“Ho’oponopono: mude seu mundo através de si mesmo” – Fique por dentro!

Ho oponopono mude seu mundo

“Lembre-se: Toda a situação que vivenciamos, somos 100% responsáveis e devemos nos libertar de qualquer memória ou programa que tenha-nos levado a vivenciar aquela situação.”

Tenho ouvido com certa frequência pessoas falarem sobre OPONOPONO, elogiando a sua filosofia e também falando de resultados obtidos com a aplicação do método. Como o propósito deste blog é contribuir, de alguma maneira, para a evolução humana, nos aspectos físicos, mentais, espirituais, na qualidade e intensidade dos seus relacionamentos e atitudes, divulgo hoje o artigo abaixo, que foi publicado no site O Poder do Ser.

Vocês ficarão conhecendo um pouco sobre o Ho’oponopono, um método terapêutico desenvolvido no Havaí, que tem a ver, na essência, com autoconhecimento, auto responsabilidade e, por consequência, com autocura. Para tanto, o autor do artigo faz uma síntese do livro LIMITE ZERO, de Joe Vitale, oferecendo, ao final, link para quem quiser baixar o livro.

Segue a transcrição:

“Ho oponopono: mude seu mundo através de si mesmo

Ho oponopono: mude seu mundo através de si mesmo

Resolvi escrever este artigo sobre Ho oponopono após ter lido o livro LIMITE ZERO de Joe vitale e Ihaleakala len, onde irei resumir um pouco o livro e sua essência. Vou deixar o link no final do artigo para baixarem o livro gratuitamente.

A palavra Ho’oponopono significa reparar ou corrigir um erro. Ho’o significa causa e ponopono quer dizer perfeição.

Resumidamente é uma técnica para resolver os problemas que vivenciamos em nossas vidas, assumindo a responsabilidade por estarmos expostos a aquela situação e curando através de nós mesmos, entrando em sintonia com Deus, universo, o criador, para que qualquer memória dolorosa do passado seja apagada pelo seu poder.

“Quando vivencio problemas de memórias reencenadas, tenho uma escolha. Posso permanecer envolvido com elas ou posso pedir a Divindade que as liberte por meio da transmutação, devolvendo assim a minha mente ao seu estado original de vazio, de ser livre de memórias. Quando estou livre de memórias, sou o meu Eu Divino como a Divindade me criou à sua exata semelhança”. Dr. Hew Len.

Ho oponopono de identidade própria

Onde surgiu o Ho oponopono de identidade própria?

MORRNAH NALAMAKU SIMEONA atualizou o método entendendo que os problemas não precisariam ser compartilhados para serem resolvidos, e que cada um em si mesmo poderia curar os problemas através da extinção de memórias e programas do subconsciente que levaram a aquela situação.O Ho oponopono de identidade própria nasceu no Havaí, através da atualização de um método onde as pessoas que vivenciavam os problemas, se reuniam e cada um abordava o que sentia, sua percepção do problema, para que fosse resolvido junto.

O terapeuta e a cura

Ho oponopono e a curaDr. Hew len é um terapeuta havaiano que ficou famoso por curar uma ala de criminosos com distúrbios mentais através de uma filosofia chamada: Ho’oponopono de identidade própria. 

O fato exótico é que a cura foi realizada sem nenhum tipo de consulta com os pacientes, apenas com o método executado em si mesmo.

Dr. Hew len foi um aprendiz da MORRNAH NALAMAKU SIMEONA, Mestre Principal de Ho oponopono, criadora do Hooponopono da Identidade Própria nomeada um Tesouro Vivo do Parado do Havaí em 1983 pela Hongwanji Mission of Honolulu e pelo Legislativo do Estado do Havaí.

Qual o método mais utilizado de Ho oponopono?

Qual o método mais utilizado de Ho oponopono?

O método mais utilizado por Dr. Hew Len é simplesmente dizer quatro palavras direcionadas a Deus quando você é exposto a qualquer situação da sua vida, inclusive todas as situações que você presencia e até hoje, achou que não era responsável.

Lembre-se: Toda a situação que vivenciamos, somos 100% responsáveis e devemos nos libertar de qualquer memória ou programa que tenha-nos levado a vivenciar aquela situação.

As quatro palavras de purificação são: Eu sinto muito, Por favor, me perdoe, Eu te Amo, e Obrigado. No momento que você se cura (Deus apaga a memória dolorosa do subconsciente), você ajuda o mundo ou aquela situação a se curar através da ação do Divino.

