“Fitness Moral” – Uma provocação sobre inversão de valores!

Divulgo texto inteligente e bem apropriado para os dias atuais, com o título Fitness Moral, escrito por Antonio de Oliveira, que foi publicado no site “duniverso“. São apenas quatro parágrafos que vão direto ao ponto, ao abordar sobre a inversão de valores tão em voga, sobra a prevalência da forma sobre a essência, e por aí vai. O último parágrafo, então, traz um registro (ou um desabafo) dos mais interessantes, feito pelo brilhante Padre Antonio Vieira, falando de como se furtava por aqui. E aquela era uma percepção lá do Século XVII!

Leiam a seguir:

 “Fitness Moral

Por Antônio de Oliveira

Poeta satírico, Juvenal cunhou expressões lapidares, como “panem et circences”, pão e circo, “rara avis”, ave rara, e “mens sana in corpore sano”, uma mente sadia em um corpo sadio. Esta última é parte da resposta de Juvenal à questão sobre o que as pessoas deveriam pedir em oração, basicamente, saúde espiritual e saúde física.

Hoje em dia se dá o maior valor a um corpo sarado, mesmo que a mente esteja contaminada. A palavra fitness, em inglês, é formada a partir de fit, no seu significado de boa forma, e ness, um sufixo que, por sua vez, forma substantivos, à semelhança de darkness, escuridão, em que esse sufixo é acrescentado ao adjetivo dark, escuro. Enfim, pode-se entender fitness como bom condicionamento físico, objetivo que às vezes se torna obsessão em determinadas pessoas. Malhar passou a significar fazer ginástica intensiva visando à musculação ou ao emagrecimento. Malhação, hoje, é palavra de ordem. E ordem do dia, de todo dia, praticamente. O número de academias de ginástica comprova essa situação.

mentecapta-prisao-do-corpo

Paralelamente, e infelizmente, essa corrida às academias não vem acompanhada do que se poderia chamar de fitness moral. Parece até que, à medida que essa preocupação com o corpo cresce em proporção aritmética, a corrupção cresce em proporção geométrica, lembrando a teoria de Malthus. Nunca dos nuncas esse tema foi tão destacado pela nossa mídia.

mentecapta-prisao-do-corpo-2

Mas já o padre Antônio Vieira afirmara que das partes daqui se conjuga por todos os modos da arte o verbo rapio. Em suma, furta-se por todos os modos: pelo modo indicativo, pelo modo imperativo, pelo modo mandativo, pelo modo optativo, pelo modo conjuntivo, pelo modo potencial, pelo modo permissivo, pelo modo infinitivo; também por todos os tempos: presente, pretérito e futuro: no imperfeito, perfeito, plusquam perfeito, pois furtam, furtaram, furtavam, furtariam e haveriam de furtar. Na voz ativa e na voz passiva porque quem é roubado e consumido é o povo.

O professor Antônio de Oliveira, cronista fascinante, é Mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, na Itália. Licenciado em Letras e em Estudos Sociais pela Universidade de Itaúna; em Pedagogia e em Filosofia pela Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del Rei. Estágio Pedagógico na França. Contato: antonioliveira2011@live.com
Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Frases célebres. Bookmark o link permanente.

2 respostas para “Fitness Moral” – Uma provocação sobre inversão de valores!

  1. Grande verdade! O culto ao corpo, tomou proporções inimagináveis! Se arrisca até a vida, esquecendo as próprias limitações. As academias, por sua vez, vendem desde roupas, superfaturadas, a verdadeiras bombas, sem autorização, mesmo sabendo os riscos a saúde. Pior, que as pessoas compram e tomam indiscriminadamente, mesmo sabendo os riscos que estão se expondo.

  2. JCDattoli disse:

    Obrigado, Lúcia, por complementar e enriquecer essa reflexão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s