Liderança – Aprendendo com a natureza: A lição dos lobos!

“O talento vence jogos, mas só o trabalho em equipe ganha campeonatos.” (Michael Jordan).

www.caminhandojunto.com.br

Trago hoje mais uma oportunidade de aprendizado que os animais e a natureza nos oferecem. Vou enfocar o exemplo dos lobos.

Ao invés de enxergamos o lobo apenas pelo lado supostamente negativo, como animal sanguinário, como criatura malvada que devora gente, assim retratado na famosa história de Chapeuzinho Vermelho e em diversas outras fábulas, cuido aqui de evidenciar aprendizados que os lobos nos trazem, particularmente sob o ponto de vista de liderança, organização, espírito de equipe, respeito pelos mais velhos, ensino aos mais jovens, proteção à família, entre muitos outros.

Pelo que se percebe, os lobos são exemplo de inteligência. Aliás, não poderia ser diferente, porque foi deles que surgiu o nosso melhor amigo, o cão!

Dentro desse contexto, reproduzo, a seguir, texto muito interessante que circulou ontem em um grupo de rede social, com o título O exemplo dos Lobos, cuja leitura lhe permitirá entender a lógica (de formação da alcateia em movimento) retratada na imagem abaixo:

www.etamundobizarro.com.br

“O exemplo dos Lobos

Os 3 primeiros são os mais velhos ou os doentes e marcam o ritmo do grupo. Se fosse ao contrário, seriam deixados para trás e perderiam o contacto com a alcateia. Em caso de emboscada dão a vida em sacrifício pelos mais jovens. Eles são seguidos pelos 5 mais fortes que os defenderão em um ataque surpresa. No centro seguem os demais membros da alcateia, e no final do grupo seguem os outros 5 mais fortes que protegerão o grupo. Em último, sozinho, segue o lobo “alpha”, o líder da alcateia. Nessa posição ele consegue controlar tudo ao redor, decidir a direção mais segura que o grupo deve seguir e antecipar os ataques dos predadores.

Em resumo, a alcateia segue ao ritmo dos anciões e sob o comando do líder que impõe o espírito de grupo não deixando ninguém para trás.

“O verdadeiro sentido da vida, não é chegar primeiro, mas chegar todos juntos ao mesmo destino”.

(Texto de Jeovany Skarpathia).

Para quem quiser aprofundar um pouco mais sobre a vida dos lobos, leia o artigo “Liderança: lições de quem vive entre os lobos”, falando da experiência de um zoólogo alemão, publicado em http://www.caminhandojunto.com.br/2015/05/lideranca-licoes-dos-lobos.html.

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Liderança, Motivação e crescimento humano, O ser humano no contexto das organizações. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Liderança – Aprendendo com a natureza: A lição dos lobos!

  1. Lucia Laborda disse:

    Muito bom esse post! O exemplo dos lobos, foi fantástico! Esse é o verdadeiro trabalho em equipe, onde todos trabalham para o bem comum.

  2. Sandra Fayad disse:

    Muito interessante essa formação dos lobos como auto proteção. Creio que as formigas, as abelhas, os peixes devem ter também suas formações e são exemplos de organização para seguirmos.

  3. Lucília disse:

    Muito lindo o artigo e ainda mais o exemplo que os animais de modo geral nos dão!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s