FOGUETEIRA – Um soneto de protesto e de esperança: muito atual!

Crédito de imagem – www.mensagenscomamor.com

Sábado é dia também propício para curtirmos outras artes aqui no blog, além da já habitual música, como é o caso da poesia. Assim, a pretexto da falta de competência, mas sobretudo de decência por parte dos gestores púbicos e dos políticos pelo Brasil afora, tendo na Capital do País um dos exemplos mais evidentes na atualidade, divulgo o soneto FOGUETEIRA, da escritora, poetisa e colaboradora Sandra Fayad, que apesar de ter sido escrito em 2007 mostra-se atualíssimo!

Não deixa de ser um protesto, um desabafo, mas ao mesmo tempo uma expectativa da poetisa por tempos menos indecentes e mais esperançosos. Acompanha um outro soneto, “BASTA”, que a inspirou!

Vejam a seguir:

“FOGUETEIRA

Sandra Fayad
(Inspirado no Soneto “BASTA!!!” de Sá de Freitas)

Se acabasse a angústia, a mentira e a maldade,

E o tempo retornasse ao tempo que JK sonhou,

Eu caminharia pelas Entrequadras da minha cidade,

Traçando os caminhos que Lúcio Costa não riscou.

Se findasse a indecência, a falcatrua e a ganância,

E o povo, uníssono, empunhasse o Hino Nacional,

Brotaria como cavalinhas, vergonha em abundância,

Para encher reservatórios de água e tonéis de cereal.

Se saltassem do Alto Escalão os profanos e destruidores,

Como não se sustentam os podres frutos da mangueira,

Eu colocaria sobre meus pesadelos uma coroa de flores.

Enterraria o desânimo; da desesperança faria fogueira.

Depois iria ao Gramado Central, à Praça dos horrores,

Dançar Quadrilha com meu povo como uma Fogueteira. “

Bsb, 28/06/2007

(eis o soneto)
BASTA!!!!
Sá de Freitas

Basta de tanta angústia pela Terra,
Causada pelas mentes doentias,
Que implantam as mais terríveis agonias,
Quando suscitam, sem piedade, a guerra.

Basta já de mentira e de indecência;
De ganância e de tanta falcatrua,
Que deixam nossa Pátria quase nua,
De riqueza, recursos, de assistência.

Basta de profanar a Natureza;
Basta de destruir tanta beleza,
Basta de ver crianças à sós, sem lar.

Basta de inveja e de maledicência,
Para que muitos tenham mais consciência,
E aprendam a conjugar o VERBO AMAR.

Fontehttp://www.sandrafayad.prosaeverso.net/
Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Poesia. Bookmark o link permanente.

2 respostas para FOGUETEIRA – Um soneto de protesto e de esperança: muito atual!

  1. Gostei muito, da prosa poética e do soneto! A verdade é que o amor bastaria, para debelar tanta falcatrua, tanta agonia; o amor a Pátria, ao próximo, a tudo que se refere a Nação. Sem amor, não se respeita nada; se rouba o patrimônio, se vende até a alma, se passa por cima do cidadão.
    Bom domingo! Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s