Longevidade – Conheça os segredos de uma senhora que viveu 122 anos!

www.longevidadesaudavel.com.br

Em tempos de aumento da longevidade, como jamais visto, e considerando que o que todos buscam é chegar ao envelhecimento e viver com saúde, disposição e qualidade de vida, replico interessante matéria publicada no site Coaching+50 sobre a vida da senhora francesa Jeanne Louise Calment (1875-1997), considerada a mais longeva do mundo, de acordo com registros confiáveis, que passou dos 122 anos de idade.

Leiam a seguir esta história interessante e vejam quantas dicas simples, mas preciosas, podem ser tiradas por qualquer um de nós: 

Conheça os segredos da Longevidade de Jeanne Louise Calment, ela viveu 122 anos

Jeanne Louise Calment

A admirável senhora  centenária Jeanne Louise Calment,  é considerada a pessoa que mais tempo viveu no mundo, com registros e comprobatórios válidos. Jeanne entrou para história ao atingir a marca de 122 anos e 164 dias de vida (Arles, 21 de fevereiro de 1875 — Arles, 4 de agosto de 1997).

Ela viveu 44.724 dias e com certeza tamanha longevidade despertou a atenção de inúmeros cientistas pelo mundo. Quando nasceu, a França estava na Terceira República no mandato de Patrice de Mac-Mahon e morreu na Quinta República Francesa, no mandato de Jacques Chirac.

Ela também era conhecida por ter sido noiva de ninguém menos do que Van Gogh, quando tinha 14 anos e a Torre Eiffel começou a ser construída. Em uma entrevista no ano de 1988, ela havia dito sobre ele: “… estava sempre sujo, mal vestido e era um homem sombrio”.

Tinha uma vida ativa para sua idade, praticando esportes como esgrima, até os 85 anos. Passeou de bicicleta até os cem anos. Morou sozinha no seu apartamento até os 110 anos. Conseguiu andar até os 115 anos.

Seus segredos eram, o azeite, o vinho do porto e o chocolate.

Tinha por hábito fumar um cigarro e beber um copo de vinho tinto por dia, até sua morte.

Seu irmão, François, viveu até os 97 anos e seu pai Nicolas até os 93.Casou-se com um primo de segundo grau, Fernand Calment (1868 – 1942). Foram casados durante 46 anos. Jeanne viveu tempo suficiente para ver a morte de sua única filha, Yvonne, falecida em 1934 e também a de seu neto, Fréderic, formado em medicina, que morreu em 1963 num acidente de moto.

Quando tinha 90 anos Jeanne Louise, que já não tinha herdeiros, firmou com André-François Raffray (um advogado de 47 anos) um contrato estipulando que ele herdaria sua casa desde que lhe pagasse uma renda mensal de 2500 francos. O valor original da casa estava pago após 10 anos, mas o destino tinha outra carta dentro da manga: Raffray não apenas pagou a Madame Calment durante 30 anos, como também morreu antes dela, aos 77 anos, e sua viúva continuou pagando a ’renda’ até a morte da proprietária.

Jeanne Louise apareceu num filme quando tinha 114 anos, aos 115 foi submetida a uma cirurgia no quadril e aos 117 parou de fumar. E não foi por se sentir mal pelo vício, mas sim porque, como estava quase cega, se incomodava em ter de pedir isqueiro aos outros.

Até seus últimos dias, Madame Calment esteve lucida e teve sagacidade para pensar. Quando, em seu aniversário de número 120, perguntaram sua opinião sobre o futuro, ela deu uma resposta incrível: ”Vai ser muito curto“.

Frases e regras de vida da Madame Calment:

 – A juventude é um estado da alma, não do corpo; por isso eu continuo sendo uma garota. Eu simplesmente não olho para a minha idade.
– Nunca pareci tão bem como nos últimos 70 anos.
– Se eu tenho rugas, eu me dano para elas.
– Tenho uma única ruga, e estou sentada em cima dela.
– Todos os jovens são maravilhosos.
– Deus se esqueceu de mim.
– Sou apaixonada pelo cinema.
– Eu nunca uso maquiagem porque eu rio de chorar e choro de rir muitas vezes.
– Se você não pode fazer nada sobre alguma coisa, não se preocupe com esta coisa
– Tenho uma grande vontade de viver e um bom apetite, especialmente para as guloseimas.
– Enxergo mal e escuto mal e me sinto mal, mas isso tudo é uma bobagem.
– Tenho pernas de ferro, mas, para ser sincera, elas começaram a enferrujar um pouco.
– Sempre aproveitei de quase toda situação.
– Respeitei os princípios morais e não tenho nada do que me arrepender. Sou sortuda.
– Acho que vou morrer de tanto rir.
– Eu estou sempre sorrindo. Acho que esta é a razão da minha longevidade.

Em uma entrevista, um jornalista lhe disse: “Nos vemos! Quem sabe no ano que vem…”. E Madame Calment respondeu: ”E por que não? Você não parece estar tão mal, apesar de tudo!

Publicado em – http://coachingmais50.com.br/2016/01/06/conheca-os-segredos-da-longevidade-de-jeanne-louise-calment-que-viveu-122-anos/
Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Motivação e crescimento humano. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Longevidade – Conheça os segredos de uma senhora que viveu 122 anos!

  1. Acho que aliado a esses fatores, ela deve ter tido uma vida menos estressante, sem noites perdidas. Mas, ainda que assim não tenha sido, ela conseguiu algo inédito! Talvez só Deus tenha a explicação.

    • JCDattoli disse:

      Muito curioso esse relato! Com efeito, é interessante registrar que, com frequência cada vez maior, veremos pessoas com mais de 100. Aliás, segundo alguns pesquisadores, muita gente que está nascendo agora viverá 150 anos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s