7 dicas para que você trabalhe em casa com sucesso e satisfação!

pro.casa.abril.com.br

Aumenta acentuadamente, nos dias atuais, o contingente de pessoas que exercem atividades profissionais instaladas na própria residência, no conceito do chamado home office, como, aliás, acontece comigo de três anos para cá.

Antes, porém, quero fazer um esclarecimento: o conceito de home office é abrangente. Significa trabalho remoto e não convencional, desenvolvido em local alternativo ao escritório padrão, também chamado de “teletrabalho” ou “trabalho portátil”, entre outras designações. Pode ser realizado em casa, em cafés (muito utilizados hoje para atendimento pelos coaches de vida), em aeroportos, hotéis… Aqui, vou direcionar meu foco para a atuação em casa, mas os conceitos utilizados podem ser adaptados, na medida do possível, para qualquer espaço alternativo de atuação profissional.

revistapegn.globo.com

E esse contexto não é por acaso. Trata-se de realidade global que veio para ficar e tende a continuar crescendo, tendo em conta uma série de fatores (combinados ou não), entre os quais me ocorrem os seguintes:

  1. Aumento do número de empreendedores, de trabalhadores autônomos e de profissionais liberais (donos do próprio negócio) que encorpam o emergente mundo do empreendedorismo, sobretudo o digital, motivados pela restrição do número de empregos formais e de postos de trabalho convencionais;
  2. Continuada elevação da expectativa de vida (longevidade), constatada nos diversos países e, claro, no Brasil, levando a crescente massa de pessoas aposentadas e idosas a oferecer serviços e a posicionar-se no mercado de trabalho;
  3. Adoção crescente de novos conceitos e modelos flexíveis de organização do trabalho, pelas empresas das mais diversas naturezas e ramos de atuação, que consiste na  redução do tamanho de seus escritórios e, por consequência, das suas estruturas de custos, tendo parte do seu corpo funcional atuando remotamente;
  4. Naturais dificuldades de deslocamentos (problemas de trânsito) nos grandes centros urbanos;
  5. Necessidade de equilibrar custos para viabilizar os pequenos negócios ou empreendimentos autônomos, pelo menos na fase inicial de implantação;
  6. Praticidade e funcionalidade propiciadas, em grande medida, pelas comunicações e pela tecnologia da informação hoje disponível e de fácil acesso, que permitem conectividade pelos mais diferentes meios de troca de mensagens e interação com o uso de recursos de áudio e vídeo, além de seguros mecanismos de controle.
www.dicasdenegociospme.com.br

Por essas e outras, como está evidente que trabalhar instalado em casa é tendência crescente e já representa massa significativa da população ativa, é fundamental que os usuários do home office estejam preparados para essa nova realidade e, uma vez instalados nos seus correspondentes escritórios domésticos, mostrem-se produtivos, façam jus  a esse almejado status (para muitos) e consigam minimizar os riscos, naturalmente existentes, de frustração e de perdas.

E para subsidiar essa preparação, seguem minhas dicas e orientações – que considero básicas e  essenciais – esperando que contribuam, em alguma medida, para o seu êxito nessa nova realidade de ambiente de trabalho, seja para os entrantes, seja também para aqueles que já atuam em home office e não estão plenamente adaptados/satisfeitos:

Dica 1 – Demonstre seriedade, compromisso e dedicação

Leve a sério o trabalho como se estivesse no escritório da empresa. Para tanto, faça um pacto de comprometimento com você mesmo, com a sua agenda, seu plano de ação etc. Demonstre autocontrole. Seja produtivo. Não transija. Não procrastine. Mais importante ainda, faça um pacto com as pessoas de casa, principalmente com o/a cônjuge, para que haja compreensão e, durante os períodos em que precisa ser produtivo, não haja interferências desnecessárias. Portanto, trabalhe no “escritório”, literalmente, com dedicação. Nada de tentar fazer as tarefas que precisam ser feitas relaxado na cama, ou esparramado na sala de tv, pois seguramente a sua produtividade tenderá a ser reduzida e você estará passando sinais de postura profissional questionável. Lembre-se do ditado: “o hábito faz o monge”!

