Conheça 18 dicas para evitar o desperdício de alimentos em casa

Trago hoje excelente matéria, do site e-Cycle, com dicas para ajudar você a diminuir o desperdício de alimentos

São dicas bacanas, por alguns motivos. Primeiramente, pelo lado do bolso, pois resultam em economia doméstica, especialmente boas em tempos de “vacas magras”. Por outro lado, com esse maior controle você estará também contribuindo para o meio ambiente, seja pela redução de uso de recursos naturais, seja ainda por contribuir para minimizar a emissão de poluentes, que naturalmente ocorre com a produção agrícola e industrial.

Para avançar mais um pouco o seu nível de informação e consciência a respeito do assunto, recomendo ler esta outra matéria, também do e-Cycle, mostrando a relação da produção de alimentos com as mudanças climáticas: http://www.ecycle.com.br/component/content/article/62-alimentos/4414-reduzir-desperdicio-dealimento-ajuda-contra-mudanca-climatica-diz-estudo.html?lb=no.

Confiram a publicação que reproduzo a seguir:

“Conheça 18 dicas para evitar o desperdício de alimentos em casa

Quase metade da comida produzida no mundo é jogada fora e boa parte desse desperdício acontece em casa

Jogando comida fora

O desperdício de alimentos é um assunto muito grave e importante para ser discutido. Com o aumento da população mundial, a produção em massa também cresceu para tentar suprir essa demanda. Mas segundo um relatório, se continuarmos produzindo e vivendo tendo como base o modelo de consumo atual, não haverá alimento e água no futuro para todos e a disputa pelos recursos entre países vai se acirrar cada vez mais.

E por mais contraditório que pareça, segundo o relatório Estado da Insegurança Alimentar no Mundo 2012, cerca de 13 milhões de brasileiros passam fome ou sofrem de desnutrição, enquanto que 30% de toda a produção agrícola é desperdiçada. E segundo pesquisa do Instituto de Engenharia Mecânica do Reino Unido (IMechE), quase metade da comida produzida no mundo é jogada fora e boa parte desse desperdício acontece em casa.

Por esses motivos, pela redução da emissão de poluentes e pela economia de água, aproveite para acompanhar abaixo algumas dicas para você evitar o desperdício em casa:

Quanto às suas atitudes

1. Realize uma parada obrigatória na despensa e na geladeira antes de ir ao mercado fazer compras. Verifique quais produtos você realmente precisa comprar e evite fazer estoques;

2. Na hora de cozinhar, dê preferência aos produtos que estão próximos do vencimento da validade. Anote quais são eles em uma lista e cole na geladeira para não esquecer;

3. Em vez de fazer uma compra por mês, experimente ir ao mercado mais vezes e comprar menos produtos;

4. As promoções costumam ser irresistíveis, no entanto, são as grandes vilãs do consumo consciente porque nos estimulam a comprar um número alto de produtos, que acabam se estragando. Fique atento;

5. Antes de guardar frutas, verduras e legumes na geladeira, higienize-os e e seque-os. Depois de consumir, guarde esses alimentos em embalagens hermeticamente fechadas para evitar a proliferação de bactérias;

6. Planeje suas compras. Faça uma lista com os produtos que realmente estão em falta;

7. Literalmente, aproveite seus alimentos até o talo. É possível reaproveitar partes não convencionais, como as sobras e cascas das frutas, por exemplo;

8. Se uma fruta ou legume apresentar uma aparência feia em algumas partes, corte-as e use o que sobrou, sem a necessidade de jogar tudo fora.

