Dicas de atitudes para você se destacar e ter sucesso no trabalho – Parte 3

everydaypowerblog.com – Image free

Volto com a série Dicas de atitudes para você se destacar e ter sucesso no trabalho, divulgada semanalmente, que iniciei no dia 21 de julho.

Se você não leu as publicações anteriores (partes 1 e 2), aproveite e acesse os links abaixo:

https://obemviver.blog.br/2016/07/21/dicas-de-atitudes-para-voce-se-destacar-e-ter-sucesso-no-trabalho-parte-1/

https://obemviver.blog.br/2016/07/27/dicas-de-atitudes-para-voce-se-destacar-e-ter-sucesso-no-trabalho-parte-2/

Agora, vamos a mais duas dicas de atitudes que preparei para esta semana, cabendo reforçar que a produção dessa série tem por objetivo destacar comportamentos positivos que, se adotados, trarão significativo diferencial para a sua carreira, sempre com base nas minhas observações e constatações resultantes de longa vivência em ambientes organizacionais e, ainda, da minha atuação como coach.

Boa leitura e bom proveito!

  • Ofereça sugestões de melhorias e boas contribuições

noticias.universia.com.br

Seja em reuniões de trabalho, ou em conversa formais e informais dentro da organização, especialmente com superiores hierárquicos, demonstre sempre o seu real interesse pela empresa/organização. E a forma mais objetiva de demonstrar esse interesse é contribuindo explicitamente com novas ideias ou soluções.

Algumas regras para fazer isso:

  • Não perca a chance de agir. Tão logo lhe ocorra a ideia (sugestão), e estando consciente de que está pronto para se posicionar, busque a oportunidade;
  • Deixe claro que você quer apresentar uma contribuição. Posicione-se sempre com tom de voz ameno, sem arrogância, ainda que você tenha uma grande sacada;
  • Confira se foi bem entendido pelos presentes e, se necessário, esclareça as dúvidas existentes;
  • Seja polido, espere a sua vez (cuidado para não monopolizar a discussão, o que não é bom), fale pausada e claramente, e sempre que possível mencione outras pessoas que contribuíram com você, com a sua ideia. Aliás, ao contrário do que muita gente pensa, dar crédito a quem merece é sinal de grandeza e maturidade. Jamais deve ser visto como ameaça!
  • Nunca critique (conotação negativa) ou desmereça outras pessoas ou ideias;
  • Como nem tudo são flores, esteja preparado para algum questionamento mais duro ou sarcástico de alguém. O ciúme e a inveja sempre estarão presentes no ambiente organizacional, em alguma medida. Vá em frente e não se deixe abalar por aqueles que vêm você como ameaça para seus interesses na carreira;
  • Você ainda deve estar preparado para a possibilidade de a sua ideia ser rejeitada pela chefia ou pelo grupo, por alguma razão específica. Se isso ocorrer, recomendo fazer uma reavaliação da sua proposta, a mais isenta possível, para verificar se não cometeu algum equívoco. Confirmada tal hipótese, você deve procurar as pessoas para admitir o erro. Isso é demonstração de humildade, mas também de grandeza e de boas intenções. Não receie situações como essas. O pior dos erros é a omissão!
  • Por fim, não crie sofrimento nem ressentimentos se a sua sugestão não vier a ser implantada pela organização. Dê tempo ao tempo. Lembre-se de que você não é o dono da verdade, muito menos o dono do negócio ou o presidente da empresa. Ninguém ganha todas! O fundamental foi a sua contribuição. Relaxe e siga dando o seu melhor.

Agindo com esse protagonismo, você será percebido, principalmente pelos escalões superiores, como um profissional que pensa além do lugar comum, que se preocupa com o funcionamento e a melhoria da organização e, sobretudo, que quer fazer a diferença. O resultado é que você passará a ser mais admirado e terá reconhecimento das suas competências dia após dia!

  • Seja atencioso e demonstre respeito pelos outros (isso é ser inteligente!)

    blog.kombo.com.br

Pode acreditar: um dos maiores diferenciais de simpatia no ambiente organizacional é se mostrar atencioso para com os outros. Esse é um tipo de atitude que, a princípio, nem deveria ser mencionado aqui, por ser elementar… Contudo, o ambiente corporativo no geral anda tão estressado, as pessoas tão envolvidas com os seus problemas pessoais e de trabalho, com metas a serem atingidas, com a correria e múltiplas tarefas que muitos se esquecem desse pequeno detalhe. Acabam se isolando e se perdem em seu próprio mundo.

