“Talvez a liderança não seja para você” – Boa reflexão!

Como tenho feito aqui com certa frequência, volto ao tema liderança, pela sua importância, pelo interesse geral que normalmente desperta nas pessoas e por ser uma das minhas áreas de atuação profissional favorita.

Para hoje, selecionei mais um artigo interessante publicado no boletim LinkedIn Pulse, escrito de forma leve e inteligente por Lucas Siqueira. Recomendo ler – e refletir – sobre os pontos que o autor considera extremamente importantes para você se aproximar da sua equipe. E a meu ver ele está correto. Apesar de não haver novidade, nada de extraordinário, são atitudes que muitos se esquecem no dia a dia, colocam em plano secundário, o que acaba sendo fatal e comprometendo seriamente seu desempenho como líder.

E a verdade é esta: líderes verdadeiros, que fazem seguidores e chegam ao sucesso, precisam gostar de gente e, portanto, se preocupar efetivamente com a sua equipe!

Confiram a seguir:

Talvez a liderança não seja para você

( – Agrônomo; Vendas, Gestão de Canais de Distribuição, Marketing e Desenvolvimento de Mercados em Produtos de Diferenciação)

“Talvez a liderança não seja para você

Vamos combinar o seguinte: toda aquela introdução que o mundo está cada vez mais competitivo, que o mercado está cada vez mais exigente e tal nós vamos pular, ok? Acredito que todos nós sabemos BEM disto (mas meu caro, se você ainda não sabe, volte duas, três, dez casas).

Vivemos e trabalhamos com os mais diferentes tipos de gente, o que torna a Gestão de Pessoas uma das mais fascinantes artes. Alguns gostam de proximidade, outros preferem a introspecção; seu companheiro de escritório pode precisar de agitação para entregar bons resultados; o que divide área com você só consegue se concentrar com um silêncio sepulcral. Faz parte de ser um bom líder saber identificar e trabalhar as individualidades de sua equipe para que essa bagunça de personalidades entregue um belo resultado. É extremamente rico para todos, principalmente para o líder, trabalhar em equipes heterogêneas.

Existem máximas quase irrefutáveis quando falamos em desenvolvimento de pessoas: um profissional que tem uma boa liderança ao seu lado se desenvolve mais rápido, entrega melhores resultados e permanece mais tempo nas empresas. No entanto, por mais que seja óbvia esta afirmação, está justamente aí a raiz de quase todos os problemas nas empresas: a falta de comunicação que causa um abismo entre aqueles que deveriam ser indivisíveis – líderes e suas equipes.

Quem faz de você um líder não é o seu salário, seu job description ou o que está no seu cartão de visitas: é sua equipe reconhecer em você aquele que vale a pena seguir.

Gestor de equipe, a responsabilidade por uma boa comunicação entre você e os seus é sua. Você é ou já foi liderado algum dia, então sabe bem disso, correto? Não? Bem, abaixo estão alguns pontos que são básicos e extremamente importantes para você se aproximar da sua equipe:

  • Tenha genuíno interesse em seus liderados: fica mais fácil fazer sua equipe render quando você mostra que se importa com ela. Não precisa querer ser o melhor amigo do seu pessoal, mas querer saber se aquela dor nas costas da Dona Cláudia passou ou se a esposa do Sr. Antônio conseguiu aquele emprego faz uma diferença danada. Sua equipe precisa saber que não é apenas um número. Só cuidado para não ser invasivo e tudo certo;
  • Tente entender quais são os objetivos de vida de cada um e trabalhe para ajudá-los a alcançar: descobrir o que motiva o colaborador é importantíssimo para fazê-lo render o máximo, porque você o ajuda a visualizar um significado maior ao trabalho. Afinal de contas, faz mesmo sentido usar como incentivo uma possibilidade promoção à Gerência para um profissional que na verdade quer uma carreira de Especialista?
  • Não assuma que a equipe já sabe como fazer cada detalhe do trabalho: isto é ainda mais grave quando os liderados são profissionais jovens ou recém contratados. Estes, na ânsia de passar a imagem de “contratação do século”, julgam erroneamente que perguntar sobre suas atribuições e pedir orientação é sinônimo de fragilidade e, com medo de parecerem despreparados, se fecham no baú da improdutividade. Resultado: colaboradores insatisfeitos, liderança não validada, empresa perdendo dinheiro;
  • Estimule o diálogo entre você e sua equipe: se ela não sente que pode compartilhar com você suas inseguranças e preocupações, o que o faz pensar que eles o procurariam para compartilhar boas ideias para o seu negócio? Vale – e muito – a pena deixar a porta aberta. Não se esqueça que um diálogo só se sustenta se há troca. Por que não compartilhar um pouco de você (com cuidado) com sua equipe?
  • Dê e peça feedbacks periódicos. É, bonitão: Você também está suscetível a erros e tem muito a melhorar; ajude a sua equipe a evoluir e eles também o tornarão um líder melhor. Os feedbacks pontuais e situacionais são muito importantes, mas sua equipe se sentirá mais segura em saber que periodicamente terá a oportunidade de saber se está no caminho certo. Defina uma agenda de sessões de feedbacks – e cumpra;
  • Respeite o esforço de sua equipe: na medida do possível, responda os mails importantes, retorne as ligações e leia os relatórios que sua equipe preparou para você. Se a sua equipe lhe pediu ajuda em uma negociação com um grande cliente ou dedicou esforços para informar a você como está o mercado, nada mais desrespeitoso que não atender o chamado ou tampouco folhear o report.

 

Lembre-se: são pessoas. Tem vidas no mundo real, podem não estar entendendo patavinas do que está acontecendo no trabalho ou podem estar se questionando como pais, esposas ou profissionais – e sua missão não é somente transformá-los em colaboradores de alta performance, mas também em profissionais que queiram espontaneamente dividir uma missão com você e sua empresa. Eu sinceramente não sei como fazer isto que não pelo diálogo aberto e confiança mútua.

Quem faz de você um líder não é o seu salário, seu job description ou o que está no seu cartão de visitas: é sua equipe reconhecer em você aquele que vale a pena seguir. Se os seus objetivos profissionais não passam pela realização dos objetivos da sua equipe… bem, talvez a liderança não seja para você.

Créditos da imagem: http://www.talentculture.com
Publicado emhttps://www.linkedin.com/pulse/talvez-lideran%C3%A7a-n%C3%A3o-seja-para-voc%C3%AA-lucas-siqueira

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Liderança, O ser humano no contexto das organizações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s