”Depoimento e alerta para os festejos juninos

Os festejos juninos estão aí, para encanto geral! Como não poderia ser diferente, em razão das minhas raízes no interior baiano, o mês de junho é especial, que culmina com a grandiosa Festa de São João, para mim a mais bonita e agregadora festa popular. 

Entretanto, precisamos estar atentos – e aumentar os cuidados – quando se trata da utilização dos tradicionais fogos de artifício. A esse respeito, recomendo a leitura de texto interessante e oportuno, do palestrante Gabriel Metzler, publicado recententemente no seu blog, com importante depoimento sobre caso concreto ocorrido com ele, 19 anos atrás, além de oferecer boas recomendações para que se evitem acidentes com fogos.

Leia o texto a seguir transcrito:

“Uma brincadeira muito perigosa!

Nessa época de festas juninas, o número de acidentes com explosivos aumenta muito. A melhor atitude é a prevenção.

Uma brincadeira muito perigosa festa junina

E aí, beleza?

Você sabe que estamos na época do ano que mais ocorrem acidentes com explosivos?

E quando menciono explosivos, refiro-me a fogos de artifício, bombinhas, rojões etc. Artefatos que, infelizmente, descumprindo o que diz a Legislação, muitas vezes são vendidos a crianças e adolescentes, colocando-os em grande perigo.

Talvez você pense que isso está distante de você, do seu filho ou filha. Eu gostaria muito de dizer que você está coberto de razão, porém a realidade não é essa. Eu pensava assim quando tinha 15 anos e estava completamente errado.

Festas juninas com quentão, pipoca, pinhão, além de brincadeiras para crianças e dança da quadrilha, tem também a fogueira e jovens brincando com bombinhas. Provavelmente você já esteve em lugar assim com sua família, não é verdade? Pode ser a festa da escola, da igreja ou do grupo de amigos.

Nesse dia 13 de junho de 2017, bem como em todos os outros dias dos últimos 19 anos é impossível não lembrar daquele trágico 13 de junho de 1998. Sábado, dia de festa junina na escola que estudava e surge a ideia de fazer uma bomba. Eu e mais 4 amigos, com idade entre 13 e 15 anos. Compramos foguetes em um mercado e quando estávamos terminando de fazer a bomba, ela explode matando um adolescente de 13 anos e deixando outro, de 15 anos, gravemente ferido.

19 anos se passaram… isso mesmo, 19 anos… e esse jovem de 15 anos que ficou gravemente ferido é quem vos escreve aqui. Um adolescente, sem limitações físicas até aquele momento, reunido com seus amigos e em menos de 1 segundo, o que era para ser uma brincadeira vira uma grande tragédia. Duas famílias diretamente afetadas, amigos unidos para confortar e apoiar essas famílias e uma tristeza generalizada.

Uma brincadeira que mudou a história de famílias e amigos. Devido as lesões do acidente, hoje eu não enxergo nada. Perdi totalmente a visão do olho direito e parcial do olho esquerdo no acidente e Fiquei completamente cego no final de 2015, ainda devido as lesões da explosão.

É possível que você já tenha levado algum susto causado por explosivos ou conheça alguém que já tenha se ferido quando estava manuseando um foguete ou bombinha, conhece?

Tendo em vista tudo o que passei, minha família, amigos e principalmente a família do nosso amigo que faleceu, deixo aqui 4 recomendações pensando no seu bem-estar e de sua família, para que você jamais passe pelo que passamos.

A primeira e principal recomendação é NÃO MANUSEAR FOGUETES OU BOMBINHAS. Deixe isso para profissionais. Por exemplo, não é a toa que os fogos de artifício da virada do ano são colocados em balsas distantes da praia em Copacabana. Eles são muito perigosos e não dão chances a erros.

– Se estiver em um local onde existam pessoas soltando bombas, se afaste e vá para outro lugar junto com sua família. Muitas vezes, o ferido é quem está próximo e não quem está manuseando.

– Caso você identifique algum lugar onde estão sendo vendidos foguetes, rojões e bombinhas, informe ao Corpo de Bombeiros e à Polícia para que eles verifiquem se o local está devidamente autorizado. Locais irregulares estão colocando em risco toda a vizinhança. São diversos os casos de explosões enormes de locais inapropriados para esse tipo de comércio. E se você identificar locais vendendo para menores de idade, DENUNCIE IMEDIATAMENTE porque É PROIBIDO. Pode ser que você esteja salvando uma vida. Pense o que você gostaria que fizessem se fosse o seu filho?

– Se mesmo assim você ainda quer usar foguetes, rojões ou bombinhas , pelo menos deixe seu filho, filha e família longe. Se você quer correr o risco de perder a mão, sofrer queimaduras, ficar com lesões irreversíveis nos ouvidos e/ou olhos, faça isso sozinho. Não coloque outras pessoas em risco.

Você prefere terminar a festa em casa, feliz com sua família ou em um hospital com dor e sofrimento?

Como em tantas outras situações de sua vida, entender que a prevenção é a melhor maneira de se proteger vai te ajudar muito a cuidar da sua saúde e das pessoas que estão próximas a você. Tenha um novo olhar para a atitude segura.

NÃO ACENDA. VIVA E DEIXE VIVER!

Aproveite as festas e se divirta com brincadeiras seguras.

Grande abraço!

Fonte – http://gabrielmetzler.com/blog/uma-brincadeira-muito-perigosa/

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Bom comportamento, Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s