Fazer o bem!

Adotar atitudes generosas e movidas pelo espírito da compaixão para com os nossos semelhantes e outros seres integrantes do universo, por menor que a princípio possam parecer, fazem diferença, transformam, alegram e verdadeiramente produzem felicidade para quem recebe e para quem doa!

Para ilustrar, vejam o curto (e inspirador) vídeo de link a seguir, que recebi por e-mail, de título “unsung hero” (herói anônimo):

Nessa linha, aproveito para divulgar projeto social e humanitário que desenvolvo com os amigo Aroldo Santos e também, em algumas oportunidades, com os amigos Marden Soares e Abelardo Sobrinho, destinado a levar música ao vivo para abrigos de acolhimento de idosos existentes aqui no DF. Aproveitando a alegria de termos retomado essa iniciativa, após um bom período de interrupção, escrevi o seguinte texto, que objetiva, ao comunicar a ação para um público maior, quem sabe angariar mais adeptos para o projeto:

“Projeto música para idosos – com alegria, voltamos a fazer apresentações musicais para idosos aqui no Distrito Federal. O projeto, que iniciei juntamente com o amigo Aroldo Santos, em 2007, foi retomado com uma apresentação na Pousada dos Idosos da Casa do Ceará, na Asa Norte, ocorrida no último dia 23 de abril. Neste 1º de maio de 2014, estivemos no Lar dos Velhinhos Bezerra de Menezes, em Sobradinho (fotos abaixo).

Todos sabem da importância da música, do impacto positivo que ela proporciona nas pessoas em geral. Imaginem, então, o que representa levar música, ao vivo, para idosos nessas instituições de acolhimento (abrigos), pessoas essas com idade bastante avançada, já debilitadas e naturalmente carentes, sobretudo porque grande parte delas se ressente de contato mais freqüente com familiares? Sem dúvida, o impacto da música é ainda maior!

Nesse contexto, presenciar as reações de satisfação, de alegria, de gratidão dessas pessoas para conosco é impagável. Em cada evento desses assistimos a uma verdadeira transformação dos idosos presentes, que demonstram nítida melhora em seu estado de espírito, em seu ânimo, entre a nossa chegada e a nossa saída (fim do evento).

Posso assegurar que essa iniciativa, que empreendemos com a maior seriedade e dedicação, vale muito para nós. E como foram valiosas as diversas apresentações que já realizamos até aqui, não só nas duas instituições citadas, mas também na Casa do Vovô e no Hospital de Apoio. Para sintetizar, digo sempre, com absoluta convicção, que quando terminamos cada um desses eventos nos sentimos mais energizados, felizes e muito melhor do que chegamos!

Com efeito, quem quiser se juntar a nós pode entrar em contato pelos e-mails: jcdattoli@gmail.com ou aroldogeor@gmail.com. Por exemplo, seria bom se pudéssemos contar com alguém que tenha habilidade para fazer recreação e/ou para dançar, pois certamente os idosos ficariam ainda mais animados.

JC Dattoli, Brasília, 1º/maio/2014.”

20140501_165845 20140501_165900 20140501_165906 20140501_165949 20140501_165957 20140501_170015 20140501_170029 20140501_170052 20140501_170147

Anúncios

Sobre JCDattoli

Este blog foi idealizado para compartilhar reflexões e discussões (comentários, frases célebres, textos diversos, slides, vídeos, músicas, referências sobre livros, filmes, sites, outros blogs) que contribuam para a realização e o crescimento do ser humano em toda a sua essência e nas dimensões pessoais e profissionais. Almejo que o ser humano se mostre cada vez mais virtuoso, atento e disposto a servir o próximo em cada momento da sua existência. Atuei profissionalmente por quatro décadas, com bastante intensidade, nas áreas pública e privada. Ocupei de cargos técnicos a postos de chefia e direção. Neste novo momento, pretendo ajudar pessoas a atingir outros patamares na vida – e na profissão. Dedicarei parte do tempo para ações sociais/humanitárias (acabo de retomar o projeto 'música para idosos'), além de assegurar espaços na agenda para reflexões e meditações. Gosto de ler, de praticar atividades físicas e de cantar-tocar violão. A família e as amizades são preciosas matérias-primas na construção do bem viver. Apesar das incongruências, desencontros e descaminhos humanos, tenho por missão dedicar-me mais e mais às pessoas como contributo para um mundo verdadeiramente melhor!
Esse post foi publicado em Ações sociais e humanitárias. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Fazer o bem!

  1. Zé Rosa disse:

    Caro amigo Dattoli,
    PARABÉNS pelo seu blog e pelo seu trabalho comunitário e social.
    Este espaço promete. Que seja bem visitado e que os que por aqui passarem aproveitem bem as mensagens e experiências de vida.
    Forte abraço,
    José Rosa.
    http://joserosafilho.wordpress.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s