Eu sinto muito: você compreende que aquela situação que foi vivenciada por você precisa ser resolvida     ( reconhecimento).

Por favor, me perdoe: você pede a Deus que cure (apague) o que estáacontecendo dentro de você que se manifesta como um problema na sua vida ( Deus dentro de você lhe ajudará a se perdoar).

Eu te amo: você não rejeita aquele problema e expressa amor, pois sabe que a sabedoria de Deus é capaz de transmutá-la, basta amar ( o amor Transmuta a energia negativa, apagando-a ).

Obrigado: você agradece a Deus pela sabedoria divina que atuará nas suas memórias, que fizeram você vivenciar aquela experiência ( a fé no poder maior do Criador).

Por que o livro se chama limite zero?

Para sermos libertos das memórias nocivas de nosso subconsciente, limitações de nossas experiências, precisamos apagá-las, mas o consciente não tem essa capacidade.

A única forma de apagarmos nossas experiências, memórias que nos condicionam a situações e problemas da mesma natureza,é o poder de Deus.

Quando dizemos as palavras: Eu sinto muito, Por favor, me perdoe, Eu te amo e Obrigado. Estamos nos entregando ao poder de Deus por qualquer ato, memória que nos tenha levado a viver determinada situação em nossas vidas.

Quando limpamos nossas memórias, purificando as situações que vivenciamos, chegamos ao limite zero, onde agimos por inspiração divina.

Deus não precisa ouvir o que temos a dizer para agir, mas nós precisamos ouvir para darmos espaço à inspiração divina que é a sabedoria do criador.

Você age por inspiração ou intenção?

Segundo o Dr. Hew Zen, nós temos duas maneiras de viver a vida, vivemos pela intenção ou pela inspiração:

Intenção – A intenção surge primeiramente no subconsciente, e não no consciente como imaginávamos.

Uma experiência realizada pelo neurocientista Benjamin Libet através do aparelho de eletroencefalograma, prova que existe um surto de atividade cerebral antes de termos a intenção consciente de fazermos alguma coisa. O que indica que nossas intenções surgem no inconsciente.

Quando vivemos pela intenção, agimos condicionados por memórias e expostos aos mesmos problemas e situações que foram armazenados durante a existência desde a criação.

Inspiração – Quando ouvimos Deus através de uma intuição. A inspiração só pode ser conseguida quando nos libertamos das memórias que regem nossas vidas desde a criação.

Quando limpamos as memórias e voltamos ao Vazio, chegamos ao Limite Zero, onde vivemos com a inspiração de Deus sem interferência de nossos condicionamentos adquiridos por situações, experiências, emoções e julgamentos armazenados em nosso subconsciente.

Você e o livre arbítrio

o poder do ser

Nós vivemos a vida tomando decisões, fazendo escolhas, e tudo isso estárelacionado com o livre arbítrio, mas o que o Dr. Hew len diz que na verdade, obedecemos ou não aos impulsos de nossas memórias, e que na verdade a liberdade em nossas decisões é questionada, já que o nosso consciente não é o criador e sim o manifestador do que já foi pré-determinado pelo subconsciente.

A sua escolha é fazer ou não a limpeza. Se você estiver purificado, quando a inspiração chega, você simplesmente age. Você não pensa no assunto. 

Se você pensar, você estará comparando a inspiração com alguma coisa, e essa coisa é a memória. Limpe a memória e você não tem escolha. Vocêtem apenas a inspiração e age de acordo com ela, sem pensar. Ela apenas existe.” Dr. Hew len.

Quem está no controle da sua vida

Muito se falou sobre a lei da atração e como podemos criar nossa realidade através do que pensamos e sentimos.

Mas aí que está o problema, quando você tem memórias ou programas negativos em seu subconsciente, você não conseguirá ter sentimentos positivos e prósperos em sua vida. Somente ao se libertar das memórias que te condiciona, você será próspero.

E quem pode apagar essas memórias através da sua consciência? Deus. Portanto, por mais que achávamos que tínhamos o controle da nossa vida, existe uma força divina que nos liberta dos nossos carmas ou memórias através do amor.

Lembrando que somos parte de Deus, do todo, e quando estamos puros, livres de memórias, no limite zero, agimos por inspiração divina.

