Estudar, amar, se reinventar aos 60: Um exemplo inspirador!

Reproduzo matéria muito interessante, publicada no site Coaching+50, da amiga Bette Maria, a respeito de pessoas da terceira idade que se desafiam, vivem apaixonadamente e dão exemplo de jovialidade e disposição, como é o caso da atual estudante de psicologia Maria Odete.

O texto fala de desejos, sexualidade, preconceitos etc. Recomendo a leitura, a seguir:

Estudante de psicologia de 60 anos

"O avanço da idade faz com que a gente se boicote", diz estudante de psicologia de 60 anos Júlio Cordeiro/Agencia RBS

Foto: Júlio Cordeiro / Agencia RBS
 

A fórmula da juventude, para a empresária Maria Odete da Costa, está em abandonar os julgamentos sobre a própria idade

“O avanço da idade faz com que a gente se boicote”, diz estudante de psicologia de 60 anos

Maria Odete da Costa tem planos para antes de terminar a faculdade. Começou a estudar Psicologia e pretende se formar em 2020, quando estará com 66 anos. Antes disso, vai encerrar as atividades da loja que mantém no centro de São Leopoldo, no Vale do Sinos, para poder dedicar o tempo livre ao estágio obrigatório e ao trabalho de conclusão. Os conhecidos dizem que esse tipo de ousadia só pode ser feito por gente jovem, de 20 e poucos anos. Ela não liga. Alias, está acostumada aos julgamentos e nunca se importou com eles. Casou aos 19 com um homem 30 anos mais velho. Tiveram dois filhos e viveram uma vida feliz. Viúva, ela teve dois relacionamentos longos. Tanto o primeiro quanto o segundo namorado nasceram algumas décadas depois dela.

Longas mechas vermelhas emolduram o rosto de Odete. Pequena, magra, salto alto, maquiagem nos olhos, ela chama a atenção por onde passa. E gosta disso. Não sente vergonha de afirmar que é bonita e de dizer a um homem o quanto ele é atraente para ela. Netos e filhos se orgulham das atitudes e da forma como a comerciante encara a vida. O namorado que tentava sabotar a dedicação dela aos estudos viu o romance chegar ao fim. A determinação da senhora de 61 anos é muito mais forte.

– Corro todos os dias na rua. Isso me dá uma enorme sensação de liberdade. Quando chegamos à menopausa, nosso corpo passa por mudanças muito drásticas. Temos tendência a engordar, por exemplo. Eu não queria que meu corpo mudasse, não queria me tornar uma senhora clássica, cheinha, com cabelos curtos. O avanço da idade faz com que a gente se boicote, ache que não temos direito à certas coisas, como estudar, ter uma vida sexual – conta.

Esse é um tema que indigna o geriatra Newton Terra. É comum ver familiares encararem os idosos como pessoas que não sentem desejo e não têm vontade de fazer sexo:

– Os filhos, principalmente, olham os mais velhos como pessoas assexuadas, sem o direito à carícias e carinhos.

Odete complementa:

– Acontece que as pessoas que chegam nessa idade se deixam levar por esses julgamentos. As mulheres param de usar o perfume favorito, não usam mais vestidos ou batom, cortam o cabelo bem curto por praticidade. Como consequência, abandonam a própria sexualidade. Eu não fico pensando em todos os anos que vivi. Se estou apaixonada, vivendo um novo relacionamento, aproveito de forma plena.

Mais experiência, mais desejo

A pesquisa sobre sexualidade na terceira idade produzida pela USP evidenciou algo que já é senso comum: homens com mais de 60 anos são mais sexualmente ativos do que as mulheres. As senhoras são condenadas ao rótulo de seres assexuados. Se aparecem com um namorado são julgadas como promíscuas, ouvem coisas como “o que essa velha quer arranjando homem?”. Odete ouviu isso, principalmente sobre o último namorado, 27 anos mais moço.

– É um crime o que fazem com a sexualidade das pessoas que passam dos 60 anos. Sexo ainda parece um palavrão. Eles são muito carentes porque, geralmente, evitamos carinhos com os mais velhos por vergonha. Muitas clínicas separam os grupos por sexo. Em presídios, o condenado pode receber visitas íntimas, mas um homem mal pode pegar na mão de uma mulher quando participam de uma mesma associação, por exemplo – condena Newton Terra.

