Saiba a diferença entre o Psiquiatra, o Psicólogo e o Psicanalista

 elidioalmeida.com

Conforme tem sido divulgado, transtornos comportamentais, a exemplo da ansiedade, estresse, distúrbios do sono, depressão, déficit de atenção são cada vez mais comuns nos dias de hoje. Em consequência, observo que as pessoas já falam mais abertamente em enfrentar problemas como esses, até porque aquele estigma social que envolvia mencionar a procura por psicólogo ou psiquiatra, ao que parece,  está sendo aos poucos dissipado.

Nesse contexto, vi alguns dados impressionantes no artigo “Entre a farmácia e o divã”, publicado no Dossiê Super Interessante “O Guia da Psicologia”, de agosto/2014, da Editora Abril, dos quais destaco:

“O relatório America’s State of Mind indicou crescimento no número de americanos com transtornos psicológico e de comportamento tratados com medicação: mais de 20% dos adultos estavam usando pelo menos um dos remédios incluídos no estudo. Em relação ao período entre 1991 e 2000, um aumento de 22%.”

“A tendência é a mesma no Brasil. Entre 2010 e 2014, por exemplo, a venda de anticonvulsivantes e de antidepressivos e estabilizadores do humor aumentou cerca de 25% e 58%, respectivamente. Os dados são da IMS Health Brasil, que pesquisa informações do setor da indústria farmacêutica”.

Resta evidente que os problemas psicológicos/mentais vêm crescendo e, por conseguinte, cada vez mais veremos pessoas falando sobre o assunto. Nada obstante, percebo que para muita gente existe confusão a esse respeito, especialmente no que se refere a qual profissional recorrer. Assim, havendo necessidade, você sabe a quem procurar? Você sabe a diferença entre um Psiquiatra e um Psicólogo? Sabe o que é uma Psicanálise? E uma Terapia (Psicoterapia)? Esta última, pelo que ouço das conversas, é a mais mencionada popularmente.

Para tentar esclarecer possíveis dúvidas que você tenha a esse respeito, transcrevo abaixo artigo interessante, apesar de conciso, mas que me pareceu bem educativo e útil, publicado no site Brasil ESCOLA:

A Diferença entre Psiquiatra, Psicólogo e Psicanalista

Real atuação dos psiquiatra, psicólogo e psicanalista

                                        Real atuação dos psiquiatra, psicólogo e psicanalista

O termo “psi”, bastante utilizado pelas pessoas, muitas vezes pode ser permeado de confusão quanto aos significados, principalmente quando se refere aos profissionais indicados por este termo: psiquiatra, psicólogo ou psicanalista.

O psiquiatra é um profissional da medicina que após ter concluído sua formação, opta pela especialização em psiquiatria. Esta é realizada em 2 ou 3 anos e abrange estudos em neurologia, psicofarmacologia e treinamento específico para diferentes modalidades de atendimento, tendo por objetivo tratar as doenças mentais. Ele é apto a prescrever medicamentos, habilidade não designada ao psicólogo. Em alguns casos, a psicoterapia e o tratamento psiquiátrico devem ser aliados.

O psicólogo tem formação superior em psicologia, ciência que estuda os processos mentais (sentimentos, pensamentos, razão) e o comportamento humano. O curso tem duração de 4 anos para o bacharelado e licenciatura e 5 anos para obtenção do título de psicólogo. No decorrer do curso a teoria é complementada por estágios supervisionados que habilitam o psicólogo a realizar psicodiagnóstico, psicoterapia, orientação, entre outras. Pode atuar no campo da psicologia clínica, escolar, social, do trabalho, entre outras.

O profissional pode optar por um curso de formação em uma abordagem teórica, como a gestalt-terapia, a psicanálise, a terapia cognitivo-comportamental.

O psicanalista é o profissional que possui uma formação em psicanálise, método terapêutico criado pelo médico austríaco Sigmund Freud, que consiste na interpretação dos conteúdos inconscientes de palavras, ações e produções imaginárias de uma pessoa, baseada nas associações livres e na transferência. Segundo a instituição formadora, o psicanalista pode ter formação em diferentes áreas de ensino superior.

Por Patrícia Lopes
Equipe Brasil Escola

Publicado em – http://http://www.brasilescola.com/curiosidades/psiquiatra-psicologo-psicanalista.htm

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Saúde. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Saiba a diferença entre o Psiquiatra, o Psicólogo e o Psicanalista

    • JCDattoli disse:

      Obrigado, caro Zé Rosa, pela recomendação desse livro de título bastante instigador!
      Aproveitando, registro informação que ouvi ontem na Rádio CBN, dando conta de que estaríamos chegando ao absurdo patamar de 10% da população brasileira que sofre com algum tipo de depressão. A confirmar esse dado, seríamos o país líder mundial em depressão. Preocupante!

  1. Existe sim, essa confusão. As pessoas, geralmente, quando vão aos psicólogos e psicanalistas, querem que se prescreva receita, solicitem exames, que nenhum dos dois profissionais estão aptos a solicita-los. Porém confusão maior existe entre psicanalistas e psicólogos. A grande maioria das pessoas, não sabem.
    Infelizmente a depressão está elevando o índice assustadoramente! É grave! E de fato, acaba levando o paciente ao suicídio. A meu ver, todo tratamento psiquiátrico deveria ser feito, em parceria com o psicanalista, ou o psicólogo. Porque é preciso reforçar o emocional, ou tentar levá-lo a identificar os processos que deram origem a todo contexto. Por outro lado, nem todo caso a prescrição de medicamentos é indicada, mas, os profissionais da área, não sei se por parceria com os laboratórios, estão abusando nas receitas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s