10 dicas para combater depressão e ansiedade sem medicamento

Mental health

Transcrevo, a seguir, matéria com dicas para combater depressão e ansiedade sem uso de medicação, publicada no site “duniverso”. Algumas dessas dicas me parecem interessantes e podem ser úteis para qualquer pessoa, pois trata-se de recomendação de hábitos saudáveis que, se praticados, podem evitar o surgimento de diversos problemas de saúde, aí incluídos distúrbios emocionais como a depressão e a ansiedade, já comentamos aqui (ver https://obemviver.blog.br/2014/09/09/a-doenca-da-alma-voce-tem-um-cachorro-preto/).  

“10 dicas para combater depressão e ansiedade sem medicamento

Psiquiatra com vasta experiência em psicofarmacologia a americana Sheenie Ambadar diz que seria muito fácil para ela basear seus tratamentos exclusivamente em medicamentos psiquiátricos.
As medicações psiquiátricas tem ação rápida e ela as recomenda regularmente em seu consultório para tratar uma série de problemas que vão desde depressão e ansiedade ao transtorno bipolar e insônia crônica.
Apesar disto ela está sempre atenta a outras formas igualmente importantes para melhorar estas patologias diretamente ligadas ao humor e ao bem-estar.
Alguns métodos são relacionados aos nossos modos de pensar e comportamentos diários.
Dentro deste contexto cita 10 dicas preciosas para melhorar principalmente a depressão e ansiedade sem medicação.

1. Limite seu tempo nas redes sociais virtuais
Quando as redes sociais são usadas como uma ferramenta ocasional para manter contato com amigos ou ficar no circuito social, pode ser uma distração útil. No entanto, quando são usadas para manter o controle constante sobre os outros ou para promover certa auto-imagem pode ter efeitos negativos como levar à insegurança, ciúmes, sentimentos errados de superioridade ou alternativamente sentimentos de inadequação. Limitando o tempo em sites de mídia social será uma das melhores coisas que você fará para sua saúde mental.

2. Pare de viver a vida de alguém
Muitas vezes a depressão ocorre quando acordamos um dia e percebemos que não estamos vivendo nossos sonhos e sim tentando agradar nossos pais, cônjuge, filhos ou amigos.
Sua vida é sua. Você é o único criador ou destruidor dela, mais ninguém.
Se você precisa estabelecer limites ou desgarrar de certas influências negativas na sua vida, que assim seja. Desenvolver a coragem de seguir a nossa própria estrela-guia pessoal levanta a auto estima reduzindo a sensação de estar preso.

3. Escreva sempre que puder
Manter um diário privado ou um registro por escrito de seus pensamentos pode ser uma das maneiras mais eficazes de lidar com transtornos de humor. O simples ato de escrever nossos pensamentos e sentimentos pode servir como uma catarse profunda e é especialmente útil se temos dificuldade de nos expressar verbalmente. Muitas vezes simplesmente nos sentimos melhor e menos estressados após uma triagem sistemática de nossas emoções na página escrita.

4. Pare de se comparar aos outros
Comparando-nos com outras pessoas é uma das maneiras mais rápidas para agravar a depressão e ansiedade. Claro que isso pode às vezes nos motivar a trabalhar mais, porém na maioria dos casos não é o que acontece. Esta comparação é desnecessária e um tremendo desperdício de tempo e energia. O vizinho ou amigo que você inveja por seu carro de luxo ou uma casa enorme ou corpo perfeito tem tantos problemas quanto você (se não mais). Tente se concentrar em si mesmo, na sua própria melhoria, na sua própria vida.

5. Tome suas vitaminas
Eu recomendo rotineiramente tanto óleo de peixe quanto as vitaminas do complexo B que trazem resultados muito positivos. Estudos mostraram que tomar óleo de peixe como suplemento contendo o potente Omega 3 podem ajudar com os sintomas de depressão, ansiedade e até com o transtorno bipolar. Além disso toda a gama de vitaminas do complexo B incluindo as vitaminas B12, B6 e o ácido fólico, podem ser úteis na regulação do humor.

6. Converse com as pessoas, com qualquer um
Muitos pacientes deprimidos se sentem solitários, sozinhos e sem amor. Às vezes passam dias ou mesmo semanas sem ter uma conversa com outro ser humano. Este grau de isolamento agrava exponencialmente humor. O simples ato de falar com outra pessoa, de abrir a boca e deixar que as palavras saiam pode melhorar o humor instantaneamente. Diga oi para o funcionário amigável no supermercado ou casualmente cumprimente alguém no ônibus. Provavelmente você se sentirá melhor imediatamente!

7. Tenha sempre um objetivo, uma meta
Realmente não importa se você tem um objetivo pequeno ou grande o importante é ter. Uma vida vagando sem rumo e sem propósito cria uma sensação de desconforto e frustração, contribuindo significativamente para sentimentos negativos. Mesmo um objetivo tão simples como “eu quero perder quatro quilos em dois meses” é uma ótima maneira de botar para fora a tristeza. Se você se dedicar a algo que tem significado pessoal para você sua vida terá mais sentido e foco. Escolha metas alcançáveis mais fáceis de conquistar e observe a elevação do seu humor em pouco tempo.

8. Leia sobre espiritualidade ou Astronomia
Isto pode parecer uma sugestão estranha, mas mesmo para os ateus e agnósticos obstinados por aí, lendo livros sobre espiritualidade ou astronomia pode ajudar a ver um “enorme cósmico universal”. Ponderando sobre as grandes questões da vida e enxergando a enormidade e complexidade do universo poderá nos ajudar a levar os nossos pequenos “Eus” um pouco menos a sério!

9. Tire um tempo só para você
As pessoas que reservam um tempo para si por dia ou por semana, seja por meio de meditação, yoga, ler um bom livro, uma oração diária, ou mesmo um banho quente demorado, muitas vezes se sentem mais calmas, em paz consigo mesmas e com o mundo.
Este “time” mesmo que seja apenas 15 minutos por dia pode impedir que as dificuldades diárias e disputas mesquinhas da vida te derrubem e ajuda a manter o controle sobre sua vida.

10. Trabalhe sua felicidade, ela não virá sozinha
A felicidade é um estado de espírito que requer prática, esforço e vigilância. Você tem que estar disposto a dar uma olhada sobre sua vida, cortar maus hábitos, pessoas negativas, fazer mudanças em suas expectativas internas e de comportamento.
Mas relaxe! Você tem todo o tempo do mundo. Não leve tudo tão a sério e faça as coisas no seu ritmo.
Daqui a dez mil anos a partir de agora, você não vai estar aqui. Até mesmo toda a raça humana pode não estar aqui! Então, tente ter a vida mais agradável e tranqüila que você puder pois nosso período de tempo no planeta Terra é muito curto!
Você merece!”

Publicado em – http://www.duniverso.com.br.  
Fonte – http://www.huffingtonpost.com/.
Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Saúde. Bookmark o link permanente.

2 respostas para 10 dicas para combater depressão e ansiedade sem medicamento

  1. Dez dicas importantes. A dedicação a si mesmo, por algum tempo é importante. Saber o que se gosta e se dar esse tempo, é bom demais. Temos que nos conhecer e nos amar, para que a partir daí, podermos amar os demais. E parar de colocar a própria felicidade nas mãos de outrem. Esse, talvez, seja o grande mal das pessoas. Belo post! Bjs

  2. JCDattoli disse:

    Obrigado, Lúcia, pelo incentivo de sempre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s