Quanto aos seus alimentos

9. Queijos

Permanecem sem estragar de cinco dias a um mês, se bem conservados na geladeira. Os modelos mais molinhos, como ricota e minas, aguentam no máximo 5 dias, enquanto que os mais duros, como provolone e parmesão, têm maior tempo de conservação. Você deve dispensar o queijo quando ele apresentar pontos esverdeados em sua superfície e sua cor for alterada;

10. Vinhos

Para consumir como bebida, o ideal é tomá-lo em um dia porque, depois de aberto, os vinhos sofrem a oxidação – o oxigênio entra na garrafa e reage com a bebida, alterando seu sabor e aroma. Se você quiser prolongar a vida do produto e não desperdiçar, basta usar o vinho como tempero que ele dura até um mês;

11. Frutas, Verduras e Legumes

Se forem higienizados e secos antes de serem armazenados na geladeira, esses alimentos duram cinco dias. Com exceção das frutas tropicais, como banana e abacate, que, se forem para a geladeira, vão escurecer;

12. Fermento

Se for o químico em pó, dura até seis meses na geladeira, sem prejudicar o crescimento do seu bolo. Já o biológico, que é muito utilizado para fazer pães, não ultrapassa três dias depois de aberto porque contêm leveduras. Quando elas morrem, o fermento para de funcionar;

13. Comida pronta

Após a refeição, guarde as sobras em recipientes fechados com tampa e leve-os para a geladeira. Feito isso, sua comida pronta vai durar três dias, em média;

14. Carnes

Lembre-se que as carnes possuem um alto nível de pegada hídrica (consomem muita água em sua produção), por isso, procure alternativas para repor proteínas. Caso você não venha a preparar a carne logo depois que a comprou, o ideal é congelá-la para que dure mais (cerca de dois dias), ou então embale-a a vácuo;

15. Manteiga

Aguenta três meses sob refrigeração por conter bastante gordura em sua composição. O máximo que pode acontecer é aparecer uma capa amarela escura – basta raspar essa capa para voltar ao uso normal do produto;

16. Enlatados

Duram de quatro a cinco dias e devem ser consumidos logo depois de abertos. No entanto, evite esses tipos de alimento porque, segundo um estudo dos Estados Unidos, comida enlatada faz mal a saúde – quem a consome fica exposto a compostos como bisfenol-A e ftalatos, sem contar a grande quantidade de conservantes;

17. Leite

Se for pasteurizado, deve ser consumido em um dia porque azeda rapidamente, ao contrário do longa vida, que dura de três a quatro dias na geladeira;

18. Ketchup, Maionese e Mostarda

Iguais aos enlatados – possuem muitos conservantes que não fazem bem à saúde. O ideal é o consumo moderado desses produtos. Duram de um mês a um ano.

Fonte – http://www.ecycle.com.br/component/content/article/62-alimentos/1562-conheca-18-dicas-para-evitar-o-desperdicio-de-alimentos.html.
Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Meio ambiente. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Conheça 18 dicas para evitar o desperdício de alimentos em casa

  1. Sandra Fayad disse:

    Excelentes dicas! É só praticar para gastar menos e ser mais feliz. fazer compostagem é muito, fácil e prático. Você pega uma bacia funda, faz pequenos furos no fundo, apoia-a sobre uma bandeja um pouco maior e vai fazendo as camadas: folhas de árvores ou verduras, adubo de gado, calcário, sobras de alimentos, minhocas. Repita: folhas, adubo, calcário, sobras, folhas. Molhe bem. Continue…De vez em quando remexa o composto, molhe. Continue… Um mês depois…Dois meses depois, colha o humus que está no fundo, peneire, retorne as minhocas para o vasilhame.Aplique nas plantas misturado 1/2 a 1/2 com terra vermelha. É só OURO!

    • JOSÉ CLOVIS B. DATTOLI disse:

      Que legal, Sandra. Uma bela aula para cultivo doméstico de alimentos e plantas. Que os nossos seguidores aproveitem. Obrigado!

  2. Lucia Laborda disse:

    Dicas maravilhosas! Muitas vezes compramos porque um produto está em promoção e não reparamos na validade, ou porque não sabemos direito como e onde conservar, etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s