Crescimento pessoal e realização – Texto IV – Definição de Objetivo

Sucesso.Acertando o alvo.Imagem

Crescimento pessoal e realização – Texto IV – Definição de Objetivo

Dando continuidade ao ciclo de reflexões sobre esse tema, que iniciei no mês passado aqui no blog, o tópico a ser apreciado no dia de hoje é a definição do principal objetivo que você pretende alcançar.

Como visto nos posts antecedentes, estando clara para você a necessidade de que deseja avançar para resultados concretos na sua vida, a serem obtidos de forma orientada, com foco definido e método a observar que minimizem os riscos de insucesso e a conseqüente perda de tempo, de esforços e de recursos, e considerando ainda que as etapas para definição do seu propósito de vida e dos valores mais significativos (que orientam o seu comportamento/ações) já foram cumpridas – vide textos I*, II* e III* publicados anteriormente, vamos agora para o passo seguinte.

Aonde você quer chegar, objetivamente?

É crucial nesse processo que você definida claramente qual é o seu principal objetivo. É necessário que você explicite o que quer alcançar e quando. Veja alguns pontos importantes para essa elaboração.

Antes de qualquer coisa, vamos esclarecer: O que é objetivo?

Em termos conceituais, objetivo é o foco a ser atingido, é a posição que se pretende alcançar em algum momento futuro e que precisa estar expressa de uma forma que seja facilmente compreensível e aferível. Em outras palavras, é o alvo maior que inspirará o seu plano de ação em determinado espaço de tempo, do qual devem constar as etapas distribuídas ao longo do percurso, as metas quantificadas a serem alcançadas e as ações específicas que necessitam ser executadas. Muita gente, incluindo alguns autores e coaches famosos, trata meta como sinônimo de objetivo. Isso faz confusão na cabeça das pessoas, mesmo que a meta mais importante (o objetivo) seja chamada de meta principal, para diferençar das naturais metas intermediárias do plano. A meu ver, essa conceituação confunde mais do que ajuda.

Como definir o seu principal objetivo?

  • Em primeiro lugar, faça uma lista dos seus “sonhos, desejos e resultados” pretendidos. Pode começar com um turbilhão de idéias (brainstorm). Na sequência, vá fazendo a depuração, até chegar em um máximo de 10 itens que, a seu juízo, possam lhe trazer maior nível de satisfação se forem alcançados e, por conseqüência, a necessária motivação que assegure os seus esforços daí em diante.
  • Indique o prazo final para realização de cada um desses itens.
  • Analise a validade (relevância) de cada item, ao pensar na contribuição que ele representa para a realização do seu propósito pessoal, ou da sua missão e da sua necessidade de crescimento. Se a correlação não for positiva, elimine-o.
  • Adicionalmente, avalie se cada item desses não conflita com os seus valores mais significativos – aqueles que você definiu/priorizou em exercício/reflexão anterior. Se houver conflito, elimine, igualmente, o item.
  • Confira a viabilidade de que esse “sonho/desejo/resultado” se realize (nível de exequibilidade; chance de que se transforme em resultado concreto).
  • Agora, o último passo é eleger, entre os itens restantes, aquele que será o seu objetivo, aquele alvo que promoverá maior contribuição para a sua evolução, para o seu crescimento no período de tempo determinado, tendo sempre por comparação a situação em que você se encontra agora.

Neste ponto, e para reforçar, volto a recorrer aos ensinamentos de Brian Tracy. Transcreverei, a seguir, o trecho do seu livro METAS: COMO CONQUISTAR TUDO O QUE VOCÊ DESEJA – MAIS RÁPIDO DO QUE JAMAIS IMAGINOU, já referido nos textos anteriores, com dicas bastante práticas a respeito do processo de definição de objetivo.

“Seu principal objetivo

Seu principal objetivo pode ser definido como aquela meta que é a mais importante para você no momento. É, em geral, a meta capaz de ajudá-lo mais que qualquer outra coisa a alcançar o maior número de suas outras metas. Seu objetivo principal deve ter as seguintes características:

  1. Deve ser algo que você realmente deseja em caráter pessoal. Seu desejo em relação a esta meta deve ser tão forte que a simples ideia de alcançar seu objetivo principal o deixa empolgado e feliz.
  2. Deve ser claro e específico. Você deve ser capaz de defini-lo em palavras. Deve ser capaz de escrevê-lo com tal clareza que até uma criança seja capaz de entendê-lo e dizer se você o alcançou ou não.
  3. Deve ser mensurável e quantificável. Estará menos para “Quero ganhar muito dinheiro” e mais para “Até tal data estarei ganhando 100 mil dólares por ano”.
  4. Deve ser, ao mesmo tempo, viável e digno de crédito. Seu principal objetivo não pode ser tão ambicioso ou ridículo que se torne absolutamente irrealizável.
  5. Seu principal objetivo precisa ter uma razoável probabilidade de êxito, talvez na casa dos 50% no momento em que começa. Se você nunca atingiu uma meta importante, estabeleça uma que tenha de 80% a 90% de probabilidade de sucesso. Facilite as coisas para si mesmo, pelo menos no início. Mais tarde, poderá estabelecer metas superambiciosas com uma pequena probabilidade de sucesso, e ainda assim sentir-se suficientemente motivado para tomar as medidas necessárias para alcançá-las. No início, contudo, estabeleça metas verossímeis e viáveis e que tenham uma alta probabilidade de sucesso, para que você seja capaz de vencer logo de início.
  6. Seu principal objetivo deve estar em harmonia com suas outras metas. Você não pode desejar ter êxito financeiro em sua carreira e, ao mesmo tempo, passar a maior parte do tempo jogando golfe. Suas principais metas devem estar em harmonia com suas metas secundárias e ser coerentes com seus valores.”

No próximo texto trarei abordagem específica sobre a elaboração de METAS, sua definição e importância para o processo de crescimento pessoal e realização, que complementará o conteúdo visto no dia de hoje.

Por fim, reitero que os conceitos, métodos e dicas trazidos nesses textos se aplicam para qualquer situação que requeira um plano orientado para propiciar o crescimento (evolução) de qualquer pessoa, seja nos seus interesses e necessidades mais individuais, pessoais e internos, seja nas perspectivas de natureza mais externa, como profissionais, sociais etc.

*Os textos I, II e III podem ser vistos na Categoria “Motivação e crescimento humano”, na lateral direita do blog.

JC Dattoli, 1º/setembro/2014.

 

 

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Motivação e crescimento humano. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Crescimento pessoal e realização – Texto IV – Definição de Objetivo

  1. Tânia Carneiro disse:

    Excelente. Completo e com conteúdo muito interessante. Abraços e parabéns.

  2. Gostei demais da sua visão sobre objetivos. Muitas vezes precisamos equilibrar o emocional, para que se possa determinar quais são eles e manter o foco. Que é uma outra questão. Existem pessoas persistentes e que correm atrás dos sonhos, ultrapassando obstáculos, tentando vislumbrar o outro lado. Mas existem aqueles que desanimam ao primeiro empecilho.
    A estrutura emocional tem que estar também focada nos objetivos, consciente de que vencer uma guerra, depende de vencer também as batalhas, uma a uma.
    Belo post! Beijos

  3. Dri Marques disse:

    Gostei demais! Muito completo e claro. Voltarei sempre aqui.
    Grata por compartilhar, querido!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s