Nesse contexto, quem está atento ao ambiente, aos colegas, quem busca com frequência a interação, cumprimenta regularmente e demonstra alguma preocupação com os seus pares passa a ser bem visto e admirado. Muita gente não se dá conta de que uma das maiores necessidades afetivas do ser humano é a de ter atenção.  Simples assim: na essência, as pessoas querem atenção! Essa necessidade vem dos bebês e fica instalada em nossa mente como uma necessidade permanente ao longo da vida, variando de níveis moderados aos mais acentuados, de acordo com as circunstâncias, faixa etária etc. Não é por acaso que os eventos que são mais marcantes, que mexem com as nossas emoções e que elogiamos são aqueles em que somos recebidos como “reis”. A atenção tem o poder de desarmar as pessoas, no bom sentido!

Observei, ao longo da minha experiência corporativa, que as pessoas mais atenciosas, que demonstravam empatia para com os outros eram sempre queridas. E quando essa virtude era demonstrada por alguém do alto escalão, conforme presenciei durante as minhas atividades profissionais no comportamento de alguns presidentes, diretores e outros executivos, a comunidade mais do que elogiava, se encantava. A conclusão que se tira é que, infelizmente, esse não é o estilo de atenção praticado pela maioria.

Diante dessa realidade, o meu recado é: busque ser empático e desenvolva habilidades sociais.

A atenção pelo outro, que começa com um simples cumprimento ao chegar, passando pela demonstração de real interesse pelos sentimentos do seu colega de trabalho, vai atrair bons fluidos, naturais amizades e fieis aliados. Por outro lado, fique sempre atento para não se espelhar em pessoas de mau humor, deselegantes e individualistas. Essas características também influenciam e contaminam!

Não é sem razão que os profissionais de maior sucesso nos dias de hoje, escolhidos para destacados postos de liderança, demonstram elevado nível nas competências da chamada Inteligência Emocional (IE). E dos cinco grandes fatores da IE, destacaria dois, que englobam a abordagem deste texto:

  • Empatia – a capacidade de conhecer, de perceber sentimentos e de se conectar construtivamente com tipos diferentes de pessoas; e
  • Habilidade Social – a capacidade de estabelecer relacionamentos e interações de forma correta, em condições de estabelecer negociações, estabelecer cooperação e de liderar.

Portanto, quando você se empenha em ser atencioso e ter respeito pelos colegas e parceiros de trabalho, quando os cumprimenta natural e explicitamente, com uma saudação enfática e, se puder, com um aperto de mão, ou, melhor ainda, com um abraço, você de pronto está “desarmando os espíritos”, abrindo portas e corações. Parece mágico!

E como consequência do seu jeito de agir, você também passa a merecer, por certo, respeito, atenção e, mais ainda, consideração dos outros. É a infalível “lei da reciprocidade” em ação.

Finalmente, como das melhores regras para o bom relacionamento interpessoal, uma prática eficaz, ao chegar no seu setor de trabalho, ou ao encontrar-se com alguém para tratativas profissionais (uma reunião, uma entrevista, uma negociação…) é, logo em seguida aos cumprimentos, puxar algum assunto para quebrar o gelo, o que requer falar de amenidades. Evite, portanto, ir direto ao tema de interesse do negócio. Isso soa como um tipo de grosseria, ou falta de polidez. E saiba que essa “etiqueta” dos relacionamentos corporativos é observada na maioria das culturas pelo mundo afora.

Por hoje é só. Nos vemos por aqui.

Torço pelo seu sucesso!

Dattoli perfil social Clovis Dattoli

É Coach Executivo e de Negócios, Coach de Vida e Palestrante.

http://www.clovisdattoli.com.br  –  jcdattoli@dattoli.com.br

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Motivação e crescimento humano, O ser humano no contexto das organizações. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Dicas de atitudes para você se destacar e ter sucesso no trabalho – Parte 3

  1. Pingback: Dicas de atitudes para você se destacar e ter sucesso no trabalho – Parte 4 | O Bem Viver

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s