Como curar as pessoas curando a si mesmo

Para se ter uma ideia de como estamos interligados, é o fato de sentirmos incomodados por certas atitudes, enquanto uma outra pessoa pode não sentir nada. Será que somos mais detalhistas ou observadores? Ou será que no momento que enxergamos nossas falhas, coisas que não gostamos em nós, pontos a desenvolver espelhadas nas pessoas, isso nos faz sentirmos mal? Reflita sobre isso.

É difícil aceitar que nós nos incomodamos com as coisas, e não, as coisas nos incomodam. Isso acontece pelo fato de que existe aquilo em nós, e reprimimos, e quando vemos fora, em alguém, nos irritamos, queremos nos afastar.

Resumindo, colocamos para debaixo do tapete o que não gostamos, o que não nos faz bem em nós, mas quando somos expostos a aquela mesma vibração, nos sentimos mal.

Isso explica o fato de que as memórias, experiências, nos levam para determinada situação, onde o amor deve agir para curar aquele sentimento, enquanto isso não acontecer, esse círculo vicioso permanecerá.

Dr. Hew len ensina que a cura para a experiência que vivenciamos, está em nós. Quando libertamos essa memória com o amor, pedimos intervenção de Deus para a solução daquela situação e a dissolução das memórias do subconsciente.

Realizando esse processo, curaremos ao outro também, pois estamos vibrando amor para aquela situação, não estamos alimentando-a com ódio ou repulsa.

Onde há amor, não tem espaço para mais nada. Sejamos amor em tudo, entendendo que não vivemos separados e que para tudo evoluir e progredir devemos amar uns aos outros como a si mesmo como o Mestre Jesus disse.

O livro sobre Ho oponopono – a descoberta de Joe vitale

livro LIMITE ZERO de Joe vitale   Ho oponopono- a descoberta de joe vitale

Joe vitale é autor renomado de vários livros de autoajuda e teve uma participação no premiado filme O segredo.

Ele soube da existência de um terapeuta havaiano através de seu amigo Mark e resolveu investigar o assunto com o próprio terapeuta chamado Hew len.

Através de encontros, Joe tenta questionar Hew len sobre como seu método aparentemente simples, foi capaz de curar uma ala de criminosos com distúrbios mentais sem dar nenhum tipo de consulta a eles.

A partir dessa descoberta, Joe se impressiona tanto que pensa em refazer seus livros anteriores, mas Hew len o convence a não faze-lo.

Ambos decidem junto criar o livro para divulgar ao mundo este método divino onde a simplicidade do amor é a característica principal do Ho oponopono de identidade própria.

O Glossário falante criado por Dr. Hew len

Identidade Própria: Sou a Identidade Própria. Sou composta por quatro elementos: a Inteligência Divina, a Mente Superconsciente, a Mente Consciente e a Mente Subconsciente. A minha base, Vazia e Infinita, é uma réplica exata da Inteligência Divina.

Inteligência Divina: Sou a Inteligência Divina. Sou o Infinito. Crio Identidades Próprias e Inspirações. Transmuto memórias em Vazio.

Mente Superconsciente: Sou a Mente Superconsciente. Supervisiono a Mente Consciente e a Mente Subconsciente. Examino e efetuo as mudanças apropriadas na petição do ho oponopono à Inteligência Divina iniciada pela Mente Consciente. Não sou influenciada pelas memórias que se repetem na Mente Subconsciente. Sou sempre uma com o Divino Criador.

Mente Consciente: Sou o Mente Consciente. Tenha o dom da escolha. Posso permitir que memórias incessantes determinem a experiência para a Mente Subconsciente e para mim mesma ou posso dar início à liberação delas por meio do incessante ho oponopono. Posso peticionar à Inteligência Divina pedindo orientação.

Mente Subconsciente: Sou a Mente Subconsciente. Sou a repositório de todas as memórias acumuladas desde o início da criação. Sou o lugar na qual as experiências são vividas como memórias que se repetem ou como inspirações. Sou o lugar onde o corpo e o mundo reside como memórias que se repetem e como Inspirações. Ou o lugar na qual os problemas vivem como memórias que reagem.

Vazio: Sou o Vazio. Sou o alicerce da Identidade Própria e do Cosmo. Sou o lugar onde as Inspirações brotam da Inteligência Divina, o Infinito. As memórias que se repetem na Mente Subconsciente tomam o meu lugar, mas não me destroem, impedindo o influxo das Inspirações da Inteligência Divina.

