Uma injeção de ânimo para encarar o envelhecimento: Que exemplo!

Voltando ao tema Envelhecimento, e na linha do viver a vida com plenitude, com alegria e paixão, independentemente da idade cronológica já acumulada, trago hoje mais uma matéria que gostei bastante – uma verdadeira injeção de ânimo para todos nós -, a respeito da blogueira sueca Srª Dagny Carlson, de 104 anos, publicada no site Só Notícia Boa.

Vejam que visão positiva sobre os dias atuais e sobre a vida, nas palavras dessa simpática e impressionante senhora, como mais uma demonstração de que a idade que importa mesmo é a psicológica, conforme observamos cada vez mais. A idade cronológica é apenas um detalhe, porque, por si só, não é limitadora para a felicidade como muitos teimam acreditar!

Leiam e tirem bons ensinamentos – a seguir: 

“Idoso não é idiota, diz blogueira mais velha do mundo: 104 anos

Fotos: BBCFotos: BBC

“Os idosos não são tão estúpidos como a sociedade pensa. É preciso mudar esse conceito. As pessoas mais velhas são tratadas, em geral, ou como se fossem crianças, ou como se fossem idiotas. Dizem aos idosos, ‘você não entende isso’, ‘meu velhinho’ e coisas assim. Eu digo que os idosos merecem mais respeito”.

Palavras da sueca Dagny Carlson, que às vésperas de completar 104 anos ganhou status de celebridade. Com mais de 1,4 milhão de visitantes ela é provavelmente a blogueira mais velha do mundo.

“Recebo comentários de pessoas de Washington, Canadá, Austrália, Holanda, Bélgica, França, Noruega e Finlânda”, conta.

Ela nasceu em 1912. “No mesmo ano em que o Titanic afundou”, faz questão de lembrar.

Danny, que já viu duas guerras mundiais conheceu seu primeiro computador aos 93 anos de idade. Aos 100, resolveu lançar o seu próprio blog.

“Bojar”, como ela prefere ser chamada, ouve com certa dificuldade – usa aparelho de audição – e precisa de óculos para ler de perto.

Desafios

“Sou incrivelmente velha, mas não me sinto velha. Quero ser tratada como qualquer pessoa. Não como um fóssil. Com certeza, há muitas pessoas como eu. Deveríamos ir para as ruas e protestar alto, como fazem os jovens, e exigir que as pessoas nos ouçam. Desafio todos os idosos: sejam mais assertivos!”

“O maior desafio do ser humano é superar seu próprio medo”, acrescenta ela.

Independência

Viúva, sem filhos, é a própria Dagny que cozinha, lava roupa, arruma a casa e faz as compras do supermercado, onde vai a pé em uma caminhada que dura 15 minutos. Uma vez por mês, uma diarista cuida da limpeza mais pesada.

“Uma empresa de alimentos quer que eu faça propaganda para eles, então eles têm me mandado refeições congeladas uns oito dias seguidos”, ela conta.

Mas Dagny diz que colocou tudo no congelador, e nunca usou.

“Enquanto puder, vou continuar a cozinhar minha própria comida. Porque sei que vou gostar do que vou comer. E só como husmanskost (pratos tradicionais da cozinha sueca, à base de carnes com molhos cremosos, batatas e peixe)”.

Talvez o segredo de tamanha vitalidade, ela pondera, esteja nos “bons genes”.

Eternamente jovem

“Acho que o principal é manter a curiosidade pela vida. As pessoas ficam velhas quando param de ter curiosidade sobre as coisas. Então, se depender de mim o blog não vai ser a última coisa nova que eu vou experimentar na vida. Por falar nisso, acabei de comprar um iPad”.

Quando era jovem, ela queria ser escritora.

“Mas eu tinha uma auto-estima muito baixa. Por quê? Porque a maioria das crianças era assim. Naquela época, crianças tinham que ser criaturas obedientes e silenciosas, e não podiam achar que eram grande coisa. E era difícil, para todos, conseguir estudar”.

Quem não tinha dinheiro, na Suécia de antigamente, não tinha acesso à educação.

Sem saudosismo

Danny Carlson fala que o passado não era melhor que o presente.

“Absolutamente não. Hoje a vida é infinitamente mais fácil. Naquela época, não havia máquinas, não havia geladeira. E não existia aspirador de pó.”

O que é melhor hoje? – pergunta a BBC.

“Estar viva”, responde Dagny, entre risos.

Os 104 anos de idade, que ela completa em maio, vão ser comemorados com festa e champanhe:

“É tão importante quanto comemorar 50 anos. A vantagem de ter 50 é que você provavelmente ainda tem muito tempo pela frente. Já eu não sei quantos anos de vida ainda vou ter”.

A blogueira ela não pensa na morte:

“Não, não estou minimamente interessada na morte. Também não faz sentido nenhum ter medo da morte, já que ela é inevitável. Tenho medo é de guerra. Já vi duas guerras mundiais. E veja só o que está acontecendo na Síria.”

Com informações da BBC 

Publicado em – http://www.sonoticiaboa.com.br/2016/04/02/idoso-nao-e-idiota-diz-blogueira-mais-velha-do-mundo-104-anos/.
Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Motivação e crescimento humano. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Uma injeção de ânimo para encarar o envelhecimento: Que exemplo!

  1. Acho que se envelhece quando se para de sonhar, de fazer projetos, de se envolver com o mundo s sua volta, de sorrir. Ela está certíssima! Sabemos que um dia vamos ter que atravessar o portal e mudar de dimensão, mas não precisamos ficar pensando nisso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s