Gestor educado é bom e todo colaborador gosta

Sabemos que gentileza gera gentileza. Certo? E isso é válido – e essencial – para as relações humanas como um todo, mas de especial importância nos ambientes de trabalho, para o bom clima organizacional. Assim sendo, é claro que esse tom de gentileza, de cortesia, de atenção deve partir primordialmente dos líderes (gestores, chefes…). Mas, infelizmente, não é bem assim como se comportam muitos gestores!

Basta dizer que, de acordo com diversas pesquisas de pós-emprego frequentemente divulgadas, o principal motivo que leva os trabalhadores a pedir demissão, especialmente nos tempos mais recentes, é o desejo de se ver livre do chefe!

Bem, sobre essas atitudes no contexto do trabalho, replico interessante artigo, publicado no site Administradores.com, a seguir:

“Gestor educado é bom e todo colaborador gosta

(Eder Medeiros, 12 de maio de 2016)

JobInterview [Converted]administradores.com.br

O diálogo é sempre melhor que o grito, mas parece que muitos gerentes não sabem disso. Quantas empresas perdem grandes profissionais no seu quadro por causa da falta de educação dos seus gestores que não sabem dialogar e reter talentos.

“Não faça com os outros o que você não gostaria que fizessem com você”. Quem nunca ouviu essa frase não é verdade? Pois é. O problema é que dentro do ambiente profissional muitos gestores parecem se esquecer dessa máxima.

O diálogo é sempre melhor que o grito, mas me parece que muitos gerentes não sabem disso. Me impressiono quando escuto histórias de profissionais que ocupam cargos de chefia que ainda não sabem dialogar com seus colaboradores. Em pleno século XXI ainda pensam que o grito e a falta de educação são as melhores maneiras de lidar com pessoas. Grande engano.

Quantas e quantas empresas perdem grandes profissionais no seu quadro por causa da falta de educação dos seus gestores que não sabem dialogar e reter talentos, aumentando dessa forma a rotatividade da empresa e colaborando para manter um clima organizacional péssimo.

Certa vez perguntei a um gestor o porquê que ele não parabenizou um de seus colaboradores por um trabalho bem feito que foi realizado. A resposta foi: “Não o parabenizei simplesmente por que é sua obrigação fazer bem feito.”

Não discordo dele. Realmente se sou contratado por alguma empresa, o mínimo que tenho que fazer é o meu trabalho bem feito. Mas se eu for parabenizado pelo meu trabalho do dia a dia, sempre tentarei fazer melhor das próximas vezes. Ou seja, são pequenos gestos que podem fazer a diferença entre ter uma equipe motivada e duradoura ou ter uma equipe sempre cabisbaixa onde o absenteísmo e a rotatividade serão altos.

Portanto senhores gestores, sejam corteses. Cumprimente a todos que fazem parte do seu dia a dia. Nunca esqueça o ”por favor” antes de pedir algo, de agradecer e parabenizar por alguma atividade. São pequenas ações que podem mudar a motivação da sua equipe. Esses pequenos atos vão diferenciar o bom do mau gestor.

Pense nisso: quanto a empresa vai economizar tendo profissionais que se sentem bem no seu ambiente de trabalho, que são tratados com respeito pelos seus gestores. Afinal, manter um talento na sua empresa custa bem menos do que buscar um novo profissional no mercado, ainda mais sem a garantia de que este dará certo. Muitas vezes um pequeno gesto pode salvar uma carreira. Um profissional bem-educado é, e sempre será, valorizado no mercado de trabalho.

Afinal, respeito e educação são ótimos e todo mundo gosta.

Até a próxima!!

Publicado emhttp://www.administradores.com.br/artigos/carreira/gestor-educado-e-bom-e-todo-colaborador-gosta/95464/
Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Liderança, O ser humano no contexto das organizações, Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Gestor educado é bom e todo colaborador gosta

  1. Lucia Laborda disse:

    Bela matéria! De fato a educação e respeito cabem em qualquer lugar. Conheço muitos gestores que se acham e tratam muito mal aos seus colaboradores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s