Infinito: Sou o Infinito, a Inteligência Divina. As Inspirações fluem de mim como rosas frágeis em direção ao Vazio da Identidade Própria, facilmente desalojadas pelas espinhas das memórias,

Inspiração: Sou a Inspiração. Sou uma criação do Infinito, da Inteligência Divina. Eu me manifesto a partir do Vazio no Mente Subconsciente. Sou vivenciada como uma ocorrência nova em folha.

Memória: Sou a memória. Sou um registro na Mente Subconsciente de uma experiência passada. Quando sou desencadeado, reenceno experiências passadas.

Problema: Sou o problema. Sou Uma memória que reencena uma experiência passada uma vez mais na Mente Subconsciente.

Experiência: Sou a experiência. Sou o efeito de memórias que se repetem ou de inspirações na Mente Subconsciente.

Sistema Operacional: Sou o sistema operacional. Opera a Identidade Própria com o Vazio, a Inspiração e a Memória.

Ho’oponopono: Sou o ho oponopono. Sou um antigo processo havaiano de resolução de problemas atualizado para ser utilizada hoje em dia por Marrnah Nalamaku Simeona, Kahuna Lapa’au, reconhecida como um Tesouro Vivo do Havaí em 1983.

Sou formada por três elementos: o arrependimento, o perdão e a transmutação. Sou uma petição iniciada pela Mente Consciente e dirigida à Inteligência Divina para anular memórias e restabelecer a Identidade Própria. Começo na Mente Consciente.

Arrependimento: Sou o arrependimento. Sou a início do processo da ho oponopono principiado pela Mente Consciente como uma petição à Inteligência Divina para transmutar memórias em Vazio. Comigo, a Mente Consciente reconhece a sua responsabilidade pelas memórias que são reencenadas como problemas na sua Mente Subconsciente, tendo-as criado, aceitado e acumulado.

Perdão: Sou o perdão. Ao lado do Arrependimento, sou uma petição da Mente Consciente ao Divino Criador para que transforme memórias na Mente Subconsciente em Vazio. Não apenas a Mente Consciente está triste, ela também está pedindo perdão à Inteligência Divina.

Transmutação: Sou a transmutação. A Inteligência Divina me utiliza para neutralizar e liberar as memórias para o Vazio na Mente Subconsciente. Estou disponível para ser usada apenas pela Inteligência Divina.

Prosperidade: Sou a prosperidade. Sou a Identidade Própria.

Pobreza: Sou a pobreza. Sou as memórias que se repetem. Tomo o lugar da Identidade Própria, impedindo que a Inteligência Divina introduza as Inspirações na Mente Subconsciente!

Reflexão

Não temos todas as respostas, não sabemos tudo e por mais que avançamos em descobertas, o único conhecimento capaz de transmutar nossos sentimentos inferiores é o Amor. A nossa resistência em aprendermos isso, nos leva a somatizar memórias e situações que nos levam para esse amadurecimento: pelo amor ou pela dor. Paz de Deus!

o poder do ser - Ho oponopono

Baixe livro LIMITE ZERO de Joe vitale em pdf gratuitamente clicando aqui e leia a obra completa.

Fontehttp://www.opoderdoser.com/2014/02/Hooponopono-mude-seu-mundo-atraves-de-si-mesmo.html
Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Livros e leitura, Meditação e Espiritualidade. Bookmark o link permanente.

6 respostas para “Ho’oponopono: mude seu mundo através de si mesmo” – Fique por dentro!

  1. Rbia Tannure disse:

    Sogro querido,Tudo bem? Falei pro Junior desse método há um mês…Já tive experiencias muito positivas com ele!E tão simples…Maravilhoso!! Bjs,Rúbia Ferraz TannureCell: +55 27 9228-0833**Deus te Abençoe! God Bless you! **

    Date: Thu, 3 Sep 2015 10:59:42 +0000 To: rubia_tannure@hotmail.com

  2. Bela postagem! Creio que toda reação depende das nossas ações.
    É preciso que semeemos a paz em nós, para que a nossa volta fique em paz. também.
    Muitas dessas palavras chaves, infelizmente ficaram esquecidas. Mas eu sempre fiz questão de ensinar a meus filhos. Até porque foi assim que aprendi.

  3. Tânia Carneiro disse:

    Parabéns, Clovis, pela belíssima matéria. Eu freqüento um lugar aqui no Rio! E de fato, é a busca para a cura do corpo e do espírito!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s