Alerta: reclamar demais prejudica a saúde

Resultado de imagem para hábito de reclamar Imagem – Portal Raízes

Voltando a falar de saúde, reproduzo matéria, publicada no site BOA FORMA, com alerta sobre os prejuízos à saúde provocados pelo hábito de reclamar. Já tratei deste tema aqui anteriormente. É sempre oportuno!

A propósito, não percamos de vista que, além dos comprometimentos à saúde da pessoa que reclama, destacados no texto, o ato de reclamar também gera impacto negativo nas outras pessoas e, sem dúvida, afeta a atmosfera do ambiente.

Leiam a seguir: 

“Alerta: reclamar demais prejudica a saúde

Ai que saco! Se você é da turma que repete essa expressão, pelo menos uma vez por dia, nós avisamos: isso faz mal à sua saúde. Entenda

Poike/ Thinkstock/ Getty Images    Poike/ Thinkstock/ Getty Images

Todas nós já reclamamos, pelo menos uma vez por semana, de alguma coisa, certo? Contudo, o hábito pode comprometer (e muito) a sua saúde. Apenas 30 minutos de negatividade por dia pode lesar o cérebro, danificar a memória e afetar suas funções cognitivas. Isso prejudica o funcionamento de neurônios do hipocampo e aumenta os níveis de cortisol (o hormônio do stress) na corrente sanguínea. Foi o que concluiu um estudo realizado na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.

Para reduzir os níveis de negatividade – que andam dominando o mundo, o pastor americano Will Bowen desenvolveu o desafio “No Complaints Challenge”, uma medida interessante contra o hábito de reclamar. A ideia consiste em colocar uma pulseira com os dizeres: “abaixo a reclamação” no pulso e ficar com ela por 21 dias sem reclamar de nada (tempo necessário para se criar um novo hábito). A cada reclamação, a pulseira deve ser trocada de pulso e a contagem (dos 21 dias) deve começar novamente.

Em 10 anos, o pastor distribuiu mais de 10 milhões de pulseiras para pessoas em 106 países diferentes. Mas, o próprio criador do método sabe que o desafio não é fácil. Ele revelou, inclusive, que demorou três meses e meio para conseguir completar os 21 dias – sem reclamar nenhuma vez. E você? Seria capaz de evitar qualquer tipo de situação estressante para vencer o desafio?

Publicado em – http://boaforma.abril.com.br/saude/alerta-reclamar-demais-prejudica-a-saude/
Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Motivação e crescimento humano, Saúde. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Alerta: reclamar demais prejudica a saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s