Superqualificados e frustrados com a carreira

Resultado de imagem para frustração com a carreira Imagem – PUC Minas

A abordagem de hoje é sobre formação acadêmica e desenvolvimento pessoal voltado para a carreira. Você tem investido na sua formação? Acha que os retornos, a remuneração recebida e o cargo ocupado não estão compatíveis com os investimentos que você têm feito?

A esse pretexto, faço hoje referência ao artigo Superqualificados e frustrados com a carreira, publicado no portal do Valor Econômico, com excelente reflexão de Rafael Souto a respeito de formação profissional e de eventuais frustrações que ocorrem com os retornos desses investimentos. A análise alcance duas perspectivas importantes: i) a do profissional, que busca desenvolvimentos cada vez mais elevados, sobretudo acadêmicos, inclusive no exterior; ii) a realidade das culturas organizacionais e dos modelos mentais dos seus gestores.

O autor nos oferece ampla e rica visão sobre os diversos motivos que levam a frustrações entre investimento acadêmico e crescimento profissional. Por trás dessa realidade, como será visto, estão arrogância e possível falta de habilidades desses talentos altamente qualificados e, no outro lado do balcão, despreparo e até preconceitos em relação à educação corporativa.

Um bom texto, a meu ver prático e atual. Leiam a seguir:

“Superqualificados e frustrados com a carreira

Por Rafael Souto

Tenho observado um número cada vez maior de profissionais com boa formação e experiência frustrados com sua carreira e o reconhecimento no mercado de trabalho.

Um dos temas de maior insatisfação é a relação entre investimento acadêmico e crescimento profissional.

Clique no link a seguir para ler o artigo na íntegra:

http://www.valor.com.br/carreira/4855946/superqualificados-e-frustrados-com-carreira?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_campaign=Timeline

 

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Liderança, O ser humano no contexto das organizações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s