As Virtudes Essenciais – Princípios para o comportamento humano – Inspiração!

Você tem ideia de quais são as virtudes consideradas básicas (ou fundamentais) e que devem orientar o comportamento do ser humano, segundo a filosofia?

 www.citltda.com

O texto que a seguir divulgo, com o título As Quatro Virtudes Cardeais, publicado no site ‘alquimiaemitologia.com’, tem origem nos escritos de filósofos clássicos e guarda sintonia com as chamadas virtudes teológicas cristãs. Foi apresentado pelo filósofo Platão (428 – 347 a.C). 

Observem que riqueza, que clareza de conceitos para essas que, milênios atrás, já eram consideradas as virtudes fundamentais, ou morais. Vale a pena ler o texto, para entendimento histórico do surgimento dessas virtudes, que são tidas como boas qualidades morais. Observem, ainda, como a Prudência (Sabedoria), a Justiça, a Temperança (Moderação) e a Fortaleza (Força) se complementam e constituem verdadeira inspiração em termos de princípios morais.

Leiam a seguir:

“AS QUATRO VIRTUDES CARDEAIS

As virtudes cardeais são um conjunto de quatro virtudes destacadas nos escritos de filósofos da Antiguidade Clássica. Em conjunto com as três virtudes teológicas cristãs, constituem inspiração moral para o desenvolvimento de princípios interiores. Elas consistem em:

  • Prudência (φρόνησις, phronesis): também descrito como sabedoria, a capacidade de julgar entre as ações no que diz respeito às ações apropriadas em um determinado momento. Dispor de razão para discernir em todas as circunstâncias o verdadeiro bem e a escolher os justos meios para o atingir. Ela conduz a outras virtudes, indicando-lhes a regra e a medida”, sendo por isso considerada a virtude-mãe humana.
  • Justiça (δικαιοσύνη, dikaiosyne): também considerada como a virtude mais extensa e mais importante. É uma constante e firme vontade de dar aos outros o que lhes é devido, o que lhes é justo.
  • Temperança (σωφροσύνη, Sophrosyne)(ou Moderação): também conhecida como sistema de retenção, a prática de auto-controle, a abstenção, e moderação temperar o anseio. Capaz de “moderar a atracção dos prazeres, assegura o domínio da vontade sobre os instintos e proporciona o equilíbrio no uso dos bens criados”
  • Fortaleza (ἀνδρεία, andreia)(ou Força) que assegura a firmeza nas dificuldades e a constância na procura do bem; entendida como, paciência, força, resistência, e a capacidade de enfrentar o medo, incerteza e intimidação.

Elas foram apresentadas inicialmente a partir da apresentação dePlatão, discutido na República Livro IV, p. 426-435.

O termo “cardeais” vem do latim cardo ou dobradiça; as virtudes cardeais são assim chamados porque eles são as virtudes básicas, necessárias para uma vida virtuosa.

Platão descreve a justiça como a virtude básica e que preserva as outras três, só quando alguém compreende a justiça pode obter as outras três virtudes restantes, e quando alguém consegue a ciência das quatro virtudes cardeais, é a justiça que as mantém em êxito juntas.

Platão define como um indivíduo pode alcançar estas virtudes: a prudência vem do exercício da razão, a força do exercício emoções ou espírito, a temperança deixa a razão controlar os desejos, e finalmente a justiça vem, e faz com que a ação seja queda pela união das quatro virtudes sem que uma virtude aponte caminho diferente da outra.

Platão identificou as quatro virtudes cardeais com os ofícios da cidade descrita no seu livro “A República”, e com as faculdades do homem necessárias para bem exerce-las.

Platão narra uma discussão sobre o caráter de uma boa cidade onde o seguinte é acordado. “Claramente, então, será sábio, valente, temperado [literalmente: saudável de espírito]”. A Temperança embora não citada em termos literais era comum a todas as classes, mas principalmente associada com as classes produtoras, os agricultores e artesãos e com os apetites animais, a quem foi atribuída nenhuma virtude especial; a fortaleza foi designada para a classe guerreira e ao elemento espírito no homem;prudência aos governantes e à razão. Justiça encontra-se fora do sistema de classes e divisões do homem, e rege a relação adequada entre os três.

S03_06_01_020_image_2534

As quatro virtudes cardeais; Louvre, Paris

 

 

 

 

 

 

 

Santo Ambrosio (330s-397 dC) foi o primeiro a usar a expressão “virtudes cardeais.” “E sabemos que há quatro virtudes cardeaistemperança, justiça, prudência, fortaleza.” (Comentário sobre Lucas, V, 62).

Publicado em – http://alquimiaemitologia.com/2015/04/11/as-quatro-virtudes-cardeais/
Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Motivação e crescimento humano, O ser humano no contexto das organizações. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para As Virtudes Essenciais – Princípios para o comportamento humano – Inspiração!

  1. Mais do que nunca, precisamos estimular dentro de nós, essas quatro virtudes. Se assim não o for, fica cada dia mais difícil se continuar a caminhada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s