“A hora do deleite” – Um texto genial sobre o hábito da leitura!

“Diga a verdade: ser leitor será conquista e apropriação de um prazer que não conhece fim. “

Replico, a seguir, texto muito legal ontem publicado no blog ZÉducando,  com o título A hora do deleite, escrito pela cronista Fernanda Pompeu, do blog Mente Aberta.

Já fiz aqui alguns posts sobre a importância da leitura, a maioria deles com ênfase no nosso amigo de sempre, o livro. No caso desse inteligente e agradável texto, a autora trouxe uma abordagem mais ampla, na verdade uma feliz homenagem e uma bela apologia ao hábito da leitura em geral, válida, portanto, para leitura de qualquer gênero, natureza, e para textos apresentados por meio das mais diferentes mídias, formatos etc., o que é absolutamente próprio para os dias atuais. O que vale mesmo é resistir às inúmeras tentações de um mundo atribulado e corrido em que vivemos e manter-se fiel à prática regular da leitura. E melhor será se esse hábito for por deleite, por prazer!

“A hora do deleite

Por que ser um leitor? Se for de poesia, para enxergar estrelas ao meio-dia. Se for de prosa, para visitar a experiência dos outros. De biografias, para conhecer fatos e fotos. De autoajuda, para ter um empurrãozinho. De notícias, para ter assuntos. De crônicas, para ouvir um lero ao pé do ouvido.

Aquilo que se lê importa muito pouco. O que interessa é a leitura. Conheço gente que só lê ciências sociais, outros que se amarram em histórias fantásticas. Existem até aqueles que passam a vida lendo a bíblia, decorando salmos e parábolas. Ou os que são leitores de culinária – seja afegã, colombiana, francesa.

Tem leitor que adora o cheirinho dos livros e as cócegas das páginas nos seus dedos. Outra legião carrega sua biblioteca no Kindle e congêneres. Existe o cara que só lê deitado, a moça que só lê sentada. Há leitores de beira de piscina, de areia de praia, de barra de bar. Sem esquecer dos que leem debaixo de mangueiras, abacateiros, marquises de ônibus.

O Edi – que tira um excelente café expresso atrás do balcão da padaria Pioneira, na Vila Madalena, Sampa – é um leitor de trem. Ele aproveita o trajeto Lapa-Franco da Rocha para nadar e se refrescar com as letrinhas. Uma manhã, ele me descreveu sua prática diária de leitura sobre trilhos como a hora do deleite.

Pergunte para leitores por que eles leem? As respostas serão variadas: para aprender, para se atualizar, para matar o tempo, para ficar mais sabido. Alguns serão diretos: Leio por vício. Talvez seja um dos poucos vícios que não faz mal à saúde, não dá cadeia, não incomoda terceiros.

Mas atrás de qualquer resposta existe a principal: pessoas leem por prazer. Pela delícia de sair do calor de Pirituba para o frio da Sibéria. Pelo encanto de ser uma senhora de setenta anos e virar cúmplice, em cem páginas, de uma jovem de vinte e quatro. Pela emoção de acompanhar o último dia do suicida Getúlio Vargas. Pela paixão de mergulhar no coração da palavras. E também por deixar as palavras devorarem nosso coração.

Então vai a dica para quem faz o nobre trabalho de incentivar novos leitores. Não minta para eles dizendo que ler irá ajudá-los a “subir” na vida, a ganhar dinheiro. Há atalhos mais curtos para o mercado. Diga a verdade: ser leitor será conquista e apropriação de um prazer que não conhece fim.

(Fernanda Pompeu)

FONTE: https://br.noticias.yahoo.com/blogs/mente-aberta/a-hora-do-deleite-114122289.html#more-id

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Livros e leitura, Motivação e crescimento humano e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para “A hora do deleite” – Um texto genial sobre o hábito da leitura!

  1. Sandra Fayad disse:

    No Brasil ainda estamos engatinhando no prazer da leitura. O incentivo à leitura com a recomendação do texto é um empurrãozinho fdos bons. Valeu! Vou compartilhar.

    • JCDattoli disse:

      Muito bom, Sandra, que você compartilhe com os seus grupos. Sei que a batalha é hercúlea, mas precisamos fazer o que estiver ao nosso alcance. Não podemos nos conformar com o baixo índice de leitores no Brasil, em especial quando comparamos esse quadro com diversos países latino-americanos, para ficarmos apenas com os nossos vizinhos.. Sinceramente, essa situação de desvantagem incomoda e nos envergonha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s