Dica 2 – Mude a sua mentalidade (seu mindset)

Esqueça o chefe. Você ganhou autonomia para atuar. Esteja consciente de que você perdeu a estrutura da empresa e agora deve fazer muita coisa que outros faziam para você. Sua capacidade de ser multitarefa aumentará, com certeza! Eu, por exemplo, senti muito esse choque de realidade no início, acostumado que estava, como executivo, a ser servido por secretárias, motoristas, profissionais de comunicações, de informática, de administração predial e por aí vai. Tornar-se profissional independente e ter mais (ou plena) autonomia para atuar exige, naturalmente, contrapartidas. Até porque, nem tudo são flores!

Dica 3 – Assegure-se de que o ambiente seja agradável e sadio

Tenha instalações adequadas para fazer do seu ambiente de home office um local agradável. Não estou falando de luxo, mas de funcionalidade. Isso significa cuidar, entre outros, de aspectos como ergonomia (por exemplo, correta localização e altura de bancada, monitor e cadeira), iluminação, ventilação. Pequenos erros (ou deficiências) podem causar grandes estragos para você, na coluna, pescoço e também nos olhos. Com efeito, uma das causas de maior transtorno no trabalho em casa é ruído (barulho) externo. Assim, antes de aderir ao home office, certifique-se de que as condições ambientais são favoráveis e não serão empecilho à sua concentração e capacidade produtiva e, mais ainda, não comprometerão a sua saúde.

Dica 4 – Organize-se e facilite a sua atuação

O seu home office deve ser adaptado para funcionar como um verdadeiro escritório de trabalho, claro que adequado às atividades que você desempenhará. Para tanto, é fundamental que as coisas estejam bem distribuídas e de fácil acesso no espaço físico (utensílios de escritório, papelaria, equipamentos, publicações para consultas mais frequentes etc.), propiciando funcionalidade. O princípio aqui é não haver perda desnecessária de tempo. Essa boa disposição e logística precisam facilitar a sua vida e devem, acima de tudo, servir de estímulo para o bom desempenho dos trabalhos.

Dica 5 – Resista às distrações

Por estar em casa, naturalmente você será, ou se sentirá, tentado a interagir com filhos, pessoas da casa, animais de estimação, amigos, vizinhos, televisão etc. durante a sua jornada de trabalho. Portanto, crie autodisciplina e resista bravamente. Mais uma vez, você terá que exercer autocontrole e demonstrar bom nível de autoconsciência. Claro que paradas para relaxamento, alongamento, descompressão e renovação de energia podem e devem ser feitas, segundo as necessidades e bom senso. É óbvio que com o tempo isso vai sendo naturalmente ajustado para trazer muito mais ganhos do que “perdas”, até porque essas pausas e interações amistosas podem ser a pedra de toque quando se compara trabalhar em casa com o estilo de trabalho em escritórios convencionais.

Dica 6 – Seja fiel à agenda

Adquira o hábito, cada vez mais rigoroso, de elaborar agenda dos afazeres de cada dia. Como mencionado na dica 1, quanto mais organizado e disciplinado você for, maiores serão as suas chances de chegar aos resultados e ter êxito como dono do seu negócio, ou ainda, de fazer jus à confiança de manter vínculo empregatício para desempenho remoto, no home office.

Dica 7 – Busque equilíbrio entre trabalho e qualidade de vida

Use sua inteligência e disciplina a seu favor. Na hora de trabalhar, concentração (foco) e produtividade ao máximo. Entretanto, não se perca indefinidamente nessa seriedade. Não é razoável ter liberdade de atuação e se perder completamente nos afazeres, deixando de assegurar determinados momentos, do dia e/ou da noite, para dedicação a você e aos seus entes queridos. Assim, preveja espaço diário na agenda, de preferência em horários pré-definidos, para cuidar do corpo e da mente, como praticar atividades físicas, ter contato com a natureza, ir a médico/dentista É ainda recomendável, por experiência própria e pelo que demonstram inúmeras pesquisas, dedicar algum espaço do dia para a introspecção (para estar com você mesmo), tendo por objetivo desenvolver o autoconhecimento a espiritualidade.

Com essas estratégias e cuidados, estou certo de que o seu trabalho em home office tem tudo para ser exitoso e, melhor ainda, lhe propiciar estilo de vida produtivo e saudável!

Canais para interação e contato:
Site – http://www.clovisdattoli.com.br  / Facebook – Master Coach e Palestrante Clovis Dattoli
E-mail – jcdattoli@dattoli.com.br.
Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Motivação e crescimento humano, O ser humano no contexto das organizações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s