O geriatra explica que, sim, as mulheres podem ter a libido alterada. A menopausa é a principal culpada por essas alterações no corpo. E indica que, em vez de se fechar e acatar as mudanças como algo que não tem volta, as mulheres devem cuidar da alimentação e, principalmente, se exercitar. Essa fórmula mais do que conhecida é a responsável por manter íntegra a saúde sexual, física e cognitiva. A fase, para o médico, pode indicar um momento muito melhor para a intimidade. A mulher não tem mais de se preocupar com ciclos menstruais e período fértil.

– A gente pode enfrentar alguns probleminhas, mas há tratamentos para que possamos ter uma vida sexual como quando éramos mais jovens. Dos meus 20 anos até hoje não houve diferença. Tudo é uma questão de uma sedução, manter acesa as fantasias _ sustenta Odete.

Os novos sessentões estão revolucionando a imagem da terceira idade. Já não são mais os vovozinhos que podem ser encontrados em casa a qualquer hora do dia, qualquer dia da semana. Os especialistas que há anos vêm tentando colocar a qualidade de vida na rotina de quem, agora, é considerado idoso, parece que conseguiram atingir esse objetivo. Os sessentões não estão dispostos, seja por necessidade seja por opção, a parar. Os sessenta têm um novo significado: eles querem permanecer ativos e fortes por mais tempo.

FONTE: http://zh.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/vida/melhor-idade/noticia/2015/02/o-avanco-da-idade-faz-com-que-a-gente-se-boicote-diz-estudante-de-psicologia-de-60-anos-4708967.html

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Motivação e crescimento humano. Bookmark o link permanente.

9 respostas para Estudar, amar, se reinventar aos 60: Um exemplo inspirador!

  1. Jose Rosa disse:

    Muito bom o exemplo.
    Eu estou com 55, daqui a 3 anos me aposento.
    Antes de morrer ainda quero fazer três graduações: História, Filosofia e Enologia (porque como sempre digo, SÓ VAI BEBENDO !).
    Abraços,

  2. Massarra disse:

    Excelente! Maria Odete é uma grande inspiração; a vida continua e é muito bom olhar sempre para a frente com otimismo, vislumbrando novas vivências que entiquecerão as nossas vidas, que já são ricas.

  3. Bela matéria! Na verdade existe um mito muito grande de que a mulher aos 60, deixam de exercer a atividade sexual. Nada comprovado. A própria mulher, muitas vezes, assumem uma postura, que também dá margens a essas e outras rotulagens. Chegar aos 60, pra mim, foi simplesmente, a continuação da vida. A plenitude conservada, não pela imagem, mas pela cabeça, por manter a certeza erguida. Ser idosa é uma questão de escolha. Envelhecer sim. Aceitar a idade, mas sem se sentir velha. Não se expor a ridículos, mas sorrir e procurar manter a sensualidade. Não se negar prazeres, que muitas acham que não têm mais idade. A vida aos 60, pode ser tão, ou mais emocionante. Porque essa maturidade nos dá um conhecimento total sobre o corpo. Nos dá uma segurança maior em decisões. Não queremos marcar simplesmente uma aventura, mas, um compromisso com a intensidade de cada momento. Nessa idade, não existe insinuações, mas a segurança de se dispor a…

  4. Arrumando algumas concordâncias; se possível, apague o comentário acima, por favor! Agora que percebi. Comentar do celular, tem essas coisas…
    Bela matéria! Na verdade existe um mito muito grande de que a mulher aos 60, deixa de exercer a atividade sexual. Nada comprovado. A própria mulher, muitas vezes, assume uma postura, que também dá margens a essa e outras rotulagens. Chegar aos 60, pra mim, foi simplesmente, a continuação da vida. A plenitude conservada, não pela imagem, mas, pelos pensamentos; por manter a cabeça erguida. Ser idosa é uma questão de escolha. Envelhecer sim. Aceitar a idade, mas sem se sentir velha. Não se expor a ridículos, mas sorrir e procurar manter a sensualidade. Não se negar prazeres, que muitas vezes, acha, não ter mais idade. A vida aos 60, pode ser tão, ou mais emocionante. Porque essa maturidade, dá um conhecimento total sobre o corpo. Uma segurança maior em decisões. Não se quer simplesmente uma aventura, mas, um compromisso com a intensidade de cada momento. Nessa idade, não existem insinuações, mas a segurança de se dispor a…

  5. Estudar, amar, se reinventar aos 60: Um exemplo inspirador! | O Bem Viver Estou indicando este site pois achei a pessoa da minha vida! Estou na terceira idade, encontrei amigos e um amor! Quem procura um amor ou amizades e está na terceira idade, acesse http://www.namoroterceiraidade.com.br/ Fica a Dica Amigos!
    Casar na Terceira Idade http://www.namoroterceiraidade.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s